Enquanto isso no mercado da bola…

Nada acontece no Chelsea! Essa triste constatação vem deixando os torcedores apreensivos. Para não dizer que nada mudou, Asmir Begovic saiu para o Bornemouth e Dominic Solanke foi para o Liverpool. Juan Cuadrado que estava emprestado a Juventus foi comprado em definitivo. E só!

Esse marasmo do Chelsea não pode continuar. No entanto, ao que tudo indica praticamente nada acontecerá. Tal cenário preocupa. O elenco atual é limitadíssimo, se mostrou esgotado em vários momentos da temporada passada. Ganhamos a Premier League por mérito, porém longe de sermos perfeitos.

A chegada de reforços, especialmente para a armação de jogadas é crucial para o sucesso em 2017/2018. O Chelsea estará de volta a Champios League, disputará também a Premier League, Copa da Liga, Copa da Inglaterra e a Supercopa da Inglaterra (o primeiro desafio da temporada). Serão muitos jogos, adversários fortes e o desgaste é inevitável.

Asmir Begovic defenderá Bournemouth na próxima temporada (Foto: Amy Maidment/AFCB/Digital South)

A torcida sonha com alguns nomes, não faltam especulações de peso ou destaques na temporada passada. Independentemente de quem chegue a Stamford Bridge uma verdade é certa: precisa ser um jogador capaz de agregar talento ao grupo. Alguém precisa ser opção para quando Marco Alonso não estiver, Eden Hazard deve ter alguém para dividir a responsabilidade na criação, Diego Costa (se ficar) precisa ter alguém para substituí-lo a altura…

Estamos em junho, ainda há um longo caminho para o início da próxima temporada. O que o Cheslea não pode e nem deve fazer é ser omisso no mercado. As necessidades estão expostas, dinheiro em caixa existe. Agora é correr atrás do crescimento do grupo.

As palavras neste texto condizem com a opinião da autora, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Category: Opinião

Tags:

Article by: Maria Akemi