Tammy Abraham será o novo atacante da Roma

Depois de algumas semanas de especulações e rumores o destino de Tammy Abraham está acertado. O jovem atacante será jogador da AS Roma.

As negociações seguiram uma espécie de reação em cadeia. Em suma, o clube da capital italiana via Abraham como a opção principal para substituir Edin Džeko, que foi para a Internazionale. Por outro lado, a Inter procurou o bósnio para substituir Romelu Lukaku, que rumou para o Chelsea.

Apesar do aparente interesse de outros clubes, a Roma fez um grande esforço para ter o camisa 9 dos Blues. Até mesmo José Mourinho, treinador da Lupa, ligou para Abraham para tratar do assunto. Assim, com os termos entre Roma e Chelsea acertados e com o ‘sim’ do atacante, as negociações foram finalizadas.

Segundo Fabrizio Romano, a transferência de Tammy gira em torno de €40mi mais adicionais que serão pagos em prestações e por meta. Nesse sentido, o valor final pode chegar a €45mi. Além disso, o Chelsea estipulou uma cláusula de recompra no valor de €80mi, que valerá a partir de junho de 2023.

Dessa forma, o jogo contra o Crystal Palace na estreia da Premier League 2021/22 foi o último do atacante como jogador dos Blues. Com a torcida de volta em Stamford Bridge, Tammy Abraham se despediu do clube que foi sua casa nos últimos 15 anos.

Em síntese, após algumas semanas de negociação e acordos de termos entre as partes, o Chelsea confirmou nesta terça (17) a transferência do atacante para o clube italiano. Tal qual fez em Londres por toda sua carreira, Tammy tem tudo para brilhar e se desenvolver em Roma. Ainda mais tendo José Mourinho como treinador.

Números como profissional

Ao passo se que destacou nas categorias de base do clube, bem como participou das campanhas vencedoras da UEFA Youth League e da FA Youth Cup anos anos de 2015 e 2016, Abraham fez sua estreia como profissional no dia 11 de maio de 2016. Em um confronto dos Blues contra o Liverpool válido pela Premier League, o atacante jogou pouco mais de 15 minutos naquela ocasião, substituindo Bertrand Traoré.

Nas temporadas seguintes, foram três empréstimos. O primeiro para o Bristol City, na temporada 2016/17. Nesse meio tempo, fez 48 jogos pelos Robins, marcando 26 gols. Assim, além de demonstrar seu talento, o jovem atacante conseguiu muitos minutos de jogo, o que sem dúvidas ajudou em seu desenvolvimento.

Em seguida, passou uma temporada no Swansea, que disputava a Premier League na época. Assim, Tammy participou de menos jogos: foram apenas 39 somando as três competições que o time galês disputou. Nesse ínterim, ele marcou oito gols e serviu aos companheiros por cinco vezes.

Por último, saiu em empréstimo para o Aston Villa na temporada 2018/19. Ele foi uma das peças chave na campanha do Villa naquela temporada que, no final das contas, garantiu à volta do time para a Premier League. Em 42 partidas, Abraham marcou 26 gols e deu três assistências.

Em meio à impossibilidade de realizar novas contratações, Abraham retorna ao Chelsea e em pouco tempo a titularidade. Mesmo após uma lesão e um jejum de seis meses sem marcar, ele foi o artilheiro dos Blues na temporada 2019/20. Além disso, ganhou reconhecimento e carinho da torcida pelos números e performances que apresentava. Assim como pela expectativa do que o futuro traria para o camisa 9.

De volta aos Blues

Na temporada em que retornou, participou do 47 partidas, marcando 18 gols e contribuindo com 6 assistências. Acima de tudo, foi a grande estreia de Tammy na elite do futebol inglês e europeu vestindo a camisa do seu clube de infância.

Tammy se transformou no nome de referência no ataque do Chelsea logo na sua primeira temporada de volta à Stamford Bridge (Reprodução: Sky Sports)

Na temporada 2020/21 não foi diferente. Enquanto Frank Lampard ainda era o treinador do time, ele continuou mantendo sua titularidade e se destacando dentro de campo. Sendo assim, foram 25 jogos disputados pelo atacante sob o comando da lenda dos Blues na temporada passada. Nessas partidas, marcou 11 gols e distribuiu seis assistências aos companheiros.

Pouco depois da chegada de Thomas Tuchel, Abraham se lesionou e ficou fora por oito partidas. Apesar do fim da lesão e com a possibilidade de voltar aos gramados e seguir na boa fase em que estava, o novo treinador optou por usar outras peças.

Em contrapartida aos 25 jogos ainda na primeira metade da temporada, sob o comando de Tuchel, o atacante participou apenas de seis partidas. Assim como só balançou as redes em uma oportunidade. Mesmo perdendo espaço, Tammy seguiu junto com a equipe e deu todo o apoio nos treinos, no banco de reservas e em todas as vezes que entrou em campo vestindo a camisa do Chelsea.

Logo, com o retorno de Lukaku, a garantia de regularidade ao camisa 9 seria pouco provável. Nesse sentido, a mudança para a Roma será uma grande oportunidade para seguir acumulando minutos e demonstrando seu potencial. Mais que isso, ele será comandado por um dos grandes técnicos do futebol mundial.

O céu é o limite para Abraham e quem sabe o futuro não o traga de volta para Londres.

Category: Mercado de Transferências

Tags:

Article by: Nathalia Tavares