Com três de Oscar e redenção de Hazard, Chelsea passa pelo MK Dons e avança na FA Cup

Neste domingo, o Chelsea enfrentou o MK Dons, fora de casa, pela FA Cup. Confirmando favoritismo, os comandados de Guus Hiddink conseguiram imprimir um bom ritmo, dominando a partida durante todo o tempo e aplicando um placar de 5 a 1. Oscar foi o grande destaque da partida, anotando um hat-trick. O placar foi complementado com Eden Hazard que, de pênalti, marcou o seu primeiro gol na temporada, além do jovem Bertrand Traoré, que entrou na segunda etapa e deixou o seu gol. Potter, em chute desviado, descontou para os mandantes.

Guus Hiddink usou a partida deste domingo para fazer uma rodagem na equipe. Nomes como Willian, Azpilicueta, Mikel, Pedro e Zouma, que vinham tendo sequência na equipe titular, ficaram de fora. Assim, Loftus-Cheek e Baba Rahman, por exemplo, tiveram uma boa oportunidade para mostrar serviço. O duelo pela FA Cup também marcou o retorno de Eden Hazard, que lesionou-se diante do Crystal Palace e estava fora de combate desde então.

Chelsea sufoca o MK Dons e conquista boa vantagem na primeira etapa

Assim como em partidas anteriores, Hiddink seguiu deixando explícita a sua marcação pressão, com as linhas bastante adiantadas. No jogo de hoje, por haver uma grande predominância técnica, houveram diversas trocas de passes incisivas, evidenciando inversões de posicionamento. Tudo com muita velocidade e dando resultado.

A primeira oportunidade surgiu logo aos dois minutos. Hazard fez boa jogada pelo meio e abriu para Oscar, que cruzou buscando Diego Costa. O atacante, na pequena área, acabou parando no goleiro Martin. Aos 6, Oscar tentou de fora da área, e a bola passou próxima da meta. O MK Dons teve um lampejo com Hall, que arrancou do campo de defesa e só foi parado com falta, já na entrada da área. Na cobrança, nada de perigo.

As chances voltaram aos 12 e 13 minutos. com Ivanovic e Oscar. Na primeira, o sérvio parou em Martin. Depois, após bela troca de passes, o brasileiro finalizou para fora. No minuto seguinte, entretanto, a bola finalmente morreu dentro da rede. Erro do zagueiro MacFadzean, que entregou de bandeja para Diego Costa. O camisa 19 avançou e rolou para Oscar, que chegou finalizando e abriu o placar.

Na sequência, mais uma chance, desta vez com Loftus-Cheek, que também parou em Martin. Após tanto perder chances, o Chelsea acabou sendo castigado. Potter arriscou despretensiosamente de fora da área, mas contou com desvio de Matic, que matou o goleiro Courtois. 1 a 1.

Depois de sofrer o gol, o Chelsea voltou a ter problemas com Martin. Aos 23, Loftus finalizou e parou no goleiro. Aos 24, Hazard recebeu um lançamento preciso de Fàbregas e perdeu, cara a cara com o arqueiro do MK Dons. Aos 25, Baba Rahman chegou na linha de fundo e cruzou bem. O destino era Oscar, que marcaria o gol, mas Diego Costa desviou antes e acabou perdendo. Um sufoco.

Aos 32, enfim, os Blues voltaram a marcar. Loftus recebeu de Ivanovic, avançou com liberdade e deu belo passe para Oscar. O brasileiro finalizou cruzado, com perfeição, encontrando a lateral da rede. O placar viria a ficar ainda mais favorável aos 43 minutos, novamente com Oscar. Partindo da ponta esquerda, encontrou um espaço livre e bateu forte, sem chances para Martin. 3 a 1 e final da etapa inicial.

Chelsea não abaixa o ritmo de jogo e segue marcando

O Chelsea iniciou o segundo tempo no mesmo pique dos 45 minutos iniciais. Oportunidades aos 4, 6 e 8 minutos, mas sem que a rede fosse balançada. Aos 9 minutos, Hazard invadiu a área e foi derrubado. O belga bateu o pênalti ao seu estilo, com passadas vagarosas e a finalização rasteira. Primeiro gol do camisa 10 na temporada, acompanhado de uma boa atuação. Redenção?

Hazard beijou o escudo após marcar

Aos 16 minutos, mais bola na rede. Fàbregas lançou do campo defensivo e encontrou Hazard, que encarou a marcação e deu assistência para Traoré, que havia acabado de entrar e deixou sua marca.

Com o quinto gol, enfim, o Chelsea diminuiu o ritmo. Tanto que uma nova oportunidade só veio a aparecer aos 33 minutos, com Traoré, após jogada de Baba Rahman. Assim, o Mk Dons tentou “fazer uma graça”. Hall, de fora da área, assustou Courtois, e Powell, após boa jogada e finalização forte, também exigiu que o goleiro do Chelsea trabalhasse. Mesmo com as tentativas, nada se alterou no placar e o Chelsea encaminhou uma tranquila classificação.

FICHA TÉCNICA

MK DONS (4-3-3): Martin, Spence, McFadzean, Walsh e Lewington; Potter, Forster-Caskey e Hall; Carruthers (Powell), Bowditch (Maynard) e Murphy (Williams).

CHELSEA (4-2-3-1): Courtois, Ivanovic, Cahill, Terry e Baba Rahman; Matic, Fàbregas, Oscar (Willian), Loftus-Cheek e Hazard (Pedro); Diego Costa (Traoré).

GOLS: Oscar (3x), Hazard e Traoré (Chelsea). Potter (MK Dons).

CARTÕES AMARELOS: Terry (Chelsea). Spence e Walsh (MK Dons).

ESTÁDIO: Stadium MK.

PÚBLICO:  28.127.

Category: Competições

Tags:

Article by: Gabriel Belo