Chelsea vence com gol de Ziyech

Chelsea domina o Atlético de Madrid de novo e avança na Champions League

Chelsea e Atlético de Madrid fizeram na tarde desta quarta o jogo de volta das oitavas de final da UEFA Champions League. Os Blues venceram a partida por 2-0 e com ampla autoridade e confirmaram a classificação para a próxima fase da competição. Os gols azuis foram marcados por Hakim Ziyech e Emerson.

Com o triunfo em cima da equipe espanhola, os londrinos saberão quem será o próximo adversário nesta sexta-feira (19), quando acontecerá o sorteio da UEFA para definir os confrontos de Champions e da Europa League. O Chelsea volta a campo no domingo, pelas quartas de final da FA Cup, para enfrentar o Sheffield United, em Stamford Bridge.

Chelsea diferente e gol de Ziyech

O jogo tinha expectativa de ser diferente do que foi na ida. Os Blues estavam desfalcados de quatro jogadores, sendo um deles o seu melhor: Mason Mount. Tuchel ainda recebeu a má notícia de que não poderia contar com Andreas Christensen, que não ficou nem no banco de reservas. Por outro lado, o Atlético tinha reforços e pôde contar com Kieran Trippier, José María Giménez e Yannick Ferreira-Carrasco, que não participaram da primeira partida. Mesmo assim, o panorama foi em partes semelhante.

O Chelsea, como é peculiar no comando de Thomas Tuchel, teve maior controle da bola e finalizou mais do que o adversário, mas errava o alvo mais vezes. Precisando de virar o resultado, os Colchoneros tentaram avançar e fizeram Edouard Mendy trabalhar mais do que no primeiro encontro. Foram cinco arremates, dois obrigaram o goleiro azul a sujar o uniforme.

Entretanto, a bola que foi descansar no fundo das redes foi no chute de Ziyech. Em jogada de contra-ataque, Werner recuperou, avançou e só rolou para o marroquino abrir o placar em Londres. Com o gol dele, os Blues teriam que sofrer dois para perder a vaga.

Chelsea saiu na frente com Ziyech
Foto: Reprodução/Chelsea FC

Chelsea com mais chances, gol de Emerson

Precisando ainda mais se lançar ao ataque, Simeone mexeu na equipe e colocou Hermoso no lugar de Lodi. A mudança de postura e tática deu aos espanhóis um aspecto diferente. O time reteu mais a bola, tentou criar um pouco mais, mas a defesa azul fez outro jogo muito consistente. Luiz Suárez, artilheiro de La Liga, só conseguiu finalizar uma vez nos 60 minutos em campo e foi pra fora.

O comportamento ofensivo do Atlético fez com o que time conseguisse algo que alcançou em apenas um tempo dos quatro que disputou: ter mais posse. Porém, tendo mais a bola e subindo as linhas, sobrava espaço para contra-atacar. No entanto, os jogadores de frente do Chelsea pecavam na decisão ou esbarravam nos ótimos Oblak e Giménez.

Se a equipe rojiblanca tinha esperança de reverter o placar, ela se foi quando Stefan Savic foi expulso. O árbitro Daniele Orsato viu cotovelada do zagueiro em Rüdiger e levantou o cartão vermelho direto já aos 81 minutos. Com um a mais, os Blues tocavam a bola e tentavam impedir os ataques rivais.

Thomas Tuchel fez as típicas substituições para gastar tempo e lançou Chilwell no lugar de Alonso e Emerson, na vaga de Havertz. No primeiro toque na bola, o brasileiro recebeu na frente de Oblak e bateu rasteiro, sem chance para o goleiro. O gol do lateral foi o de número 9000 na competição e o segundo dele com a camisa do Chelsea.

Emerson fechou o placar pro Chelsea
Foto: Reprodução / Chelsea FC

FICHA TÉCNICA

Evento: Chelsea 2×0 Atlético de Madrid

Competição: Champions League – Oitavas de final – volta

Chelsea: Mendy; Azpilicueta, Zouma, Rüdiger, James, Kovacic, Kanté, Alonso (Chilwell); Ziyech (Pulisic), Werner (Hudson-Odoi) e Havertz (Emerson) – Thomas Tuchel

Gols: Ziyech (34) e Emerson (94)

Cartões: Havertz

Atlético de Madrid: Oblak; Trippier (Lemar), Giménez, Savic, Lodi (Hermoso); Koke, Saúl, Llorente, Carrasco (Dembélé); João Félix e Suárez (Corrêa) – Diego Simeone

Cartões Amarelos: Lodi, Saúl, Giménez, Koke

Cartão vermelho: Savic

Arbitragem: Daniele Orsato-ITA

Category: Competições

Tags:

Article by: Cleisson Lima

Tio do Júlio César, Estagiário de Redação na Rádio Transamérica, e Chefe de Redação no Futebol das Gerais. O caminho é um só...