História: Chelsea Football Club. Parte I

Vamos começar um novo especial histórico, desta vez vamos falar sobre o nosso glorioso time, Chelsea Football Club. Algumas pessoas dizem que o Chelsea não tem tradição. Bem, nesse especial vamos mostrar exatamente a magnífica tradição do Orgulho de Londres. E como que surgiu o Nascimento de um Rei.

Chelsea Football Club comemorou da melhor maneira possível um aniversario especial. No ano de 2005, o clube chegou ao marco histórico de 100 anos de idade. E a melhor maneira de se comemorar um centenário é se tornando campeão da Inglaterra pela segunda vez na historia do clube.

O nosso jubileu de ouro foi igualmente honrado. O Chelsea ganhou troféus em 1960, nos anos 70, nos anos 90 e também na virada para o novo milênio, mas 1955 foi o ano em que os Blues terminaram acima de todas as outras equipes da Inglaterra, se tornando pela primeira vez, campeão do Campeonato Nacional.
Esse foi o primeiro grande troféu do Chelsea. Nas primeira cinco décadas de existência foi se tornando cada vez mais evidente com a integração do clube na vida esportiva na capital da Inglaterra com jogadores famosos e um belíssimo estádio, que muitas vezes ficava com a sua lotação máxima.
O Chelsea era muito popular, mas a sua qualidade empresarial era muito fraca comparada com a equipe principal. A história do Chelsea começou com uma ótima terra e com a maior historia de futebol de todo o mundo, a mais de 100 anos atrás.
Mesmo com o sucesso do troféu em 1955, o clube se mostrou bastante evasivo nos primeiros 50 anos, tinha sido criado a partir do grande momento em que o empresário Augustus Henry Mears teve uma excelente decisão numa manhã de domingo, no Outono de 1904.
De todas as decisões que moldaram a história do Chelsea FC, a desse empresário de Edwardian, foi a mais importante.
Gus Mears era um entusiasta pelo esporte que tinha tomado a Grã-Bretanha como uma tempestade, mas que ainda não tinha decolado na capital da Inglaterra. Londres, na virada do século, não apresentava uma única equipe para a Liga de Futebol da Primeira Divisão.
Sir. Mears estava procurando potencial em um clube de futebol para jogar num campo de atletismo de tradição e altíssima qualidade, o Stamford Bridge. Aquele era um terreno que ele planejava reconstruir maciçamente.
Mas os problemas e imprevistos tinham começado a aparecer, e fizeram uma oferta lucrativa pela terra onde ele dispunha seu sonho. Mears estava prestes a vender-se e abandonar o seu sonho esportivo.
Frederico Parker, um colega e entusiasta pelo projeto do estádio de futebol, tentou persuadi-lo, mas na manhã de domingo, Parker foi avisado de que seria um ótimo sócio.
Com alguém caminhando junto com Gus Mears, as coisas pareceram ficar um pouco mais fáceis, visto que a tarefa pela frente seria bastante complicada. A tarefa de adicionar ao estádio, Stamford Bridge, um clube com a elegância do próprio.
“Você teve que trabalhar muito bem,” disse Mears antes de dizer ao seu sócio, Frederico Parker, que passaria a confiar em seu julgamento sobre os assuntos políticos do estádio. “Encontre-me aqui às 09AM e nós vamos trabalhar,” disse Mears para seu sócio Parker. Stamford Bridge estava vivo mais uma vez.
O Chelsea não era o clube que estava no plano original para o estádio. Mas o melhor estádio de Londres, como a historia mostra, junto com Gus Mears escolheu o Chelsea para ser o clube que ocuparia e defenderia aquele estádio até os dias de hoje.
Devido a divergências financeiras o Fulham Football Club recusou uma oferta de abandonar o seu estádio, Craven Cottage, e se transferir para o estádio vizinho, Stamford Bridge. Assim, em contraste com a história de tantos clubes, Mears decidiu construir um time para um estádio, e não ao contrário.
Em 10 de Março de 1905, uma reunião foi feita em frente ao estádio, em um pub que hoje é chamado de “The Butcher’s Hook.” Uma ata da reunião era para decidir o nome do novo clube que seria formado naquele dia. Apareceram alguns nomes como: Stamford Bridge FC, Kensington FC e o intrigante London FC. Todos estes foram rejeitados. No final, Chelsea FC foi o nome escolhido, e a sua história já tinha começado.
John Tait Robertson, foi o primeiro jogador/técnico que fez com que um plantel de jogadores respeitados assinasse com o Chelsea, fornecendo assim a chance de jogar um campeonato.
A Liga Sul foi a escolha natural por causa da localização. Mas a Liga foi pouca acolhedora para a nossa campanha. Determinado, o Chelsea simplesmente ajustou a suas expectativas mais ambiciosas e foi direto para a Liga Norte, onde dominou a competição.
Em 29 de Maio de 1905, a Football League AGM nos elegeu para a Segunda divisão do campeonato inglês. Chelsea foi um dos times que chegou mais rápido na segunda divisão do campeonato inglês.
Assim começou a historia do Chelsea Football Clube. Esse especial de História do clube será dividido em 10 partes. Espero que todos vocês gostem e aproveitem a matéria.

Leia também:

História: Stamford Bridge – Parte I II III IV V VI  VII (Mais postagem especial.)
História: Carlo Ancelotti – Edição Única.
Hear the Chelsea Roar!!!

Category: Chelsea Football ClubConteúdos Especiais

6 comments

  1. Excelente iniciativa! Com esses textos, poderá ser mostrado aos torcedores mais jovens do Chelsea que o nosso clube do coração tem história sim, e muita! E que nunca devemos dar ouvidos aos rivais e adversários que dizem o contrário. Essa primeira parte da história eu já conhecia, de como o Chelsea foi fundado a partir do Stamford Bridge e não o contrário, como é costumeiro. Mesmo assim, excelente texto, muito bem detalhado! E que nenhum Blue verdadeiro, assim como nós, se abale por derrotas, pois tenho certeza que daremos a volta por cima, como sempre fizemos! HEAR THE CHELSEA ROAR! GO BLUES! GO CHELSEA!

  2. Excelente iniciativa! Com esses textos, poderá ser mostrado aos torcedores mais jovens do Chelsea que o nosso clube do coração tem história sim, e muita! E que nunca devemos dar ouvidos aos rivais e adversários que dizem o contrário. Essa primeira parte da história eu já conhecia, de como o Chelsea foi fundado a partir do Stamford Bridge e não o contrário, como é costumeiro. Mesmo assim, excelente texto, muito bem detalhado! E que nenhum Blue verdadeiro, assim como nós, se abale por derrotas, pois tenho certeza que daremos a volta por cima, como sempre fizemos! HEAR THE CHELSEA ROAR! GO BLUES! GO CHELSEA!

  3. Obrigado pelos elegios.

    Bem, não precisa adicionar mais nada, o comentario do leitor Gustavo Brito foi excelente.

    Tradição e paixão por nosso clube e estadio nos sempre tivemos.

    Hear the Chelsea Roar!!!

  4. Obrigado pelos elegios.

    Bem, não precisa adicionar mais nada, o comentario do leitor Gustavo Brito foi excelente.

    Tradição e paixão por nosso clube e estadio nos sempre tivemos.

    Hear the Chelsea Roar!!!

  5. apesar de ñ precisar adicionar mais nada eu vou falar assim memo….

    excelente post lyon, é manero essas historias do stamford bridge, blue idolo (ou antigos jogadores) e agora sobre o CHELSEA FC.já tinha visto alguma coisa no wikipedia a respeito da fundação, mais no post ta bem mais detalhada a historia.

    e como disse o gustavo VAMOS DAR A VOLTA POR CIMA!!!!!!!!!!
    diabos rosas empataram hoje, amanha TOMARE q os gayners empatam e logico TEMOS Q VENCER!!!!!!

  6. apesar de ñ precisar adicionar mais nada eu vou falar assim memo….

    excelente post lyon, é manero essas historias do stamford bridge, blue idolo (ou antigos jogadores) e agora sobre o CHELSEA FC.já tinha visto alguma coisa no wikipedia a respeito da fundação, mais no post ta bem mais detalhada a historia.

    e como disse o gustavo VAMOS DAR A VOLTA POR CIMA!!!!!!!!!!
    diabos rosas empataram hoje, amanha TOMARE q os gayners empatam e logico TEMOS Q VENCER!!!!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Article by: Chelsea Brasil

Somos o Chelsea Brasil, marca oficialmente reconhecida pelo Chelsea no Brasil e especializado em conteúdos e na comunidade de torcedores do Chelsea no Brasil.