Confira a primeira entrevista de Cahill como jogador do Chelsea

Cahill concedeu entrevista ao Chelsea TV

Gary Cahill foi anunciado na segunda-feira e treinou com seus companheiros na terça-feira. Após o dia de treinamento, Cahill concedeu sua primeira entrevista como jogador do Chelsea.

Confira abaixo a entrevista completa:

Você treinou com o elenco pela primeira vez. Como foi?

Antes de tudo, Cobham é um lindo lugar para treinar. As instalações são realmente especiais, por isso foi emocionante chegar aqui nesta manhã. Eu estava um pouco nervoso, esperando para ver como seria aqui e por conhecer os jogadores e funcionários. Estou gostando muito, apesar de ter errado o caminho duas ou três vezes e o pessoal disse para esperar, me perguntavam para onde eu ia e me apontavam a direção certa, mas tenho certeza esta semana eu vou me acostumar.

Você tem sido vinculado pela mídia no Chelsea há alguns meses. Você tinha essa ambição há algum tempo?

Você sempre está vinculado a clubes, porém até que mostrem interesse, oferecendo uma proposta e ela pode ser aceita, o resto é especulação. Enquanto isso, você tem uma esperança de jogar em um clube de topo.  Como eu disse ontem, você não pode ignorar oportunidades como esta.

Desde que fui para Bolton, sempre tive a esperança de fazer meu trabalho da melhor forma possível, para tentar dar um passo adiante na minha carreira e este é um passo enorme para mim. Sempre foi um sonho jogar no mais alto nível e assinar com Chelsea agora, me dá a oportunidade de fazer isso.

Você tem algo a dizer sobre as notícias que os principais jornais do país deram sobre sua chegada ao clube?

Foi um pouco decepcionante quando tudo está sendo noticiado e as histórias que eu li, nenhuma delas foi a verdade. A maioria das pessoas vai dizer que é difícil quando você está do lado de fora e você lê coisas escritas sobre você que não são muito agradáveis. Você tem que morder o lábio, porque você quer dizer ‘Não, isto é o que está acontecendo’. O conforto que eu tinha era que os meus amigos e familiares sabiam o que estava acontecendo, o clube também sabia da situação e foi o suficiente para mim.

Eu me orgulho em apenas jogar futebol e não sair por aí falando muito. Espero que eu possa trabalhar duro agora no Chelsea e ter o meu melhor desempenho.

Em sua coluna do site oficial do Chelsea, nosso ex-jogador Pat Nevin fez enquetes perguntando aos fãs quem eles gostariam que assinassem em janeiro deste ano e de janeiro do ano passado. Havia muitas, muitas respostas e em ambas as ocasiões, você veio topo das votações. Então você chega no Chelsea como um jogador procurado pela torcida…

É algo muito agradável e foi bom quando me sentei na arquibancada assistindo o jogo no sábado e os fãs me viram, gritaram o meu nome. É fantástico quando você está em um clube onde você era o preferido pelo treinador e pela torcida, e é hora de eu tentar retribuir isso com trabalho duro e colocando em performances que irão ajudar o clube. É um momento emocionante na minha carreira e eu gostaria apenas de seguir em frente agora e me concentrar em fazer o meu melhor.

Como foi quando André Villas-Boas falou com você?

Ele tem sido fantástico. Quando nos falamos, a impressão que ele teve sobre mim foi ótima. Como eu disse, é sempre bom ser procurado pelo treinador, que lhe dá confiança quando você está vindo para um clube novo e estou ansioso para trabalhar com ele.

Owen Coyle, seu ex-treinador tem falado muito de vocês na semana e ele prevê que você vai ser muito sucedido no Chelsea.

Quase sempre quando um jogador deixa um clube, as pessoas saem de lá com notícias ruins, mas para mim, acho que ficou claro que é um passo na carreira. Eu só tenho agradecer ao Bolton, eles me deram oportunidade e o treinador tem sido fantástico para mim. Joguei na Inglaterra por causa Bolton, então eu gostaria de agradecer aos fãs de lá, que me fizeram com que me sentisse em casa durante os quatro anos que eu joguei lá. Então, foi bom sair de lá em boas condições, o último jogo que joguei lá, conseguimos uma vitória e foi um final fantástico para mim.

Pode-se dizer que um dos benefícios de você se juntar ao Chelsea é que você não terá que jogar contra nós, já que seu histórico contra nós nas últimas temporadas foi bom.

Eu nunca, nunca gostei de jogar contra o Chelsea, porque nós sempre saímos derrotados. O jogo contra o Bolton será em fevereiro e será uma sensação estranha se eu for selecionado. Nunca é bom jogar contra o Chelsea, mas agora ele vai ser estranho para mim porque eu estou do outro lado e a expectativa foi transformada, já que se espera que nós saiamos desse jogo com uma vitória.

Você encontrou vários jogadores que jogaram com você na Inglaterra.

Nós nos encontrávamos pouco com a Inglaterra, mas foi bom porque conheço esses caras e já tive contato antes. Eu conheci Daniel Sturridge no período em que ele jogou no Bolton e tínhamos uma amizade lá. Somos bons amigos agora.

Zagueiro falou da amizade com Sturridge

Conte-nos um pouco mais sobre Daniel Sturridge no Bolton.

Ele foi uma revelação para o clube. Todo mundo sabia sobre o talento e ele realmente evoluiu para um jogador de topo. Ele marcou alguns gols fantásticos e era uma ameaça quando jogava contra nós. Eu sabia que ele ia fazer uma revolução no Chelsea e não é nenhuma surpresa para mim o quão bem ele está jogando. Ele será um jogador fantástico para o Chelsea e para a Inglaterra.

Como foi jogar ao lado de John Terry, pela primeira vez?

Foi fantástico fazer minha primeira partida pela seleção ao lado de alguém tão experiente como John Terry. Ele tornou meu trabalho muito mais fácil, joguei algumas vezes com ele e tem sido fantástico.

Obviamente há uma competição por vagas no setor defensivo da Inglaterra, mas se você jogar com Terry no Chelsea, Ashley Cole pode ser bom para vocês.

Estou certo de que o técnico da Inglaterra está feliz porque vamos atuar juntos, mas você tem que ser respeitoso com o fato de que eu tenho que ganhar minha posição nesta equipe trabalhando duro nos treinamentos. Vindo para um clube como o Chelsea, há jogadores de primeira classe, os jogadores internacionais por todas as seleções. Eu só espero que quando eu tiver a minha chance eu consiga me firmar. Obviamente, que jogar com meus companheiros de seleção vai me ajudar. Nada está garantido, estou vindo aqui para trabalhar duro e tentar entrar no time titular.

Para finalizar, você tem uma mensagem para os torcedores do Chelsea?

Eu aprecio o carinho e gostaria de agradecê-los por me quererem aqui. Vou trabalhar duro e espero que essa seja uma carreira boa e muito longa.

Category: Chelsea Football Club

Tags:

6 comments

  1. acredito no cahill e gosto tb que sturridge terry achley cole cahill e lampard e da seleção

  2. acredito no cahill e gosto tb que sturridge terry achley cole cahill e lampard e da seleção

  3. Gostei dessa entrevista. Deu ótimas respostas e me surpreendeu muito.
    Tem tudo para se dar bem no Chelsea e vai ser ótimo para a Inglaterra tê-lo atuando com Terry e Cole.

  4. Gostei dessa entrevista. Deu ótimas respostas e me surpreendeu muito.
    Tem tudo para se dar bem no Chelsea e vai ser ótimo para a Inglaterra tê-lo atuando com Terry e Cole.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Article by: Maria Akemi

Pernambaiana, torcedora do Chelsea desde muito tempo.