O Chelsea abriu o placar frente ao Burnley com o gol de Hakim Ziyech.

Chelsea conquista mais três pontos na Premier League

Em jogo válido pela Premier League, o Chelsea venceu o Burnley, fora de casa, por 3 a 0. O embate foi realizado no Turf Moor e a equipe londrina obteve a terceira vitória na competição nacional. Os gols do time de Londres foram marcados por Hakim Ziyech, Kurt Zouma e Timo Werner. Por outro lado, a nota negativa ficou com a lesão de Christian Pulisic. O camisa 10 foi relacionado para a formação inicial do Chelsea. Entretanto, o futebolista sentiu uma lesão no aquecimento e Werner entrou na equipe inaugural de Frank Lampard.

Autor do gol de abertura do placar, Hakim Ziyech foi destacado pela Opta, portal de estatísticas futebolísticas. Segundo o portal, o atleta do Chelsea é o primeiro jogador, desde Diego Costa em 2014, que marcou gols em jogos inaugurais de duas competições pelo clube londrino.

Werner no lugar de Pulisic; Ziyech marca para os Blues

Timo Werner acionou Tammy Abraham. Posteriormente, o camisa 9 passou para Ziyech. Por fim, chute do marroquino para o fundo das redes do Burnley
Timo Werner acionou Tammy Abraham. Posteriormente, o camisa 9 passou para Ziyech. Por fim, chute do marroquino para o fundo das redes do Burnley. (Premier League / Site)

O Chelsea começaria com Christian Pulisic. Começaria. Afinal, o atleta dos Estados Unidos sentiu uma lesão no aquecimento no Turf Moor. Por isso, Timo Werner iniciou o embate no lugar do camisa 10. A primeira chance do jogo foi do Burnley. Ashley Barnes recebeu lançamento entre Reece James e Kurt Zouma. O atleta do Burnley conseguiu o domínio e tentou o toque por cima de Mendy, que saiu da meta para fechar o ângulo. Entretanto, a bola foi por cima do gol.

Aos nove minutos, uma tentativa de cruzamento de Werner, a bola encontrou Havertz e o alemão fez o cabeceio. Posteriormente, Pope fez a defesa. Seis minutos depois, Chilwell realizou cruzamento e Abraham cabeceou para nova defesa de Pope. O primeiro gol do jogo aconteceu aos 26 minutos do primeiro tempo. Primeiramente, Timo Werner se aproximou da área e acionou Abraham. O camisa 9 passou para Ziyech que, também dentro da área, finalizou no contrapé de Pope. Ou seja, 26 minutos da etapa inicial e 1 a 0 para o Chelsea no placar.

Com 30 minutos de jogo, as estatísticas apontavam 79% de posse de bola ao Chelsea. Por outro lado, o índice de passes errados aumentou nos últimos 15 minutos de tempo regulamentar. O Chelsea iniciava as chances, principalmente pelo lado esquerdo, com as descidas de Ben Chilwell. Enquanto o Burnley, que buscava insistentemente a bola longa, tentou colocar a bola no chão na reta final do embate. Sem grandes riscos ao time londrino. Por fim, apito final no Turf Moor. 1 a 0 para o Chelsea.

Equipe londrina amplia marcador com Zouma e Werner

Kurt Zouma amplia o marcador no segundo tempo. primeiramente, escanteio cobrado por Mount. Por fim, o cabeceio forte para o fundo do gol rival. (Chelsea FC / Twitter)
Kurt Zouma amplia o marcador no segundo tempo. primeiramente, escanteio cobrado por Mount. Por fim, o cabeceio forte para o fundo do gol rival. (Chelsea FC / Twitter)

Aos seis minutos do primeiro tempo, Mason Mount recebeu bola na proximidade da área rival e finalizou nas mãos de Pope. Dois minutos antes, o mesmo Mount finalizou em cobrança de falta, e Pope também fez a defesa. Se no primeiro tempo o Chelsea dominou a posse de bola, o Burnley equilibrou os números da posse no início da etapa complementar: 51-49 aos Clarets. Aos 11 minutos, Ashley Barnes finalizou de fora da área e Edouard Mendy apenas acompanhou a finalização que foi para fora. Posteriormente, Tarkowski chutou e a bola foi por cima.

Aos 18 minutos do segundo tempo, o Chelsea ampliou com Zouma. Escanteio cobrado por Mason Mount e Zouma testou com força para o fundo do gol mandante. Aos 18 do segundo tempo, 2 a 0 para o Chelsea. Aos 25 minutos, o terceiro dos Blues. Construção de jogada de Reece James e passe para Ziyech. Logo após, passe do marroquino para Timo Werner que finalizou para o fundo das redes na etapa complementar. 3 a 0 para o Chelsea e Werner com o gol.

A primeira alteração do Chelsea foi no setor ofensivo. Saiu Ziyech, autor de um gol e uma assistência, e entrou Hudson-Odoi. Três minutos depois, Abraham foi substituído e Giroud entrou na formação do Chelsea. Assim sendo, Giroud fez o quarto gol do Chelsea. Entretanto, na hora do cruzamento de Chilwell, o francês estava adiantado e o impedimento foi assinalado. Por fim, saiu Havertz e entrou Jorginho, faltando cinco minutos para o fim do tempo regulamentar.  Por fim, vitória do Chelsea por 3 a 0, no Turf Moor.

Próximo jogo

O próximo jogo do Chelsea será válido pela UEFA Champions League. A equipe londrina enfrenta o Rennes na quarta-feira (4), às 17h (horário de Brasília), em Londres, pela terceira rodada da competição europeia. Por outro lado, o clube de Stamford Bridge enfrenta o Sheffield United pela oitava rodada da competição nacional. A partida será realizada em Stamford Bridge, no sábado (7), às 14h30 (horário de Brasília).

Ficha técnica

Burnley

Pope; Lowton, Long, Tarkowski e Taylor; Westwood, Brownhill, Stephens (Rodriguez – intervalo), McNeil; Wood e Barnes (Brady 72).

Reservas: Peacock-Farrell, Dunne, Thompson, Richardson e Vydra.

Técnico: Sean Dyche

Chelsea

Mendy; James, Thiago Silva (cap.), Zouma e Chilwell; Kanté, Mount; Ziyech (Hudson-Odoi 73), Havertz (Jorginho 85) e Werner; Abraham (Giroud 76).

Reservas: Caballero, Ziger, Rudiger e Azpilicueta.

Técnico: Frank Lampard

Gols: Ziyech (26), Zouma (63), Werner (70)

Informações da Partida

Data: 31 de outubro de 2020

Horário: 12h (horário de Brasília). Transmissão da DAZN.

Competição: 7ª rodada da Premier League 2020/21

Local: Turf Moor

Árbitro: David Coote

Assistentes:  Gary Beswick, Nick Hopton.

Quarto árbitro: Jonathan Moss

VAR: Anthony Taylor

Assistente VAR: Andy Halliday

Além disso, o Chelsea Brasil está muito próximo de ser reconhecido novamente como Torcida Oficial dos Blues. Por isso, clique no banner abaixo e nos ajude.

Category: Competições

Tags:

Article by: João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.