Jovens dão uma aula de determinação e raça e avançam

O Herói da Noite.

Chelsea Youth entrou em campo para mais um duelo da FA Youth Cup, jogo importante e decisivo para os garotos de Londres. A partida foi realizada longe dos domínios dos Blues, em Norwich no estádio Carrow Road.

A maioria dos jovens Leões de Londres nunca tinha jogado num estádio de dimensões tão grandes e a partida não podia começar diferente.

1º Tempo – Nervosismo toma conta do time.

O jogo demorou a ganhar ritmo e o nervosismo, não só do Chelsea, tomava conta do jogo, mesmo com o estádio vazio os garotos sentiram a diferença entre jogar em um campo de treinamento e em um campo oficial.

O nervoso Jamal Blackman envolveu o zagueiro Daniel Pappoe em jogada bisonha, ao estilo Julio Cesar e Fabinho, na ocasião Julio Cesar chutou a bola na nuca do zagueiro que resultou em gol contra. Mas, para a sorte da nação do Chelsea a bola saiu rente a trave direita do goleiro dos Blues.

Chalobah, Kane e Swift chamaram a responsabilidade e isso fez o time todo melhorar em campo, a primeira oportunidade foi para Piazon que, frente a frente com o goleiro, perdeu.

Foi então que o principal jogador da partida começou a surgir, Jamal Blackman defendeu chute a queima roupa com puro reflexo, na mesma jogada o zagueiro Daniel Pappoe sentiu uma lesão antiga no joelho e foi substituído por Archange Nkumu. Infelizmente a lesão de Daniel não foi simples e o jogador deve ficar fora dos gramados mais 6 meses, lembrando que a lesão que o havia afastado é a mesma que ele sentiu nessa partida.

Na reta final para do 1º tempo o lateral esquerdo Adam Nditi começou a aparecer na partida e realizar boas jogadas pelo lado do campo, John Swift e Lewis Baker chegaram com perigo com essas jogadas.

Show do Intervalo.

Analise tática.

@davicarefree: “Nos primeiros 20′ minutos o time sofreu com nervosismo, mas com o decorrer da partida superam isso. Bom jogo em Norwich.”

Declaração de amor.

@tatiferreiras: “Eu amo tanto o @ChelseaNewsBr, perderia muitos jogos e muitas coisas se não fosse por ele.”

2º Tempo – Os garotos sentem a pressão e jogam no contra-ataque.

O time da casa tentou mostrar porque era o mandante da partida e começou com força total na segunda etapa, mas foram os Blues que levaram perigo ao gol adversário. John Swift, que fez ótima partida, puxou o contra-ataque pelo lado do campo, driblou 3 defensores e chutou forte, goleiro do Norwich, Matthews, defendeu em dois tempos.

Amin Affane saiu, o atacante que foi importante no último jogo marcando dois gols foi anulado em campo, entrou Alex Kimomya. Piazon e John Swift centralizaram mais suas jogadas, Lucas começou a chamar e a procurar o jogo.

E a substituição deu certo, Feruz tabelou com Piazon aos 75’, Lucas driblou e sofreu a falta, dentro da área, e o juiz marcou a falta, fora da área. Baker bateu, mas a bola estourou na barreira.

1º Tempo Extra – O Chelsea entra democraticamente, e quase é castigado com um gol.

Chelsea entrou pensando em pênaltis e o Norwich em vitória, e a primeira jogada do time da casa foi parar na trave, depois de boa defesa de Blackman.

O time acorda e mantêm a bola no campo adversário, Piazon e Swift se destacando em campo, mas faltando menos de 3’ minutos para acabar a primeira etapa da prorrogação o Norwich chega com perigo, que obrigou Jamal Blackman a fazer excelente defesa.

2º Tempo Extra – Chelsea faz sua última substituição e garante os pênaltis.

Logo no começo da segunda etapa Blackman tem que operar outro milagre, Todd Kane sofreu um drible desconcertante, o que deixou o atacante cara a cara com o ótimo goleiro do Chelsea, Jamal venceu o ataque do Norwich mais uma vez.

Islam Feruz saiu para a entrada de Alaistar Gordon. Pura substituição tática, Gordon foi para a lateral direita, Todd Kane foi para a armação e Alex Kiwomya era o homem da frente. Na primeira jogada de Gordon ele deixou o novo atacante, Alex, na cara do gol, mas o inglês furou e a bola foi macia para as mãos do goleiro.

Raça nos últimos minutos manteve o Chelsea vivo para as decisões nos pênaltis, Todd Kane dividiu com o goleiro, levou a pior, mas voltou para o campo. Jamal Blackman mais uma vez se superou e, em forte cabeçada do atacante do Norwich o goleiro do Chelsea defendeu com boa flexibilidade e agilidade.

PÊNALTIS!

O Norwich City começa chutando, Jamal Blackman era impulsionado pela pequena torcida do Chelsea em Norwich. Não importa o que a torcida falou, deu certo!

Cameron McGheean na frente de Jamal Blackman, e o jogador da casa tremeu, chutou forte para o goleiro do Chelsea não ter chance de defesa. Resultado: Bola no travessão e para fora. O Chelsea já estava na frente.

Norwich City 0x0 Chelsea

Chalobah foi o primeiro batedor do Chelsea, e o pênalti pareceu algo fácil, Nathaniel tirou o goleiro Matthews da foto.

Norwich City 0x1 Chelsea

Segunda cobrança do time da casa, Muphy na bola. Blackman olha firme para o jogador pula na bola e faz uma brilhante defesa. A vantagem continua com os Blues!

Norwich City 0x1 Chelsea

Lucas Piazon com muita classe e força chuta forte e no canto que o goleiro pulou, mas quando o pênalti é bem batido o goleiro não tem chance e foi isso que acontece. Piazon chutou forte no canto direito do Matthews, mas o goleirão não alcançou.

Norwich City 0x2 Chelsea

Michael Clunan foi o primeiro jogador do time da casa que conseguiu vencer Jamal Blackman.

Norwich City 1×2 Chelsea

No entanto, não adiantou muito. Alex Kiwomya ampliou a vantagem do Chelsea.

Norwich City 1×3 Chelsea

Jamar Loza fez o segundo para o Norwich.

Norwich City 2×3 Chelsea

Pressão, se o Chelsea marcar se qualifica, se perder oferece a chance do time da casa se recuperar, todos os sinais que o jogador que vai cobrar o pênalti não quer. Pressão? Nada disso! Lewis Baker foi até a marca do pênalti equilibrando a bola na testa. E a cobrança? Goleiro para um lado bola para o outro.

Norwich City 2×4 Chelsea

Os Blues avançam para a próxima fase da FA Youth Cup depois de um jogo difícil. Na próxima rodada os garotos tem pela frente o West Ham United, o jogo também será fora de casa no Staines Town FC. A data ainda será marcada.

Formação: Jamal Blackman; Todd Kane, Daniel Pappoe (Archange Nkumu 28’), Nathan Ake, Adam Nditi; John Swift, Nathaniel Chalobah(c), Lewis Baker; Amin Affane (Alex Kiwomya 60’), Islam Feruz (Alistair Gordon 106’), Lucas Piazon.

Category: Chelsea Football Club

Tags:

12 comments

  1. O chelsea tem grandes talentos, é incrível.

    Chalobah, hutchinton, bertrand, piazon, josh, lalkovic, lukaku e kakuta.

    Realmente, é preciso olhar mais pra base e dar mais chances, n agora mas quando o time estiver estável.

  2. O chelsea tem grandes talentos, é incrível.

    Chalobah, hutchinton, bertrand, piazon, josh, lalkovic, lukaku e kakuta.

    Realmente, é preciso olhar mais pra base e dar mais chances, n agora mas quando o time estiver estável.

  3. Thiago: Parabéns pelo excelente Tempo Real e por esse excelente pós-jogo.
    Go Blues! Esses meninos são show e vão trazer esse título!

  4. Thiago: Parabéns pelo excelente Tempo Real e por esse excelente pós-jogo.
    Go Blues! Esses meninos são show e vão trazer esse título!

  5. Pode parecer que não, mas cobrança de pênalti é algo difícil e que requer muito treinamento. Quando um jogo vai pros pênaltis e um time, após jogar 120 minutos, não erra NENHUM, é sinal de que o trabalho está sendo bem feito.

    Parabéns ao Chelsea Youth!

  6. Pode parecer que não, mas cobrança de pênalti é algo difícil e que requer muito treinamento. Quando um jogo vai pros pênaltis e um time, após jogar 120 minutos, não erra NENHUM, é sinal de que o trabalho está sendo bem feito.

    Parabéns ao Chelsea Youth!

  7. Também estou muito feliz com nossas “pilares” (base).

  8. Também estou muito feliz com nossas “pilares” (base).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Article by: Chelsea Brasil

Somos o Chelsea Brasil, marca oficialmente reconhecida pelo Chelsea no Brasil e especializado em conteúdos e na comunidade de torcedores do Chelsea no Brasil.