Chelsea joga mal, empata, e decisão vai para o replay

Saha quase eliminou os blues

O Chelsea empatou hoje em 1×1 com o Everton em Goodison Park, pela 4ª rodada da F.A Cup. A igualdade levou a partida para o replay, que será realizado na casa dos blues, em Stamford Bridge, dia 19 de Fevereiro.

Após um primeiro tempo equilibrado, o segundo tempo ficou marcado pela péssima atuação do Chelsea, em especial de Drogba, que foi um a menos em campo durante todos os 90 minutos. Kalou entrou no Segundo Tempo e livrou a derrota azul com um belo gol.

O Chelsea volta a entrar em campo contra o Sunderland, dia 1º de Fevereiro, pela Premier League

Primeiro Tempo sem entusiasmo

O Chelsea entrou em campo com Lampard voltando de contusão, e o mesmo time que bateu o Bolton. Ancelotti, por opção, preferiu sacar o nigeriano Obi Mikel e entrar com o brasileiro Ramires de titular no meio campo. O volante da Seleção Brasileira foi o melhor jogador do Chelsea em campo, ao lado de Pter Cech, que evitou a eliminação.

O primeiro tempo foi morno e sem grandes emoções. Anelka perdeu 3 chances (embora, em uma, estivesse impedido), que vieram de boas bolas enfiadas por Frank Lampard, que sumiu no Segundo Tempo. Já o francês, perdeu boas chances e teve uma atuação irritante, apesar de participativa.

O Everton também não assustou muito no Primeiro Tempo. De bizarro, um lance de Ashley Cole, que lembrou Bosingwa no jogo contra o Blackburn: chutou a bola em si mesmo e cedeu o escanteio. A fase não é das melhores. O jogo foi para o intervalo em 0x0.

Everton manda no jogo durante o Segundo Tempo

O Segundo Tempo veio e o Chelsea não entrou em campo. O Everton dominou a partida e não tardou para criar chances. O posicionamento dos blues era bom, mas a atuação individual dos jogadores foi muito ruim.

Tanto Terry quanto Ivanovic cometeram pixotadas inacreditáveis: o inglês deu de presente para o adversário, no começo do Segundo tempo. O sérvio, já no fim, deu um chute pro alto que acabou caindo nos pés de Saha, que estava na cara do gol. Pter Cech salvou ambas oportunidades.

Aos 62, a pressão do Everton finalmente resultou em gol. Escanteio pela direita e Saha cabeceou pro fundo das redes. Parecia que o time de Londres não teria reação. Pouco depois, o brasileiro Ramires, o melhor em campo, arrancou e deu um lindo chute que bateu caprichosamente na trave do bom goleiro da Seleção Americana, Tim Howard.

Ancelotti teve estrela. Apesar da atuação horrível de Drogba, tirou Malouda para a entrada de Kalou, que foi para a direita. E o Chelsea, mesmo perdendo, jogava nos contra-ataques.

E foi de um bom contra ataque que Anelka puxou que saiu o gol, aos 75. Até que enfim, o francês acertou bom passe para Kalou, mesmo marcado, bater no cantinho e marcar um belo gol. Destaque para o bom corta-luz. De quem? De Ramires.

O Chelsea parecia mais disposto em segurar o placar. Ancelotti tirou Lampard para a entrada de Mikel e avançou Essien. Mas não pode se considerar uma substituição defensiva: Lampard mal fora notado em campo.

No fim, após boas defesas de Cech, Drogba bateu o escanteio pela esquerda e Essien cabeceou. A bola passou bem perto. E para o alívio da torcida do Chelsea, que via o seu time jogar mal e ser encolhido pelo Everton, o juiz apitou o fim de jogo.

A forma como o Chelsea jogou não foi nada boa. Mas o resultado foi generoso.

Goodison Park, Liverpool
F.A Cup – 4ª rodada
29/01/2011 – 10:30 (Brasília)
Árbitro: Howard Webb
Everton: Howard; Neville; Hetinga, Distin e Baines; Coleman, Arteta, Biyaletdinov, Fellani; Rodwell (Beckford) e Saha
Chelsea: Pter Cech; José Bosingwa, Branislav Ivanovic, John Terry e Ashley Cole; Michael Essien, Ramires e Frank Lampard (John Obi Mikel); Nicholas Anelka, Didier Droba e Florent Malouda (Salomon Kalou)

Category: Competições

12 comments

  1. Esse jogo foi realmente uma partida, eu diria, “individual” e não “coletiva”, pois cada jogador , ou jogou mal, ou jogou bem e saímos com um empate com sabor de vitória de Goodison Park, pois o Everton foi mais time.

    Eu não achava que o jogo seria tão complicado, e realmente não era para ser, mais o Chelsea anda pecando em alguns aspectos simplesmente imperdoáveis. Terry errando? A quanto tempo eu não via isso! Essien e Lampard apagados? Drogba inexistente? O que está acontecendo?

    Mais pra nossa sorte, há aqueles que honram a camisa azul de Londres quando menos se espera. Ramires está sendo um jogador excepcional nas últimas partidas. Rápido, habilidoso e eficiente, merecia muito ter marcado aquele gol à qual a bola caprichosamente acertou a trave, mesmo com o time não merecendo o resultado. Cech tem nos salvado… há muito tempo.

    Resumindo, apesar do erros bizonhos e de falhas brutais, saímos com um ótimo resultado (a meu ver) da casa do Everton. Se esses erros forem concertados, não há qualquer sombra de dúvida de que saíremos vencedores na “cidadela azul” de Stamford Bridge.

    Jogando bem ou não, perdendo ou vencendo, errando ou acertando, somos e sempre seremos True Blues! Go Chelsea!

    “We’ll Keep the Blue Flag Flying High!”

  2. Esse jogo foi realmente uma partida, eu diria, “individual” e não “coletiva”, pois cada jogador , ou jogou mal, ou jogou bem e saímos com um empate com sabor de vitória de Goodison Park, pois o Everton foi mais time.

    Eu não achava que o jogo seria tão complicado, e realmente não era para ser, mais o Chelsea anda pecando em alguns aspectos simplesmente imperdoáveis. Terry errando? A quanto tempo eu não via isso! Essien e Lampard apagados? Drogba inexistente? O que está acontecendo?

    Mais pra nossa sorte, há aqueles que honram a camisa azul de Londres quando menos se espera. Ramires está sendo um jogador excepcional nas últimas partidas. Rápido, habilidoso e eficiente, merecia muito ter marcado aquele gol à qual a bola caprichosamente acertou a trave, mesmo com o time não merecendo o resultado. Cech tem nos salvado… há muito tempo.

    Resumindo, apesar do erros bizonhos e de falhas brutais, saímos com um ótimo resultado (a meu ver) da casa do Everton. Se esses erros forem concertados, não há qualquer sombra de dúvida de que saíremos vencedores na “cidadela azul” de Stamford Bridge.

    Jogando bem ou não, perdendo ou vencendo, errando ou acertando, somos e sempre seremos True Blues! Go Chelsea!

    “We’ll Keep the Blue Flag Flying High!”

  3. “Ramires está sendo um jogador excepcional nas últimas partidas. Rápido, habilidoso e eficiente”
    “Cech tem nos salvado… há muito tempo.”

    Duas frases que mostram o que tem salvado esse time.
    E olhe que esse é (quase) o time titular.
    Tá bem morno o Chelsea dos últimos meses.

  4. “Ramires está sendo um jogador excepcional nas últimas partidas. Rápido, habilidoso e eficiente”
    “Cech tem nos salvado… há muito tempo.”

    Duas frases que mostram o que tem salvado esse time.
    E olhe que esse é (quase) o time titular.
    Tá bem morno o Chelsea dos últimos meses.

  5. “Kalou é um bosta!”, “Kalou é uma merda!”, não to mais lendo isso..

  6. “Kalou é um bosta!”, “Kalou é uma merda!”, não to mais lendo isso..

  7. Kalou é um bosta. E tem que mandar embora quem tá de graça. Sim, essa foi pro Drogba.

  8. Kalou é um bosta. E tem que mandar embora quem tá de graça. Sim, essa foi pro Drogba.

  9. Ramires tá começando a jogar no seu estilo e explorando sua maior característica: a velocidade. Obi Mikel já merece um lugar no banco há muito tempo, Essien e Lampard precisam retomar o prazer de jogar futebol, se não vai ficar difícil. De qualquer forma, são jogadores decisivos que podem decidir os jogos.

    Petr Cech já é o melhor goleiro do mundo há MUITO tempo. Os gols que ele toma nunca são por culpa dele. Não tem frango, não tem jogada bizarra, ele é muito melhor do que Casillas, Valdés ou Julio Cesar.

    A partida foi ruim, mas o resultado foi positivo. No replay, Chelsea jogará em casa e, dependendo de como for, poderá estar embalado por bons resultados na Premier League.

    Saímos no lucro, amigos.

  10. Ramires tá começando a jogar no seu estilo e explorando sua maior característica: a velocidade. Obi Mikel já merece um lugar no banco há muito tempo, Essien e Lampard precisam retomar o prazer de jogar futebol, se não vai ficar difícil. De qualquer forma, são jogadores decisivos que podem decidir os jogos.

    Petr Cech já é o melhor goleiro do mundo há MUITO tempo. Os gols que ele toma nunca são por culpa dele. Não tem frango, não tem jogada bizarra, ele é muito melhor do que Casillas, Valdés ou Julio Cesar.

    A partida foi ruim, mas o resultado foi positivo. No replay, Chelsea jogará em casa e, dependendo de como for, poderá estar embalado por bons resultados na Premier League.

    Saímos no lucro, amigos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Article by: Chelsea Brasil

Somos o Chelsea Brasil, marca oficialmente reconhecida pelo Chelsea no Brasil e especializado em conteúdos e na comunidade de torcedores do Chelsea no Brasil.