Após investigações, parceria entre Chelsea e Vitesse não apresenta irregularidades

Solanke é um dos cinco blues emprestados ao Vitesse nessa temporada (Foto: Vitesse)
Solanke é um dos cinco blues emprestados ao Vitesse nessa temporada (Foto: Vitesse)

Recentemente, a parceria entre o Chelsea e o clube holandês Vitesse Arnhem, passou por uma investigação independente da Associação de Futebol da Holanda (KNVB), depois de fortes alegações do ex-proprietário da equipe, Merab Jordania, que afirmara que o clube sofria grande influência política dos Blues.

O acordo estabelecido entre as equipes envolve, desde 2010, é o repasse de jogadores da base do clube londrino para o Vitesse. Atualmente, o clube situado na cidade de Arnhem possui cinco blues em seu elenco. Entre eles, se encontram emprestados até o final da temporada: o atacante Dominic Solanke, o winger Isaiah Brown e os meio-campistas Nathan, Danilo Pantic e Lewis Baker.

Em um comunicado, a KNVB afirmou que uma comissão independente realizou as investigações a fim de proteger o futebol no país e que Jordania, quando solicitado para cooperar no caso, não respondeu aos pedidos.

“No interesse da integridade do futebol holandês, demos poderes a uma comissão independente para fazer uma investigação ampla e intensiva. O Vitesse ofereceu plena cooperação e permitiu o acesso a toda a documentação, incluindo os acordos do clube, acordos de empréstimo e notas de reuniões para o período 2010-14”.

Selada há cinco anos, a parceria entre os dois clubes já levou para o time da Holanda Lucas Piazón, Tomas Kalas, Nemanja Matic, Gael Kakuta, Patrick van Aanholt, Bertrand Traoré, além dos já citados anteriormente.

Category: Chelsea Football Club

Tags:

Article by: Murilo César