Lampard: "Eu acho que merecíamos vencer o jogo"

Lampard: “Eu acho que merecíamos vencer o jogo”

Frank Lampard concedeu entrevista ao site oficial do Chelsea sobre o empate em 1 a 1 contra o Aston Villa. O técnico dos Blues afirmou que, apesar de não conseguir a desejada vitória, ele está feliz com a atitude e desempenho demonstrado pelos atletas em um jogo difícil.

“É um empate, contra um bom time, e o desempenho foi bom. Eu acho que merecíamos vencer o jogo. Passamos por um caminho difícil e sabendo que queríamos melhorar. Vimos muitos sinais de atitude da equipe. Aparecendo para jogar e sem dar espaço no terço final”, iniciou Frank Lampard. “Essa situação nos proporciona a necessidade de fazer mais. Afinal a tabela de classificação ainda está apertada. […] Depois de uma sequência muito boa, nós tivemos alguns problemas. E hoje eu vi bons sinais que eu gostei”, concluiu.

“Não fiquei insatisfeito com nada nesta noite, a não ser o fato de termos sofrido o gol. Realmente, não sofremos com muitas chances de gol. Além disso, não marcamos o gol que nos daria algum conforto no jogo. Entretanto, eu fiquei satisfeito com os jogadores que entraram e fiquei satisfeito com a atitude”, disse.

O jogo contra o Villa

“Quando as coisas estão indo bem, é muito fácil. Estávamos em uma longa invencibilidade, estávamos jogando bem, não muito acima do que estávamos jogando hoje. Hoje o foco da equipe foi bom, parte do jogo nas entre as linhas. Especialmente o nosso lado esquerdo com Chilwell e Christian e Mason foi muito bom. Diante de uma equipe muito boa”, afirmou.

“Portanto, eu acho que um mês atrás venceríamos esse jogo. Quando você está em uma boa sequência de jogos a bola entra mais. Como nas chances criadas hoje por Pulisic ou na chance do final do jogo. O gol do adversário aconteceu quando um atleta nosso estava no chão. Falta de sorte ou qualquer coisa que você chame, é o futebol. É um ponto, nós queríamos mais. Entretanto, se continuarmos com a mesma atitude vamos voltar aos triunfos”, disse Lampard.

O empate do Aston Villa

“Eu achei que foi mão. O Quarto árbitro estava muito perto do lance, o assistente estava muito perto. Não sei o porquê de não terem assinalado [falta]. Não vi o que aconteceu com Grealish […] se foi falta ou não foi. Eu estava preocupado, pois Andreas [Christensen] estava no chão e a bola estava na direção de nossa área. Era um jogador no chão, um jogador nosso no chão”.

Giroud e Hudson-Odoi

Giroud abre o placar para o Chelsea. Primeiramente, cruzamento de Chilwell. Por fim, cabeceio certeiro do francês.
Giroud abre o placar para o Chelsea. Primeiramente, cruzamento de Chilwell. Por fim, cabeceio certeiro do francês. (Chelsea FC / Site)

“Se você vai acionar Giroud nas áreas certas, ele vai se posicionar e terá bom contato com a bola. Afinal, esse é o porquê dele marcar gols. Esse é o porquê dele regularmente marcar gols em qualquer equipe que ele esteja. Ele fez isso para nós hoje e ele fez na temporada passada e no reinício dos jogos”, disse Lampard.

“Eu gostei de Callum [Hudson-Odoi] hoje e gostei do alcance dos passes dele. Algo que foi muito evidente no primeiro tempo. Além disso, ele fez bons cruzamentos e seus passes e movimentações foram bons”, disse.

“O que queremos ver de Callum, e acho que ele fez contra o Arsenal quando ele entrou, foi a confiança no um-contra-um. Afinal, ele tem habilidade para fazer isso. Isso, e conseguir os cruzamentos como ele fez para Tammy Abraham. Chegar na área e fazer os gols. Ou seja, atingir um nível dos principais wingers da Europa”, concluiu Frank Lampárd.

Category: Competições

Tags:

Article by: João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.