Chelsea vence Rennes na UEFA Champions League

Equipe de Londres vence Rennes e chega aos sete pontos em três partidas no Grupo E

Em jogo válido pela UEFA Champions League, o Chelsea venceu o Rennes por 3 a 0, em Stamford Bridge. Os gols do embate foram marcados por Timo Werner, convertendo duas penalidades máximas. Posteriormente, Tammy Abraham fez o terceiro da equipe de Londres. Com o resultado, a equipe londrina atinge sete pontos no Grupo E. Por outro lado, o Rennes estacionou no único ponto conquistado.

Entretanto, Kai Havertz não participou do terceiro compromisso do Chelsea na UEFA Champions League. Minutos antes do embate, Frank Lampard confirmou que o atleta alemão testou positivo para Covid-19 e está em isolamento social.

Dois pênaltis e dois gols; Chelsea na frente

Jorginho iniciou a partida como capitão da equipe. Além disso, movimentação do Rennes no primeiro tempo deu trabalho para marcação do time mandante.

Jorginho iniciou a partida como capitão da equipe. Além disso, movimentação do Rennes no primeiro tempo deu trabalho para marcação do time mandante. (Chelsea FC / Site)

Os minutos iniciais foram do Chelsea marcando alto e com grande número de atletas no campo defensivo do Rennes. Assim sendo, a primeira finalização foi do Chelsea no minuto 7. Ziyech dominou a bola na proximidade da área e, sem deixar a bola cair, o marroquino finalizou por cima do gol visitante. Um minuto depois, pênalti para o Chelsea. Timo Werner recebeu toque, dentro da área, e a penalidade foi prontamente assinalada. O alemão cobrou e converteu aos 10 minutos de jogo: 1 a 0 para o Chelsea.

Logo após, o Rennes apostou na posse de bola majoritária e nas investidas pelo lado direito. Um jogo muito equilibrado ente as equipes, mas o Rennes se lançou bastante rumo ao sistema defensivo do Chelsea. Aos 30 minutos de jogo, o Chelsea tinha recebido três cartões amarelos no jogo: Kurt Zouma, N’Golo Kanté e Hakim Ziyech. No minuto 32, o Rennes cobrou falta perigosa e quase Da Silva desviou a trajetória da bola, que foi direto pela linha de fundo.

VAR e expulsão

No minuto 37, o VAR entrou em cena para checar toque de mão de Dalbert, atleta do Rennes. Os integrantes da arbitragem chegaram ao consenso de penalidade máxima, que foi marcada e Dalbert recebeu o segundo amarelo. Portanto, expulsão ao atleta do Rennes no minuto 40 e pênalti para o Chelsea. Posteriormente, Timo Werner cobrou e converteu. 2 a 0 para o Chelsea. Por fim, números finais na etapa inicial. Chelsea na liderança por 2 a 0.

Abraham marca o terceiro e Chelsea sela a vitória

Abraham fez o terceiro gol, logo nos primeiro minutos da etapa complementar. Primeiramente, James fez o cruzamento e Abraham concluiu para o gol (Chelsea FC / Twitter)

Abraham fez o terceiro gol do Chelsea, logo nos primeiro minutos da etapa complementar. Primeiramente, James fez o cruzamento e o atacante concluiu para o gol. (Chelsea FC / Twitter)

No intervalo, Julien Stephan fez uma alteração na equipe visitante. Saiu Lea Siliki e entrou Truffert. A primeira chance do segundo tempo foi do Chelsea. Chilwell realizou cruzamento nos pés de Hakim ZIyech e, dentro da área, Ziyech chutou por cima do gol. No minuto seguinte, posse de bola do Chelsea, James fez novo cruzamento e Abraham empurrou para o fundo das redes. Aos seis minutos da etapa complementar, 3 a 0 para o Chelsea.

A equipe londrina ditou o ritmo no segundo tempo. Consequentemente, o Chelsea avançava suas linhas e manteve mais a posse de bola no campo rival. Aos 17 minutos da etapa complementar, Frank Lampard mexeu em duas peças da formação inicial. Primeiramente, as saídas de Chilwell e Abraham. Por fim, as entradas de Emerson e Giroud. Além disso, aos 22 minutos, outra mudança na equipe mandante. Rudiger entrou e Thiago Silva se despediu do embate.

Aos 28 minutos, Giroud recebeu bola, de frente com o goleiro rival, e chutou em cima no arqueiro visitante. No minuto seguinte, Ziyech saiu para o lugar de Hudson-Odoi. Assim sendo, o Chelsea continuou com o jogo nas mãos e sem sofrer ameaças do time francês. Entretanto, 10 minutos depois, Doku fez o gol do Rennes, mas estava em posição irregular e o tento foi impugnado.

Entretanto, não ocorreu novas movimentações no placar. Assim sendo, vitória do Chelsea por 3 a 0, em Stamford Bridge.

Próximo jogo

O próximo compromisso do Chelsea será contra o Sheffield United, dia 7 de novembro, às 14h30 (horário de Brasília), em Stamford Bridge. Jogo válido pela oitava rodada da Premier League. Posteriormente, a equipe de Londres enfrenta o Newcastle, fora de casa, no dia 21 de novembro, às 9h30 (Brasília). Por fim, o quarto duelo da UEFA Champions League. Três dias depois, novo embate contra o Rennes, às 14h55, na França.

Ficha Técnica

Chelsea

Mendy; James, Thiago Silva (Rudiger 67), Zouma e Chilwell (Emerson 62); Jorginho (cap.), Kanté e Mount; Ziyech (Hudson-Odoi 74), Abraham (Giroud 62) e Werner.

Reservas: Caballero, Ziger, Alonso, Christensen, Azpilicueta, Tomori, Kovacic.

Técnico: Frank Lampard

Gols: Timo Werner (10 e 41) Abraham (51)

Cartões amarelos: Kurt Zouma, N’Golo Kanté, Hakim Ziyech, Jorginho, Kovacic

Rennes

Gomis; Traore, Da Silva (c), Aguerd, Dalbert; Bourigeaud, Nzonzi (Grenier 61), Lea Siliki (Truffert – intervalo); Gboho (Del Castillo 61), Guirassy (Hunou 75), Terrier (Doku 61)

Reservas: Salin, Bonet, Nyamsi, Assignon, Rutter, Omari, Ugochukwu

Técnico: Julien Stephan

Cartões amarelos: Dalbert, Del Castillo

Cartão vermelho: Dalbert (dois amarelos)

Informações da partida

Equipe de Londres mediu forças contra o Rennes. Portanto, o embate foi o terceiro jogo do Chelsea na Champions League 2020/21.

Equipe de Londres mediu forças contra o Rennes. Portanto, o embate foi o terceiro jogo do Chelsea na Champions League 2020/21. (Chelsea FC / Website)

Data: 4 de novembro de 2020

Horário: 17h (horário de Brasília). Transmissão do canal Space.

Competição: 3ª rodada da UEFA Champions League 2020/21

Local: Stamford Bridge, em Londres.

Árbitro:  Felix Zwayer (Alemanha)

Assistentes: Thorsten Schiffner e Marco Achmüller (Alemanha)

Quarto árbitro: Tobias Stieler (Alemanha)

VAR: Sascha Stegemann (Alemanha)

Assistente VAR: Bibiana Steinhaus (Alemanha)

Além disso, o Chelsea Brasil está muito próximo de ser reconhecido novamente como Torcida Oficial dos Blues. Por isso, clique no banner abaixo e nos ajude.

João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.