História: Stamford Bridge. Parte IV

Vamos continuar a história do nosso querido estádio, Stamford Bridge. Hoje falaremos sobre o seu desenvolvimento entre a década de 60 e 70. Época de muita glória, mas também, época que começou a nos causar muita dor de cabeça, por problemas financeiros.


1964/1965
Esse ano foi muito especial para o Chelsea em campo. E esse ano também foi muito especial para o estádio do Chelsea, Stamford Bridge, que viu o grande terraço ocidental passar a ter uma posição sentada, mais uma vez por normas de segurança nos estádios. O lugar ficou carinhosamente conhecido como “Benches”.

O ‘Benches’ existiu por 25 anos, quando foi demolido em 1998, e apesar dessas reformas serem para o bem do estádio, o dia de sua demolição acabou sendo marcado como um dia triste, e assim como o ‘Shed’, ou Galpão, o ‘Benches’, ou também conhecido como ‘West Stand’, ficou com assentos de madeira.
No entanto, essa reforma no estádio o transformou em um dos melhores estádios do país, custando cerca de 30£ milhões, mas colocando 13.500 pessoas em um ambiente de luxo, com uma visão perfeita do que estava acontecendo dentro de campo.
1973/1974
Em 1973, o East Stand foi construído, uma maravilha de engenharia da época. Uma prova de que o East Stand estava à frente de seu tempo é que até hoje ele é bem marcante no país. Também é a única parte do estádio que sobreviveu à reconstrução dos anos 90, embora tenha sofrido algumas remodelação e readaptação.
O East Stand, para toda a sua magnificência também tem um passado controverso. Quando o Chelsea estava em seu auge, no final dos anos 60 e no começo dos anos 70, os proprietários do clube decidiram que as estrelas do Blues mereciam jogar no melhor estádio do país. O plano era extremamente ambicioso para reconstruir completamente Stamford Bridge, o transformando em um lugar de 50.000 lugares sentados. O plano se mostrou bastante ambicioso, o que trouxe vários problemas para o Chelsea, como a venda forçada de jogadores importantes, e o quase rebaixamento para a 2ª divisão do Campeonato Inglês. Isso levou o clube a uma ruína forçada no início da década de 80.
Demorou mais de 20 anos para reconstruir não só apenas o estádio e o time, mas todo o clube, de qualquer modo, East Stand mostrou-se até hoje tão incrível como sempre foi.




Hear the Chelsea Roar!!!

Category: Conteúdos Especiais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Article by: Chelsea Brasil

Somos o Chelsea Brasil, marca oficialmente reconhecida pelo Chelsea no Brasil e especializado em conteúdos e na comunidade de torcedores do Chelsea no Brasil.