A mentalidade vencedora de Emma Hayes no Chelsea Women

Emma Hayes é uma das principais responsáveis pelo desenvolvimento do futebol feminino no Chelsea. Ela assumiu as Blues em agosto de 2012, ocasionalmente sendo a única mulher comandando algum time na Women’s Super League. Nesse sentido, para além da sua importância para o clube, ela se tornou uma figura expressiva e notável para o futebol feminino inglês e mundial.

Juntamente com os dez títulos conquistados nos nove anos em que está no comando, Emma teve papel central para consolidação da estrutura e da mentalidade do futebol feminino no clube. Sobretudo, sua experiência, seu conhecimento e sua busca pela valorização das mulheres no futebol são essenciais para seu trabalho. Dessa forma, ela se tornou a treinadora mais vitoriosa do clube. Tanto entre o masculino como o feminino.

As inovações desde o banco de reservas à mídia

Por conta de sua longa jornada como assistente técnica e consultora em clubes, especialmente nos Estados Unidos, ela tem grande conhecimento do jogo de futebol. Eventualmente trabalhou como assistente de Vic Akers no lendário time do Arsenal, que conquistou o quadruple na temporada 2007.

Quando ela assumiu o Chelsea em 2012, a estrutura do clube para o time feminino era bastante problemática. Apesar das grandes dificuldades iniciais, no final das contas tudo servia como motivação. Agora, o foco e a dedicação que a treinadora deu ao clube demonstram seus resultados: o time é um dos maiores da Europa.

Com o tempo no clube, Emma desenvolveu relacionamentos fortes com figuras importantes como o dono Roman Abramovich, bem como com Marina Granovskaia e Petr Cech, que fazem parte da diretoria. Assim, o processo que ela imaginou e buscou construir conseguiu bastante apoio dentro do Chelsea.

Apesar dos momentos difíceis que aconteciam sem sua vida pessoal, ela nunca deixou de exercer seu papel e sua liderança. Enquanto estava grávida, seguiu treinando o time e fortalecendo a mentalidade vencedora que ela instaurou desde o momento que assumiu o time. Mais que isso, ela mesma sempre se mostrou fiel às suas ideias e dava o exemplo as suas jogadoras.

Em suma, é nítida a importância da treinadora na história do futebol feminino das Blues. Acima de tudo, a mudança de Chelsea Ladies para Chelsea Women em 2018 ilustrou bem as ideias de Hayes. Finalmente, o futebol feminino estava no foco do clube, selando o compromisso com o time e com a técnica e sua comissão.

Emma Hayes, em Stamford Bridge, comemorando tanto os títulos conquistados na temporada 2017/2018 como o nascimento de seu filho (Crédito: Emma Hayes/Twitter)

A ‘Emma Hayes Era‘ em números

Desde que assumiu, em 2012, a treinadora acumula 220 jogos comandando o Chelsea Women. Mesmo com um início um pouco turbulento, as contratações que chegavam e os laços mais estreitos com o clube levaram Emma a fazer história.

A porcentagem de vitórias das Blues sob seu comando é de 67.3%. Ao passo que na temporada 2020/2021 a porcentagem de vitórias foi de 82%, com média de 3.13 gols marcados por jogo e apenas 0.56 gols sofridos por partida.

Como resultado, dez títulos:

  • FA Women’s Super League (4): 2015, 2017–18, 2019–20, 2020–21
  • FA WSL Spring Series (1): 2017
  • Women’s FA Cup (2): 2014–15, 2017–18
  • FA Women’s League Cup (2): 2019–20, 2020-21
  • Women’s FA Community Shield (1): 2020

Além de alguns muitos títulos de Treinadora do Mês, assim como as conquistas consecutivas do prêmio de Treinadora do Ano, nas temporadas 2019/2020 e 2020/2021.

Da mesma forma, Hayes fez história ao comandar o time à final da UEFA Women Champions League na temporada 2020/2021. Mesmo com a derrota na decisão, chegar em Gotemburgo abriu um novo capítulo na história do Chelsea Women. Assim como demonstrou a possibilidade de evolução ainda maior da equipe para o futuro. Algo que tanto jogadoras como técnica e diretoria estão bem cientes.

A Era Hayes continua

No intervalo entre as temporadas, Emma está atuando como comentarista da Euro 2020. No entanto, o Chelsea segue por perto dela.

Pela primeira vez na história os ingressos para a temporada 2021/2022 das Blues esgotaram. Diante de mais uma marca histórica para o Chelsea Women, a treinadora reagiu nas redes sociais.

Poucos dias depois mais uma notícia: o anúncio da renovação de seu contrato. Mais uma vez, ela não escondeu a emoção e reforçou seu compromisso com o Chelsea e com a continuação do ciclo vitorioso que ela mesma começou. Igualmente, figuras como Granovskaia comentaram sobre a importância de Emma para o clube e sobre a honra que é estender o vinculo com a técnica.

Hayes com o troféu da FA Women’s Super League 2020/2021 na frente de banner em sua homenagem em Kingsmeadow (Reprodução: Chelsea FC)

Com a Euro perto do fim, é possível de que as atividades devem retornar o quanto antes para as jogadoras do Chelsea Women que não participarão das Olimpíadas. Do mesmo modo, há ainda uma expectativa em relação às movimentações durante a janela de transferência. Enfim, uma coisa é certa: Emma Hayes fica e seguirá escrevendo história.

Category: Chelsea Football Club

Tags:

Article by: Nathalia Tavares