Três pontos-chaves para ficar de olho em Manchester United vs Chelsea

Neste domingo (11), os Blues começam sua jornada em um confronto de peso contra o Manchester United, em Old Trafford.

Além de ser um clássico, este é o primeira partida oficial de Frank Lampard comandando a equipe em que tantas vezes defendeu dentro de campo. Separamos três pontos a serem observados neste jogão.

  • Novos treinadores com muito a provar

Rivais dentro e agora fora de campo, Lampard e Solskjaer buscam afirmação (Foto: Reprodução/Chelsea)

Ole Gunnar Solskjaer e Frank Lampard. Ídolos em seus respectivos clubes, agora buscam conquistar o mesmo sucesso e respeito através da carreira de treinador. Com a imagem em risco, o duelo da 1ª rodada coloca frente a frente dois técnicos pressionados mesmo com pouco tempo de trabalho.

Segundo site de apostas oddschecker.com, o comandante dos Red Devils possui a segunda maior probabilidade de ser demitido entre técnicos da Premier League. Lamps é o sexto.

Sobre as críticas, o comandante da equipe londrina disse:

“Quando você comanda equipes como Chelsea e Manchester United isso pode acontecer. As vezes pode ser excessivo, por isso é necessário saber receber as críticas bem.”

Ele acrescentou que as pessoas foram duras com Solskjaer na temporada passada.

O United sofreu na temporada passada. Ficou na sexta colocação no Campeonato Inglês e não se classificou à Champions League. O Chelsea, por outro lado, fez uma boa temporada, terminando em terceiro e levando a Europa League sobre o Arsenal.

Ambos possuem tarefas difíceis dentro dos respectivos elencos, além do objetivo maior: recolocar estes grandes times na briga pelo título nacional.

Como jogadores, se enfrentaram 11 vezes. O norueguês leva vantagem, com cinco vitórias, três empates e três derrotas.

Na coletiva de sexta-feira, Solskjaer adiantou ter conversado com Lampard, em reunião dos técnicos na última quarta-feira, e brincou sobre a rivalidade entre eles:

“Só estou contente que ele não vai jogar, senão marcaria, não é mesmo?”

  • A defesa sem David Luiz

O duelo contra o Manchester United marca uma grande mudança na zaga da equipe. É o primeiro jogo após o brasileiro ser vendido ao Arsenal.

A dupla titular deve ser Christensen e Zouma. O dinamarquês ainda não conseguiu provar seu valor e foi reserva de Rudiger e David Luiz no ano passado. Por outro lado, o zagueiro francês aproveitou o período cedido no Everton e mostrou evolução.

Por ter sido muito importante na última campanha dos Toffies, ele ganhou a confiança de Lampard. Essa aposta do novo treinador está diretamente ligada ao negócio de David Luiz, que perdeu a vaga para Zouma e não ficou satisfeito ao saber que seria reserva.

Zouma recuperou seu bom futebol no Everton (Foto: Getty Images)

A incógnita para o jogo é o entrosamento da dupla. Uma das poucas críticas na pré-temporada foi o setor defensivo, que não se mostrou sólido e preparado para defender jogadas aéreas.

Mesmo sem Lukaku, o poderio ofensivo dos rivais não deve ser subestimado. Além disso, eles contam com jogadores físicos e inteligentes no jogo aéreo, como Pogba e Maguire. Será um teste de fogo para a dupla e todo o sistema defensivo dos Blues.

  • Pulisic vs Wan-Bissaka

O possível substituto de Hazard contra o provável salvador no lado direito do United. O duelo individual entre esses jovens jogadores deve ser fundamental para o andamento da partida.

O lateral inglês foi eleito o melhor jogador do Crystal Palace na última temporada. O atleta é conhecido por ser preciso nas roubadas de bola, além de velocidade e físico impressionantes.

Foi contratado a peso de ouro pela equipe de Manchester ( 50 milhões de libras) com a missão de arrumar o problema defensivo da equipe.

Quem tentará passar por ele é a nova contratação do Chelsea: Pulisic. Ele fez uma boa pré-temporada e parece estar cada vez mais entrosado com o time, entendendo o esquema imposto por Lampard.

Reproduzir os números do belga é praticamente impossível. Mas espera-se do americano uma contribuição decente dado o preço pago ao Borussia Dortmund. Disputar a Premier League e Champions League deve dar a ele a bagagem necessária para averiguar se ele corresponderá ao que se espera dele, e este duelo é o primeiro teste de Pulisic no Chelsea.

O americano vai marcar contra o United? (Foto: Reprodução/Chelsea)

Rafael Marson

Jornalista em formação pela Faculdade Cásper Líbero. Sem o futebol, não há motivos para viver. Fã incondicional de Drogba e Hazard. #GoBlues