Uma das melhores janelas de transferências da história

Cinco reforços chegaram até o momento e outros estão por vir

A temporada 2020/21 promete para os Blues. Até o momento, cinco reforços já foram anunciados pelo clube, são eles: Timo Werner, Hakim Ziyech, Ben Chiwell, Malang Sarr e Thiago Silva. Os Blues não faziam uma janela de transferência com grandes contratações e com jogadores de expressão desde a temporada 2004/05, onde contrataram Didier Drogba, Ricardo Carvalho, Paulo Ferreira, Arjen Robben, Tiago e Petr Cech.

E para quem pensa que clube de Roman Abramovich parou por aí, se engana. O alemão Kai Havertz pode fechar a qualquer momento com o clube de Londres. Também estão sendo especulados nomes como o do goleiro Nick Pope, que fez uma brilhante temporada com o Burnley, Onana, goleiro do Ajax e Declan Rice, volante jovem e promissor do West Ham.

lampard e marina

Marina é a responsável por todas as negociações do Chelsea (Foto: Getty)

Separamos a lista com informações sobre os novos reforços do Chelsea:

Thiago Silva

A tão esperada contratação do zagueiro foi confirmada sexta-feira (28). O jogador desembarcou na terra da rainha com o contrato por uma temporada com os Blues, com opção de estender por mais um ano. O brasileiro que foi finalista da Liga dos Campeões, no último domingo, chega com a expectativa de ajudar e fortalecer o sistema defensivo do Chelsea, que na última temporada foi muito criticado. Ele chegou de graça após o fim do contrato com o clube francês.

Em oito temporadas pelo PSG, foram 314 partidas disputadas, com 17 gols marcados e cinco assistências. O brasileiro formou uma das melhores duplas defensivas da Europa ao lado de Marquinhos, ao passo que conquistaram inúmeros títulos na França, destacando os seis campeonatos franceses. Na temporada passada, atuou em atuou em 34 partidas, levando três amarelos. Por fim, Thiago também já foi escolhido três vezes para seleção do ano da FIFA.

Malang Sarr

O jovem zagueiro francês assinou por cinco temporadas com os Blues. Vindo de graça, após encerrar seu contrato com o Nice, Sarr seguirá por empréstimo até o final da temporada 2020/2021. Contudo, o clube não informou ainda o destino dele, que é uma aposta para o futuro do time londrino. O jogador se destacou pelo clube francês na última temporada com boas atuações e solidez no setor defensivo. O jovem também é figurinha carimbada nas convocações da seleção de base francesa.

Não é um defensor alto, com 1,82m. Todavia, conta com um tempo de bola fantástico e não deixa nada a desejar no jogo aéreo. O francês pode atuar tanto como zagueiro como lateral-esquerdo, uma posição que já exerceu no Nice. Em suma, atuou em 20 partidas e anotou um gol na última temporada.

Ben Chilwell

Vindo do Leicester City por 50 milhões de libras (366 milhões de reais, na cotação atual), o lateral inglês chega com a missão de ajustar o lado esquerdo defensivo dos Blues. O jovem jogador vem de boas temporadas nos Foxes, e participou da inédita conquista da Premier League da temporada 2015/16.

Rápido e com uma recomposição que poucos laterais tem na liga inglesa, Chilwell pode ser a peça fundamental na defesa junto com Thiago Silva. Em conclusão, o lateral atuou em 33 partidas na última temporada. Por fim, anotou três gols e distribuiu quatro assistências.

Ben Chilwell posando com a camisa do Chelsea

Lampard tem um novo lateral esquerdo (Reprodução: Chelsea FC)

Hakim Ziyech

O marroquino chegou aos Blues em julho, e nesse meio tempo vem treinando no CT de Cobham. O jogador vem impressionando há anos, e isso chamou a atenção da diretoria dos Blues. Ziyech foi um dos líderes da bela campanha do Ajax na Liga dos Campeões na temporada 2018/2019. Entretanto, terminou com a dura eliminação na semi-final para os Spurs.

Um maestro com as bolas nos pés, o jogador de 27 anos tem tudo para ajudar a transição meio-ataque dos Blues. Rápido e com uma agilidade de poucos, impressiona a cada treino. Ele terá o comando de Frank Lampard, ao passo que com o manager irá evoluir muito em sua carreira. Na última temporada pelo clube holandês, o marroquino participou de 35 partidas, balançando a rede em oito oportunidades e anotando 21 assistências.

Timo Werner

Vice-artilheiro da última Bundesliga, o alemão era o cara que o time de Abramovich precisava. Podendo jogar tanto como um centroavante como um ponta esquerda, Werner é um jogador versátil, com boa velocidade e uma presença de área que chama muita atenção.

O alemão se despediu com números expressivos do RB Leipizig. Foram 45 jogos na última temporada, com 34 gols e 13 assistências. Ao todo, foram 159 partidas pelo clube alemão, anotando 95 gols e distribuindo 40 assistências.

Felipe Silva