O Atlético de Madrid é o adversário a ser temido no grupo C?

O Atlético de Madrid é atual segundo colocado no início do campeonato espanhol após uma vitória contra o Sevilla em Madrid, chegando a terceira vitória consecutiva. Já na Champions League, o clube espanhol empatou com a Roma na Itália por 0 a 0, em um jogo equilibrado mas que teve melhores chances de gol. Com um elenco melhor do que Roma e Qarabag, o Atleti é a força que briga mais perto dos Blues pelo primeiro lugar no grupo C.

Chelsea e Atlético se enfrentam no novo estádio Wanda Metropolitano, sendo que este é o primeiro jogo de Champions League que recebe, com capacidade de  70.000 pessoas, o estádio estará lotado neste jogo, e com isso, teremos uma prova do que a torcida pode ajudar ainda mais do que mostrava no Vicente Calderón, sendo assim, este é o primeiro grande obstáculo de que o Chelsea irá enfrentar.

Umas das armas do clube espanhol é usar a torcida no seu novo estádio. (Foto/@Atleti)

O clube de Madrid possui alguns problemas, principalmente no meio de campo ofensivo. O meia belga Carrasco não está produzindo nesta temporada o mesmo que mostrou na última, Koke teve que ser adiantado e o jovem Thomas se tornou titular da equipe, este último mais o zagueiro Godin foram poupados no jogo contra o Sevilla. O time base que deve ir a campo é o seguinte – Oblak, Juanfran, Godin, Savic e Filipe Luis, Gabi, Thomas, Koke e Ñiguez, Vietto e Griezmann.

Podemos dizer que o clube espanhol é melhor do que a Roma, não só pelas última temporadas onde sempre chegou a fase final da competição, mas também por ter mantido seus melhores jogadores e vem se reforçando, como a volta do ex-atacante do Chelsea Diego Costa (Que não jogará pois não pode assinar até janeiro); mas podemos dizer também que o Atlético possui o DNA de seu técnico, seja em jogar mais duro defensivamente, seja em ter contra-ataques mortais, uma arma que pode ser perigosa contra a defesa de 3 zagueiros de Antonio Conte.

O meia espanhol Cesc Fàbregas, em entrevista para emissora Onda Cero, disse que os jogadores estão monitorando o adversário, então não é de espantar uma escalação diferente somente para este jogo. Se houver uma marcação especial em Griezmann e que Moses e Alonso bloquearem os avanços dos laterais do Atlético haverá uma grande possibilidade de um bom resultado em Madrid.

Em quatro partidas contra os Blues, cada equipe ganhou uma vez com dois empates, a vitória do Chelsea se deu em 2009, em uma goleada por 4×0, gols de Frank Lampard, Luís Peréa (contra) e Salomon Kalou (2). Já os espanhóis levaram as semifinais da champions de 2014 em uma vitória por 3×1 em Stamford Bridge, gols de Diego Costa, Arda Turan e Adrián (ATL) e Fernando Torres (CHE).

As palavras neste texto condizem com a opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Category: Opinião

Tags:

Article by: Leonardo Luti

Estudante de jornalismo do UniBH/MG, passou por sites de menor conhecimento, possuiu um blog para falar sobre a Caldense/MG. Torcedor do Chelsea desde 2004 por conta do grande ídolo John Terry.