Diego Costa deverá voltar a sua antiga equipe (Foto: Getty Images)

Diego Costa deve perder os duelos contra o Chelsea na UCL, diz jornalista

De acordo com o jornalista Fabrizio Romano, Diego Costa pode deixar o Atlético de Madrid em janeiro e perderá os duelos contra o Chelsea na UEFA Champions League. Romano informou, através de suas redes sociais, que o hispano-brasileiro pode deixar o clube de Madrid com seis meses vigentes de contrato. Apesar de não ser possível apostar em Diego Costa para cartões, o Codigo Bonus te permite confiar em outros atletas do time espanhol no jogo contra nós. Ex-atleta dos Blues, Costa atuou em sete oportunidades com o Atleti nesta temporada. Por fim, o futebolista continua buscando espaço e lidando com lesões.

Posteriormente, Diego Costa comemorou com os companheiros de time e vibrou com Antonio Conte, técnico do Chelsea.
Registro após o gol contra o Crystal Palace, em Selhurst Park. Posteriormente, Diego Costa comemorou com os companheiros de time e vibrou com Antonio Conte, técnico do Chelsea. (Premier League / Site)

Assim sendo, Diego Costa chegou ao time de Stamford Bridge em 2014. Na equipe de Londres, o atleta conquistou a Premier League em duas oportunidades. Vale relembrar que o atacante conquistou a Copa da Liga Inglesa em sua passagem pelo time inglês. O futebolista atuou em 120 jogos com a camisa do Chelsea. Ele marcou 58 gols, 24 assistências e 30 cartões amarelos, de acordo com o Transfermarkt.

https://twitter.com/FabrizioRomano/status/1341491548727496707

Por outro lado, no clube espanhol, Diego venceu o campeonato espanhol na temporada 2013/14. Além disso, ele levantou o título da Copa do Rei, no calendário 2012/13. Por fim, o atleta integrou o plantel vencedor da Liga Europa e de três títulos da Supercopa da UEFA com o time de Madrid. Ao todo, Costa tem 215 jogos com o time da capital espanhola. 83 gols, 36 assistências e 57 cartões amarelos.

Leia também: Gus Poyet fala sobre o duelo entre Chelsea e Arsenal na PL

Se vencer o rival no Boxing Day, o Chelsea pode igualar os números de pontos do Arsenal na história da Premier League. Essa estatística demonstra progresso e crescimento da equipe de Stamford Bridge em âmbito nacional. Por isso, Gus Poyet, atleta do Chelsea entre 1997 e 2001, mencionou como era difícil medir forças contra a equipe de Arsene Wenger. O uruguaio concedeu entrevista ao The Athletic sobre o seu histórico de confrontos entre Chelsea e Arsenal.

Antes de Lampard, Poyet era o dono da camisa 8 da equipe de Stamford Bridge.
Antes de Frank Lampard, Gus Poyet era o dono da camisa 8 da equipe de Stamford Bridge. O uruguaio marcou 49 gols em 145 jogos com a camisa do time de Londres. (Foto: Getty Images)

“Meus registros contra o Arsenal eram terríveis. Era pura frustração e desapontava muito. Algo não estava funcionando. Eles eram um grande time, incrível. Tinham de tudo no plantel. Entretanto, eles não substituíram Patrick Vieira e Emmanuel Petit. Eles nunca tiveram um meio-campista central adequado, o que nos fazia pensar: ‘Alguém tem que atuar nesse sentido’”, afirmou Poyet.

Posteriormente, o ex-atleta do Chelsea avaliou essa progressão de pontos do Chelsea, nos últimos anos, como inacreditável. Além disso, o atleta mencionou que a ascensão do Chelsea foi fenomenal nos últimos 16 anos. Ele também acredita que essa mudança deve ser atribuída ao proprietário dos Blues, Roman Abramovich.

“O Chelsea é um exemplo de como as coisas progridem Não apenas durante um ano, mas ao longo de muitos anos. Quando Abramovich comprou o clube e, em seguida, Mourinho ingressou na equipe. Logo após, o Chelsea iniciou sua ida para o próximo nível”, disse Gus Poyet.

Category: Competições

Tags:

Article by: João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.