Lampard elogia atleta do Everton em entrevista pré-jogo

Lampard afasta favoritismo e pede cinco modificações

Frank Lampard expôs sua perplexidade com o entusiasmo e a reverberação sobre a invencibilidade de 17 jogos do Chelsea na temporada 2020/21. A equipe de Stamford Bridge foi apontada como postulantes ao título por diversas casas de apostas como, https://casas-de-apostas.pt/, após investir 200 milhões de Libras em novas peças para o plantel. Além disso, Jurgen Klopp, técnico do Liverpool, disse que o time de Londres era favorito em decorrência da equipe “inacreditável” formada pelo clube da Fulham Road. Após o duelo contra o Everton, Frank Lampard discorreu sobre o seu ponto de vista. “Eu continuo lendo que temos o plantel mais forte da Premier League. Eu não entendo isso”.

“É um trabalho em progresso”

“Times ao nosso redor venceram títulos e têm atacantes que marcam 30 gols todo ano. Além de jogadores que venceram a UEFA Champions League. Nós temos alguns jogadores que também ganharam títulos, mas também temos novos atletas para a Premier League e outros que são jovens. É um trabalho em progresso e noites como essa [com derrota frente ao Everton] podem acontecer. Eu não gosto, mas pode acontecer”, disse Lampard.

Veja também: Pós-jogo de Everton 1×0 Chelsea, jogo válido pela Premier League.

Cinco mudanças

Posteriormente, Frank Lampard pediu a implementação das cinco mudanças na Premier League. “Everton teve James Rodriguez fora do jogo. Quando você assiste um duelo como Everton e Chelsea, você quer ver esses atletas que são diferenciados. Eu acho que as cinco substituições devem ser discutidas na próxima semana”, afirmou. “Se estamos esperando que jogadores voem pelo mundo e joguem terça e quinta, temos que olhar esse cenário. Nós perdemos os jogadores mais abertos? Sim“, concluiu Lampard.

Mendy

Além disso, Lampard também comentou sobre Mendy: “Podíamos ter tirado algo do jogo [em relação aos pontos], mas não diria que tivemos azar. Não pressionamos como deveríamos. Não estávamos no nosso melhor. Além disso, não lidamos bem com o jogo físico nas primeiras partes do jogo. Se fomos honestos, não apresentamos o que conseguimos ser recentemente”, iniciou Frank Lampard.

As palavras de Ancelotti

Por outro lado, Carlo Ancelotti elogiou a sua equipe, mas afirmou que o Chelsea produziu lances de perigo contra a equipe de Goodison Park.  “Nós precisávamos desse desempenho. Nós precisávamos desses três pontos. Após um período difícil, precisávamos continuar trabalhando e o desempenho de hoje foi muito bom. Defensivamente, nós não concedemos muitos lances de perigo. Em suma, bolas aéreas, bolas paradas e chutes de longa distância”, disse o ex-técnico do Chelsea.

Próximos jogos do Chelsea

Os dois próximos jogos do Chelsea serão válidos pela Premier League. Primeiramente, A equipe de Londres enfrenta o Wolverhampton, fora de casa, pela 13ª rodada da competição inglesa. Ou seja, jogo na terça-feira (15), às 15h (Brasília), no Molineux. Posteriormente, o Chelsea mede forças contra o West Ham. Assim sendo, o embate está agendado para segunda-feira (21), às 17h (Brasília), em Stamford Bridge.

Ficha Técnica

Everton: Pickford; Holgate, Keane, Mina; Godfrey, Doucouré, Allan e Sigurdsson (Gomes 82); Iwobi (Davies 85), Calvert-Lewin e Richarlison (Kenny 89)

Reservas: Olsen, Tosun, Bernard, Gordon.

Técnico: Carlo Ancelotti

Gols: Sigurdsson 22’1T

Cartões amarelos: Richarlison, Doucouré

Chelsea: Mendy; James, Thiago Silva (cap.), Zouma e Chilwell; Kovacic (Gilmour 81), Kanté, Mount; Havertz (Abraham 67), Giroud e Werner.

Reservas: Kepa, Rudiger, Jorginho, Azpilicueta e Anjorin.

Técnico: Frank Lampard

Cartões amarelos: James, Thiago Silva

Category: Competições

Tags:

Article by: João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.