Organização suíça prevê título do Chelsea na Premier League

As apostas em cima do time de Villas-Boas estão em alta. A CIES Football Observatory indicou nesta terça-feira que o Chelsea é o provável campeão da Premier League nesta temporada (2011/2012). Na temporada passada, o mesmo instituto previu o título do Manchester United, e acertou, pois o  rival dos Blues venceu o campeonato nacional.

Além do times de Londres, Barcelona, Inter de Milão, Bayern de Munique e Paris Saint-Germain, também são citados pela CIES como campeões nos campeonatos nacionais.

O instituto diz que não é uma mera aposta, mas que estes resultados divulgados por eles são o resultado de um minucioso trabalho estatístico e de uma metodologia rigorosa.

Na temporada passada, a mesma pesquisa dos suíços acertou mais da metade das previsões. Apostas como Manchester United, de Rooney e Alex Ferguson, Barcelona, de Lionel Messi e Lille, foram às previsões certas. Mas o instituto errou ao apontar Bayer de Munique, como campeão alemão e Inter de Milão, como campeão italiano.

A organização afirmou que as previsões são feitas a partir de um modelo estatístico que estuda os jogadores e observa três quesitos nos mesmos. Os quesitos são eles: Prática, experiência internacional e estabilidade.

Raffaele Poli, pesquisador-chefe da CIES está muito contente com os resultados da última temporada e se diz ansioso com as novas previsões deste ano.

Category: Competições

Tags:

6 comments

  1. Pois é Lyon. Mas a minha aposta é também no Chelsea. HAHA’

  2. Pois é Lyon. Mas a minha aposta é também no Chelsea. HAHA’

  3. sabem oque eu acho?

    não existem profetas e videntes…e também não adianta analisar estatiscas e se fissurar por números..

    futebol é jogado!

  4. sabem oque eu acho?

    não existem profetas e videntes…e também não adianta analisar estatiscas e se fissurar por números..

    futebol é jogado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Article by: Renato Felipe