Harvey Vale ganha chances e acende luzes no Chelsea

De acordo com o The Athletic, o Chelsea já começou as conversas pela renovação de contrato do jovem Harvey Vale. E ao que parece ela ruma para uma boa direção – tanto para o jogador como para o clube.

Com a ausência de última hora de Mason Mount para o confronto contra o Southampton na EFL Cup, Vale foi escolhido para integrar o plantel do time de Thomas Tuchel. Poucos dias depois, ele integrou o plantel novamente: no confronto contra o Malmö na Champions League.

Sobretudo, as chamadas do treinador alemão para participar das atividades do time são uma forma do clube reconhecer a importância do jovem. Bem como de relembrar a Vale e aos demais jogadores da base dos Blues de que eles são valorizados e de que podem vir a integrar o elenco principal no futuro.

Vale ainda tem mais um ano e meio de contrato com o Chelsea. No entanto, diante do interesse de outros clubes nos jovens da Academia, os Blues já começaram a discutir a extensão contratual com o jogador.

A história até aqui

Harvey Vale trocou o Fulham pelo Chelsea aos 13 anos e se tornou parte do programa de desenvolvimento do clube. Desde então, tem jogado em diversas posições no meio campo. Assim como já atuou em posições de ataque.

Como resultado de sua trajetória e seu desenvolvimento, na temporada 2019/20 Vale começou a atuar pelo time de desenvolvimento (sub-23) dos Blues. Nesse sentido, foram nove aparições e um gol marcado. Então, ao final daquela temporada, Vale assinou seu primeiro contrato profissional com os Blues.

Harvey assinou seu primeiro contrato profissional aos 16 anos (Créditos: Chelsea FC)

Com isso, passou a atuar no time de desenvolvimento, alcançando marcas impressionantes em sua primeira temporada com a equipe. Em 28 partidas, marcou sete gols e distribuiu 11 assistências aos companheiros. Dessa forma, ele teve uma contribuição para gol a cada 119 minutos jogados.

A temporada atual

O jovem de 18 anos é, hoje, um dos pilares da equipe de desenvolvimento do Chelsea. Estando presente em nove jogos da Premier League 2, marcou quatro gols e deu uma assistência. Além disso, esteve entre os nomeados para jogador do mês da competição em agosto.

Da mesma forma, Vale esteve presente na estreia do time no Papa John’s Trophy. Após empate por 1-1 contra o Exeter City, a partida foi para os pênaltis. Assim, o camisa 68 bateu e converteu a última cobrança dos Blues, garantindo a vitória nas penalidades.

Enfim, também está disputando a UEFA Youth League, integrando a equipe sub-19. Das quatro partidas disputadas até o momento, Harvey não esteve no plantel apenas na última – justamente contra o Malmö sub-19 no última terça-feira (2). Logo, nas três partidas em que esteve presente, foi titular e jogou os 90 minutos em todas.

Na competição europeia, Vale marcou um gol e deu uma assistência na vitória por 3-1 sobre o Zenit na estreia. Posteriormente, contribuiu com mais uma assistência na vitória por 4-2 sobre Malmö no dia 20 de outubro.

Harvey Vale celebra seu gol na partida contra o Zeni na UEFA Youth League (Créditos/Reprodução: Clive Howes – Chelsea FC/Getty Images)

Maturidade e liderança

Apesar da pouca idade, Harvey Vale vem mostrando sua mentalidade e o quanto pretende atingir na sua carreira. Tendo como Cristiano Ronaldo sua influência no futebol, o meio-campista dos Blues demonstra constantemente sua proatividade. Assim como sua visão de jogo, tanto para finalizar como para distribuir a bola para seus companheiros.

Outro ponto importante no seu jogo é a versatilidade. Mesmo sendo meio campista de origem, Vale atua pela ala esquerda na equipe que disputa a Youth League e também na seleção inglesa sub-19. Mais que isso, ele atua como capitão tanto no time sub-19 do clube como na seleção.

Outros nomes formados em Cobham como Mount, Billy Gilmour e Conor Gallagher também competindo por vagas no meio-campo do time comandado por Tuchel. Sem dúvidas, o Chelsea tem boas opções ao seu favor. E, ainda assim, tem a vontade de manter Vale e assegurar um vínculo de longa duração com o jogador.

Dessa forma, com suas boas performances e com o espaço que vem ganhando, a estreia de Harvey pelo time principal pode acontecer antes do imaginado. Bem como pode coroar mais um nome de Cobham jogando nos gramados de Stamford Bridge.

Category: Chelsea Football Club

Tags:

Article by: Nathalia Tavares