Mark Hughes e Anton Ferdinand não esperavam pelo pedido de desculpas de John Terry

(Foto: EPA).

Depois de Terry decidir que não apelaria contra a decisão da FA, o jogador aceitou a punição por quatro jogos, além de pagar uma multa de £ 220.000. Com essa punição, o zagueiro ficará de fora das partidas contra o Tottenham, Manchester United – pela Premier League e Capital One – terminando sua suspensão contra o Swansea.

O jogador também pediu desculpas ao próprio jogador, Anton Ferdinand, e também ao técnico Mark Hughes, que comentou o caso.

Acho que John Terry sente que ele não fez nada de errado e isso tem sido a sua postura. Então, para ele pedir desculpas seria talvez uma admissão de culpa que eu não teria pensado que ele estaria preparado para fazer isso.”

O técnico do Queens Park Rangers ainda comentou sobre o racismo no futebol e diz que, depois da decisão tomada pela Associação Inglesa de Futebol, espera que essa situação não ocorra novamente.

“Obviamente, as pessoas terão uma visão em termos de onde eles acham que as campanhas contra o racismo no futebol e na vida e alguns vão pensar que não está sendo feito o suficiente.

“Mas se você olhar nos últimos 10-20 anos uma quantidade enorme foi feito para garantir que o racismo não tem uma peça ou uma presença no futebol.”

“Muito tem sido dito e acho que chega um momento em que você só tem que seguir em frente – se estamos nessa fase, eu não sei, mas Anton sente que ele está nessa fase e tudo está sendo resolvido. Eu apenas sinto que é uma situação que foi autorizada a desenvolver durante um longo período de tempo.”

“Eu já disse uma e digo novamente que eu dou crédito para Anton, eu não acho que isso afetou ele, eu acho que ele tem sido forte na sua mentalidade para lidar com tudo o que aconteceu e eu não vejo nada de diferente em sua atitude em formação. “

Hughes ainda citou o episódio ocorrido no jogo entre a English Team sub-21 e a Sérvia, onde os jogadores ingleses sofreram com atos de racismo. No entanto, Mark disse que medidas estão sendo tomadas e que esse cenário ruim está mudando.

Ele disse: “Quando você vê os acontecimentos na Sérvia, na justiça que é provavelmente onde estávamos há 20 anos. 

“Mas nós temos feito grandes avanços, infelizmente nem todos os países tem feito os progressos que temos e que é baixo para campanhas como o ‘Kick It Out’.

“Como eu disse, algumas pessoas vão se sentir que ainda falta muita coisa para ser feita, mas eu acho que nós temos feito um bom trabalho.”

Category: Chelsea Football Club

Tags:

Article by: Lucas Valim Schiavon