Em foco: o trio ofensivo do Chelsea

“Loucura é querer resultados diferentes fazendo tudo exatamente igual.” Albert Einsten

O Chelsea estreou na Premier  League 2011/2012 assim como terminou a última temporada. Sem novidades e jogando no seu tradicional 4-3-3, o time londrino empatou em 0 a 0, fora de casa, contra o Stoke City.

O gosto de “déjà vu” ainda é mais amargo quando as motivações de uma partida sem brilho foram fundamentadas em um passado recente. Nos tempos áureos do Chelsea, sob o comando de José Mourinho, a utilização de pontas era justificada, sobretudo, pela presença do craque holandês Robben. Hoje, a exigência de protagonismo recai sobre Kalou, sem condições técnicas de jogar em um grande clube europeu, e sobre o inconstante Malouda.

O time que durante muito tempo não teve rivais à altura, ultimamente não precisa de adversários. É marcado por seus wingers que ao não conseguirem dar a velocidade e o dinamismo necessário ao time ou abrir uma defesa com uma jogada individual, acabam por tornar o Chelsea um time previsível. É este o cenário que se consolida sob os olhares de Torres, Drogba, Anelka e Lukaku, 4 atacantes condenados a brigar por 1 vaga no time titular.

Sem expectativas de grandes reforços para o ataque, alternativas devem ser encontradas no elenco azul.  Mantendo o trio ofensivo, seria providencial a entrada de Drogba na referência, dessa forma, o time ganharia talento, força física e bola parada. Fernando Torres, melhor jogador em campo na estréia, seria deslocado para o lado direito, não como um ponta, mas como um atacante entrando em diagonal para finalizar e abrir espaços para os avanços de Ramires. Na ponta esquerda, a aposta seria na individualidade de Sturridge, como símbolo da renovação do Chelsea. Destaque na pré-temporada, o jovem atacante inglês sonha com um campeonato de afirmação, carregando consigo a esperança do toque de imprevisibilidade que tanto falta ao azuis. Em caso de um desempenho insatisfatório de Daniel Sturridge, o 4-4-2 tem que ser fortemente considerado por Villas Boas.

Category: Chelsea Football Club

10 comments

  1. Matéria ficou phodona cara, meu parabéns!

    Adorei a frase do Albert

  2. Matéria ficou phodona cara, meu parabéns!

    Adorei a frase do Albert

  3. essa matéria ficou realmente show!!! vou voltar a postar aki tb tenho passado aki td dia mas tinha parado de comentar hj o Torres jogou mt bem só falta a ele a regularidade!!

  4. essa matéria ficou realmente show!!! vou voltar a postar aki tb tenho passado aki td dia mas tinha parado de comentar hj o Torres jogou mt bem só falta a ele a regularidade!!

  5. Excelente post… gostei do inicio dele:“Loucura é querer resultados diferentes fazendo tudo exatamente igual.” Albert Einsten”… a equipe de editores do Chelsea News Br tá dando um SHOW!
    Análise simplesmente fantástica… curta e objetiva… um post intrigante, interessante, sensato e direto.

  6. Excelente post… gostei do inicio dele:“Loucura é querer resultados diferentes fazendo tudo exatamente igual.” Albert Einsten”… a equipe de editores do Chelsea News Br tá dando um SHOW!
    Análise simplesmente fantástica… curta e objetiva… um post intrigante, interessante, sensato e direto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Article by: Chelsea Brasil

Somos o Chelsea Brasil, marca oficialmente reconhecida pelo Chelsea no Brasil e especializado em conteúdos e na comunidade de torcedores do Chelsea no Brasil.