Chelsea joga melhor, mas vacila e cede empate ao Real Madrid

Chelsea e Real Madrid iniciaram hoje a disputa pela vaga na grande final da UEFA Champions League, e o jogo terminou em empate por 1-1. Christian Pulisic abriu o placar para os Blues e Karim Benzema deixou tudo igual. Com o resultado de hoje, o time londrino tem a vantagem de empatar sem gols e, ainda assim, classificar.

A partida derradeira será na quarta-feira da próxima semana (05), às 16h, em Stamford Bridge. Amanhã, Paris Saint Germain e Manchester City abrem a outra semifinal, no Parque dos Príncipes, em Paris.

Domínio azul, mas empate em bola alta

Apesar do prognóstico de times mais cautelosos e jogo mais truncado, o Chelsea começou em cima e impondo o ritmo que tem usado ultimamente. A equipe de Thomas Tuchel teve mais controle da bola nos primeiros minutos e não deixava o Real Madrid ter uma saída com a qualidade habitual.

O técnico dos Blues surpreendeu escalando Christensen como zagueiro do lado direito e o avançando Azpilicueta para a ala. Dessa forma, o lado direito da defesa azul ficou mais reforçado contra as possíveis investidas de Marcelo e Vinicius Jr.

Com essa alteração, os encaixes na marcação estavam muito favoráveis ao time visitante e não demorou muito para ter resultado na frente. Aos nove minutos, Mount chutou da esquerda, a bola desviou e sobrou para Pulisic que deixou Werner, sozinho na pequena área, em condição de marcar, porém, Courtois fez defesa milagrosa.

Mais confiante no jogo, o Chelsea seguia empurrando o adversário. Aos 15′, Rüdiger fez lindo lançamento e encontrou Pulisic na diagonal, o estadunidense driblou o goleiro e marcou. A bola ainda esbarrou em Varane antes de entrar. Esse seria o gol da tranquilidade para os Blues. Sim, seria se não fosse um nome: Benzema.

Pulisic foi o autor do gol do Chelsea
Foto: Chelsea FC

Como tem sido ao longo desta temporada, o atacante foi de novo quem trouxe o Madrid para o jogo. Aos 22′, ele acertou um chute que acertou a trave. Seis minutos depois, veio o empate. Em jogada de escanteio recheada de brasileiros, Marcelo cruzou, Casemiro escorou, Militão ajeitou e ele fuzilou para o fundo do gol.

Segundo tempo mais truncado

O empate deixou o jogo mais igual e o Madrid equilibrou a posse de bola, que terminou 52 a 48 para o Chelsea. Porém, no segundo tempo, Zidane conseguiu fazer ajustes e limitar o controle das ações do time inglês. O Real começou a marcar com a linha mais alta e dificultava a saída de bola azul.

Para contra-atacar, Tuchel fez alterações e lançou de uma só vez Ziyech, Havertz e James no campo nos lugares de Pulisic, Werner e Azpilicueta, respectivamente. As mudanças deixou a equipe azul com um pouco mais de consistência e nem as entradas de Hazard e Asensio fizeram diferença.

Apesar da solidez defensiva, o Chelsea não conseguia oferecer mais perigos para o gol de Courtois. O único foi numa falta cobra por Ziyech que o arqueiro defendeu sem sustos. Por outro lado, o Madrid tentava chegar em jogadas altas, sem sucesso.

Para o próximo jogo, os dois times devem ter de volta alguns reforços. Para os ingleses, é possível que Mateo Kovacic esteja recuperado para a partida. Já no canto espanhol, há a expectativa de que o capitão Sérgio Ramos esteja pronto para o duelo em Londres.

FICHA TÉCNICA

Evento: Real Madrid 1×1 Chelsea

Competição: UEFA Champions League – Semifinais – Ida

Local: Estádio Alfredo Di Stéfano – Madrid/ESP

Real Madrid: Courtois; Militão, Varane, Nacho; Carvajal, Modrid, Casemiro, Kroos, Marcelo; Vinicius Júnior e Benzema – Zinedine Zidane

Gols: Benzema (29′)

Cartões: Vinicius Júnior (27′), Toni Kroos (60′), Marcelo (65′), Varane (78′) e Odriozola (89′)

Chelsea: Mendy; Christensen, Thiago Silva, Rüdiger; Azpilicueta, Jorginho, Kanté, Chilwell; Pulisic, Mount e Werner – Thomas Tuchel 

Gols: Pulisic (14′)

Cartões: Pulisic (38′)

Category: Competições

Tags:

Article by: Cleisson Lima

Tio do Júlio César, Estagiário de Redação na Rádio Transamérica, e Chefe de Redação no Futebol das Gerais. O caminho é um só...