Tempos difíceis para Carlo Ancelotti

O gerente dos Blues, Carlo Ancelotti, está sobre pressão, após sua terceira derrota em quatro jogos, sendo que a última baixa foi fora de casa, perdendo de 1 a 0 para o Birmingham City.

Embora o Chelsea ainda se encontre em primeiro colocado na Premier League, por saldo de gol, os relatórios indicam que nem tudo está bem em Stamford Bridge, e as casas de apostas indicam que Carlo Ancelotti será o próximo técnico a cair no campeonato inglês.
O Clube reagiu a essas especulações, dizendo ao Sky Sports: “Carlo tem contrato até 2012 e as especulações sobre o seu futuro não são verdadeiras.”
O Chelsea daqui para frente terá uma seqüência de jogos complicados, que inclui jogos contra o Tottenham, Manchester United e Arsenal, em dezembro, a corrida pelo título pode ser decidida nesse mês.
Ancelotti admitiu: “Há uma serie de oportunidades para as equipes assumirem o topo da competição, e nós estamos perdendo a oportunidade de nos distanciamos dos concorrentes. Mas eu confio nos meus jogadores e acredito que vamos ter uma grande melhora nos clássicos.”
“É uma competição mais difícil esse ano, porque mais equipes têm a chance de se tornar campeões. Mas no mês passado, eu disse que haveria tempos difíceis pela frente.”
Enquanto isso, Carlo Ancelotti, também negou que a serie de maus resultados surgiu após a saída de Ray Wilkins, admitindo que o Blues “tem que melhorar.”
Hear the Chelsea Roar!!!

Category: Competições

Tags:

4 comments

  1. ñ quer reforços ñ ancelotti????????

    vai acabar saindo fora! bota o homem pra gastar dinheiro!

  2. ñ quer reforços ñ ancelotti????????

    vai acabar saindo fora! bota o homem pra gastar dinheiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Article by: Chelsea Brasil

Somos o Chelsea Brasil, marca oficialmente reconhecida pelo Chelsea no Brasil e especializado em conteúdos e na comunidade de torcedores do Chelsea no Brasil.