Matic e Courtois mostram otimismo para o restante de temporada sob o comando de Guus Hiddink

Hiddink já comandou treinamentos na manhã desta segunda
Hiddink já comandou treinamentos na manhã desta segunda (Foto: Jim Bennett)

O Chelsea demitiu José Mourinho e trouxe o experiente Guus Hiddink para tentar apaziguar os conflitos de vestiário e trazer o elenco de volta à confiança necessária para se recuperar na temporada. A missão de Hiddink é tão ou mais difícil do que em sua primeira passagem pelos Blues, quando assumiu também um elenco que vinha de atritos com Luiz Felipe Scolari.

Contudo, os atletas parecem estar confiantes de que o holandês pode recuperar a boa forma do time, que já pareceu dar sinais de melhora na vitória sobre o Sunderland no fim de semana, naquela que foi a primeira partida sem Mou no comando técnico.

Nemanja Matic e Thibaut Courtois são dois dos que já manifestaram otimismo com a chegada de Hiddink, ressaltando a experiência e sucesso do treinador, inclusive em sua primeira passagem pelos Blues. Matic, em entrevista ao jornal sérvio Mondo, afirmou que a troca de treinadores sempre é difícil, mas que ainda há muito o que se jogar na temporada e que imagina bons resultados sob o comando de Hiddink:

“Ele é um profissional experiente que já trabalhou no clube, conhece as pessoas, sabe a mentalidade que precisamos, e espero que sejamos capazes de ter bons resultados com ele. A mudança de treinador veio em um momento muito difícil, quando estamos em uma posição difícil no campeonato. Na Liga dos Campeões estamos realmente bem, fomos o primeiro no grupo, mas teremos um adversário difícil, o Paris Saint-Germain, e você nunca sabe como estes confrontos serão. Ainda há muito para jogar e espero que sejamos capazes de salvar a temporada.”

Courtois adotou um discurso parecido, mas destacou também a necessidade de união do grupo e a qualidade que ele acredita ter no elenco atual do Chelsea, que demonstrou sua força ao conquistar a Premier League de maneira indiscutível na temporada passada. O goleiro belga, em entrevista ao site oficial do Chelsea, falou das expectativas para o restante da campanha 2015/2016:

“Hiddink esteva aqui antes e fez um ótimo trabalho. Eu acho que ele é um bom gestor e esperamos que juntos possamos subir de volta a uma boa posição na tabela. Estamos ansiosos para começar a trabalhar com ele. Sabemos que temos de reagir, e nós começamos bem com a vitória sobre o Sunderland. Agora temos que seguir em frente.

O que quer que tenha acontecido ficou no passado passado e agora queremos trabalhar duro com o novo treinador para obter um bom resultado contra o Watford. Vimos no ano passado que temos muita qualidade, fomos campeões por causa disso. Eu não acho que muita coisa mudou desde então. Nós, como um clube, e os jogadores, esperamos estar no topo da tabela, por isso espero que passo a passo possamos subir de volta e ver onde terminamos no final da temporada.

É claro que quando um treinador é demitido, é uma situação difícil. Todo mundo está triste com o que aconteceu, porque não jogamos bem e não vencemos os jogos, por isso temos de reagir e fazer melhor. Obviamente que nós não jogávamos para perder, mas nós somos responsáveis, bem como temos jogadores para fazer melhor do que isso, por isso, não devíamos estar em 15º no campeonato.”

Hiddink já treinou a equipe pela primeira vez nesta segunda-feira (21), em preparação para o restante de temporada, em que o Chelsea buscará uma recuperação, pelo menos na Premier League, nunca feita antes, para tentar estar ao final da campanha entre os quatro primeiros, garantindo assim uma vaga na próxima UEFA Champions League. Hiddink também terá pela frente toda a FA Cup, que venceu em sua primeira passagem pelo clube, e a fase de mata-mata da UCL, com o já conhecido PSG nas oitavas de final.

Category: Chelsea Football Club

Tags:

Article by: Márcio Canedo