Barkley vem bem na competição

O que Chelsea e Arsenal podem esperar na final mais incomum da FA Cup

Os Blues terminaram na quarta colocação da Premier League, classificando-se para a Uefa Champions League. Contudo, resta apenas uma partida no calendário inglês: a final da FA Cup entre Chelsea e Arsenal, que acontecerá sábado, no Wembley.

É claro que desta vez haverá uma sensação muito diferente, sem a presença de torcedores devido à crise do coronavírus na primeira final sem público. A FA está seguindo os mesmos protocolos usados ​​para o Projeto Reinício, da Premier League, após o bloqueio.

Conforme o Daily Mail, o estádio será dividido em três zonas: vermelho, âmbar e verde. A zona vermelha é para todos os jogadores e funcionários relacionados ao jogo em todo o campo. Enquanto a zona âmbar é para executivos do clube, convidados oficiais e a mídia. A zona verde é o perímetro externo. Cerca de 400 pessoas estarão no estádio.

O presidente da FA, Greg Clarke, comentou sobre a situação atípica que acontecerá a final do torneio. “Não há dúvida de que o estádio terá uma aparência muito diferente, o ruído, a cor e a camaradagem farão muita falta, mas os dois clubes certamente sentirão o apoio do muitos milhões assistindo com os entes queridos a partir da segurança de sua própria casa,” conta.

O príncipe Willian geralmente é presença certa na final da Copa da Inglaterra. Todavia, o duque de Cambridge não estará presente neste sábado.

A fim de diminuir o risco de disseminação de coronavírus, a equipe vencedora não subirá os famosos degraus de Wembley. Os jogadores são proibidos de caminhar até a Royal Box porque isso os faria atravessar da zona vermelha para a zona âmbar, o que quebra as medidas de segurança.

Didier Drogba com o troféu da FA Cup
O Rei de Wembley: Drogba fez gol em todas as finais que disputou do estádio

Category: Competições

Tags:

Article by: Felipe Silva