A placa de “Eu Já Sabia” estava levantada sobre Loftus-Cheek

A atuação de Ruben Loftus-Cheek foi estupenda. O jovem atleta do Chelsea se destacou pelos três gols marcados frente ao modesto selecionado do BATE Borisov, na Europa League. O atleta recebeu um prêmio da UEFA como o Melhor Jogador da Semana na competição europeia. Foi o primeiro hat-trick do meio-campista, sendo que dois dos três gols aconteceram antes dos 10 minutos de embate. Ou seja, um dia pra não ser esquecido por “RLC”.

Na minha opinião, observo Loftus-Cheek como um atleta em desenvolvimento. Creio que ele possa ser muito útil para a proposta de Sarri no Chelsea. O atleta pode progredir em vários aspectos, principalmente, no viés de apoio defensivo. A partir do momento que o futebolista entrar nos trilhos, em relação ao modelo de jogo sarriano, ele vai produzir mais. O colunista que vos fala elogiou o atleta em edições anteriores desta edição dominical. Confira.

Ainda sobre Loftus-Cheek

O que eu mencionei anteriormente foi corroborado pela coletiva de imprensa de Sarri. De forma esperada, o italiano elogiou o atleta e alertou sobre as caraterísticas dos meio-campistas.

Eu pensava antes, no começo da temporada, que ele é um verdadeiro bom jogador. Atualmente eu penso a mesma coisa, mas acredito que ele se encaixa mais no meu futebol. Ele está melhorando e ele precisa melhorar defensivamente, mas não somente ele”, afirmou Sarri que finalizou o assunto sobre o setor do meio-campo com mais uma abordagem. “No momento, nós temos quatro meio campistas para duas posições e três deles têm as mesmas características: meio-campistas ofensivos. Apenas Kanté é um meio campo defensivo”, concluiu.

Em outras palavras, Sarri está em busca de versatilidade dentre as peças do plantel londrino. Ou seja, buscando que as peças consigam variar quanto as suas características. E essa alteração de função será algo complexo para os atletas do plantel atual.

Uno per tutti e tutti per uno

Willian concedeu entrevista para o Daily Mail e, aparentemente, os atletas estão em sintonia com Sarri. “Ele quer que tenhamos diversão dentro de campo. Nós jogamos futebol de verdade e cada atleta está feliz por jogador para ele”, afirmou o atleta. O futebolista brasileiro que, em toda janela de transferência é ligado com algum outro clube europeu, mencionou a felicidade em continuar em Londres.

“Eu amo viver aqui, minha família ama viver em Londres. Eu amo jogar para o Chelsea, tuo está incrível. Eu estou aqui por cinco anos e espero ficar mais”, uma declaração de amor feita por Willian, que indica o desejo de continuar em Stamford Bridge. Quer dizer, até a próxima window transfer, momento de reafirmar o interesse de Mourinho, Barcelona etc.

Sobre o jogo contra o Burnley

O Turf Moor será palco de Burnley e Chelsea. O estádio dos Clarets tem capacidade para 21.401 pessoas e, certamente, estará com um ótimo público para o duelo dominical. Aos meus olhos, o Chelsea deve enfrentar dificuldades contra o adversário. Além disso, algumas peças do Chelsea devem estar cansadas por atuar na quinta e no domingo. Muitas pessoas acham que isso é “balela”, mas deve ser considerado. Promessa de um jogo difícil.

Obs: Confira a coluna dominical da semana passada.

As palavras contidas nessa reportagem condizem à opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil

João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.