O mercado de verão europeu do Chelsea na temporada 2017/2018

Começa setembro e acaba a janela de transferências do mercado inglês. Para muitos fãs, foi uma janela de frustração por conta que grandes nomes não fecharam com o Chelsea, principalmente por conta das grandes competições que marcam o calendário azul.

Esta janela também marcou a saída de John Terry de Stamford Bridge. Trazemos o resumão de entradas e saídas do Chelsea nesta janela de verão europeu, confira:

Entradas

Willy Caballero, 35 anos (Custo Zero) – Manchester City

Caballero chegou para ser reserva de Courtois após a saída do Bósnio Begovic. Deverá ter poucos jogos como seu antecessor teve, mas é bom lembrar que na última temporada no clube de Manchester ele conseguiu barrar a titularidade de Cláudio Bravo.

Antonio Rudiger, 24 anos (€35M) – AS Roma

O zagueiro alemão veio para Londres para repor a saída de John Terry após uma boa temporada na Roma, Rudiger foi titular em todos os jogos na Premier League e vem dando conta do recado.

Tiemoue Bakayoko, 23 anos (€40M) – AS Monaco

Bakayoko chegou machucado no Chelsea – até agora, disputou apenas dois jogos na Premier League. No Monaco, foi fundamental para o título do campeonato francês fazendo uma função parecida com a que Nemanja Matic fazia na temporada passada no Chelsea.

Alvaro Morata, 24 anos (€65M) – Real Madrid

A grande contratação dos Blues nesta janela. O espanhol disputou quatro jogos, mas em nenhum ficou durante os 90 minutos, marcando dois gols. Claramente fora de ritmo, o centroavante está mostrando que é o jogador ideal para suprir a vaga de Diego Costa, que no final acabou ficando nos blues. Morata é o jogador mais caro transferido para o Chelsea e décima segunda maior contratação de todos os tempos.

Davide Zappacosta, 25 anos (€25M) – Torino

No último dia da janela, foi anunciado pelo Chelsea. Zappacosta veio para revezar com Victor Moses no setor. Vários nomes foram comentados para esta função, como João Cancelo e Aurier, que fecharam com Internazionale e Tottenham, respectivamente.

Danny Drinkwater, 27 anos (€35M) – Leicester

O último reforço anunciado pelos Blues foi o volante inglês Drinkwater, ex-Leicester. Formado nas categorias de base do Manchester United, Danny só alcançou o patamar de bom jogador na temporada 2015-2016 quando o Leicester surpreendeu e ganhou a Premier League ao lado de N’golo Kanté. A sua contratação vem com a esperança de voltar a jogar um grande futebol que não esteve presente na última temporada. Drinkwater esteve em três oportunidades na seleção Inglesa.

Saídas

Ao todo, Terry faturou quatro títulos da Premier League com a braçadeira de capitão (Foto: Chelsea FC)

John Terry (Custo Zero) – Aston Villa

Após temporadas onde não sabíamos se Terry sairia ou não de Stamford Bridge, o eterno capitão decidiu encerrar a sua passagem de 22 anos pelo Chelsea. O zagueiro foi sem custos para o Aston Villa disputar a Championship mesmo tendo propostas de clubes da Premier League, segundo o próprio jogador, não queria ter a chance de enfrentar o Chelsea.

Nemanja Matic (€44,7M) – Manchester United

A passagem do volante sérvio foi de altos e baixos. O jogador chegou em Londres em 2009, mas foi vendido em 2011 para o Benfica na negociação com David Luiz. Após boas temporadas em Portugal, voltou aos Blues em 2014 e conquistou duas Premier League, mas muitos o criticavam pois nunca foi um jogador habilidoso. Foi para o United a pedido de José Mourinho e desde que chegou, foi titular absoluto do rival inglês.

Nathan Aké (€22,8M) – Bournemouth

O jovem zagueiro inglês era a esperança para a vaga de John Terry no elenco, esteve emprestado ao Bournemouth na primeira metade da última temporada mas voltou ao Chelsea na janela de inverno. Agora vendido em definitivo, o jogador chega ao clube inglês para ser titular absoluto na zaga. 

Juan Cuadrado (€20M) – Juventus

Após temporadas emprestado à Juventus, o ponta colombiano, que chegou ao Chelsea como grande nome da Fiorentina, deixa o clube sem deixar nenhuma saudade. O preço de 20 milhões de euros já estava fixado desde o último empréstimo, onde o clube italiano já havia pago outros cinco milhões de euros.

Asmir Begovic (€11,5M) – Bournemouth

Reserva nas última duas temporadas, o veterano goleiro decidiu deixar Stamford Bridge para ter mais tempo de jogo. Com uma proposta boa, cerca de 500 mil euros a menos do que o Chelsea pagou para tirá-lo do Stoke City, o goleiro se tornou titular absoluto do clube da Premier League neste início de temporada.

Outras vendas

Loic Remy (Rescindiu Contrato) – Las Palmas

Bertrand Traoré (€10,0M) – Olympique Lyon

Christian Atsu (€7,5M) – Newcastle

Nathaniel Chalobah (€6,3M) – Watford

Muktar Ali – (€0,5M) – Vitesse

Empréstimos

Principais emprestados

Zouma na época de Chelsea (Foto: Chelsea FC)

Kurt Zouma – Stoke City

A grande surpresa dos emprestados.  O zagueiro francês teve uma lesão no fim da temporada 2015-2016 que o fez perder boa parte da última temporada, até por isso muitos dizem que o empréstimo do jogador é para ganhar ritmo de jogo. A qualidade de Zouma é inquestionável, esteve até em convocações para a seleção principal de seu país.

Ruben Loftus-Cheek – Crystal Palace

Como o próprio jogador diz, era hora dele partir e caminhar um pouco sozinho, e voltar com mais experiência para Stamford Bridge. O jovem meia inglês teve poucos jogos na última temporada e no Crystal Palace tem tudo para ter mais tempo em campo e crescer seu futebol, Loftus já disputou dois jogos completos pelo novo time no campeonato Inglês.

Lucas Piazon – Fulham

O brasileiro será emprestado pela sexta vez em cinco anos de clube, desta vez ele continua emprestado ao Fulham que disputa a Championship. Na atual temporada, em três jogos fez dois gols, sendo que somente em um disputou os 90 minutos. No momento, Piazon está machucado – quebrou a perna. Todavia, o meia deve voltar a jogar até o fim do ano.

Jogadores que vão para Premier League

Tammy Abraham – Swansea City

Isaiah Brown – Brighton

Kasey Palmer – Huddersfield

Jogadores que vão para Championship

Lewis Barker – Middlesbrough

Tomás Kalas – Fulham

Ola Aina – Hull City

Fikayo Tomori – Hull City

Michael Hector – Hull City

Jeremie Boga – Birmingham

Iké Ugbo – Barnsley

Jogadores que vão para ligas menores da Inglaterra

Jamal Blackman – Sheffield United

Johan Houghton – Doncaster Rovers

Nathan Baxter – Working FC

Bradley Collins – Forest Green

Jay Dasilva – Chalton

Jared Thompson – Chippenham

Charlie Wakefield – Stevenage

Jogadores que vão para grandes ligas

Nathan – Amiens (França)

Cristian Cuevas – Twente (Holanda)

Josimar Quintero – Rostov (Russia)

Todd Kane – Groningen (Holanda)

Kenneth Omeruo – Kasimpasa (Turquia)

Mario Pasalic – Spartak Moscow (Rússia)

Marco Van Ginkel – PSV (Holanda)

Matt Miazga, Charlie Colkett, Mason Mount e Fankaty Dabo – Vitesse (Holanda)

Jogadores que vão para ligas menores

Victorien Angban – Waasland-Beveren (Bélgica)

Danilo Pantic – Partizan (Sérvia)

 

 

Dados: Transfermarkt.com | chelseafc.com

Category: Mercado de Transferências

Tags: