Terceiro Tempo: O novo encontro entre Chelsea e Bayern de Munique

O Chelsea enfrenta o Bayern de Munique nesta terça, dia 25 de Fevereiro, pelo primeiro jogo das oitavas de final da Champions League.

Será o quinto confronto entre as equipes na história, considerando jogos oficiais. Nos quatro primeiros jogos entre os times, cada um ganhou duas partidas. O encontro mais importante foi, sem dúvida nenhuma, a final da Champions da temporada 2011/2012, vencida pelos Blues.

Primeiro Tempo: O plano de Lampard

O Chelsea deu início à fase de grupos desta temporada com uma derrota por um a zero em casa contra o Valencia. Na sequência, a equipe de Lampard respondeu com sucessivas vitórias fora de casa, derrotando o Lille por dois a um e o Ajax por um a zero.

Os dois jogos seguintes foram empates, o primeiro deles um quatro a quatro contra o Ajax em Stamford Bridge após estar perdendo por quatro a um. O segundo, um empate por dois a dois em Valência contra o time espanhol pela quinta rodada da fase de grupos;

Os Blues garantiram a segunda colocação do grupo H com uma vitória por dois a um contra o Lille em casa, terminando a classificação empatado com o Valencia, com 11 pontos, mas atrás do time espanhol no confronto direto.

Pelo lado azul, o goleiro deve ser o argentino Willy Caballero. Kepa Arrizabalaga parece estar cada vez mais fora dos planos do treinador Frank Lampard após atuações decepcionantes durante toda a temporada.

Caballero tem vencido a disputa contra Kepa pela vaga de goleiro titular (Foto: Getty Images]

Considerando a importância do jogo e a força do time alemão, pode-se dizer que Lampard deve manter o esquema com três zagueiros utilizado na vitória de 2 a 1 sobre o Tottenham, pela Premier League, no último sábado.

Dessa forma, a zaga deve ser formada por César Azpiluceta, Antonio Rudiger e Andreas Christensen. O dinamarquês jogou os 90 minutos contra o Tottenham com uma máscara facial e deve estar apto para o jogo.

Os alas Reece James e Marcos Alonso devem ser mantidos. James faz uma ótima temporada, enquanto o espanhol vem oscilando altos e baixos, mas teve grande atuação contra os Spurs, o que deve garantir seu espaço no time titular.

Marcos Alonso pode crescer na temporada após bom jogo contra o Tottenham (Foto: Premier League)

Os volantes serão Matteo Kovacic e Jorginho. O francês N’golo Kanté está machucado e não irá se recuperar a tempo.

O trio de frente deve ser formado por Willian e mais dois jogadores. Entre eles, os mais prováveis são Mason Mount e Tammy Abraham. Isso porque Callum Hudson-Odoi, Christian Pulisic e Pedro são todos dúvidas para a partida.

Odoi, que foi objeto de desejo do Bayern recentemente, ainda não está totalmente recuperado, assim como Pulisic, que já está fora há um bom tempo.

Abraham não é figura certa no time titular. Ele voltou de lesão no jogo contra o Tottenham, entrando durante o segundo tempo, mas seu substituto inicial, Olivier Giroud, deu conta do recado e pode se manter nos 11 iniciais.

Ruben Loftus-Cheek estava em forma o suficiente para entrar no banco no sábado, mas Frank Lampard deve deixar de fora o inglês, que não esteve presente durante toda a temporada.

É importante lembrar que o Chelsea tem alguns jogadores pendurados que perderão o jogo de volta, na Alemanha, se receberem o cartão amarelo em Stamford Bridge. Entre eles estão Azpiluceta, Jorginho e Kurt Zouma.

Segundo Tempo: O peso do Bayern

O Bayern tornou-se apenas o sétimo time, e o primeiro da Alemanha , a vencer todos os seis jogos na fase de grupos da UEFA Champions League, abrindo sua campanha com uma vitória por 3 a 0 em casa contra o Crvena zvezda antes de uma vitória por sete a dois contra o Tottenham.

O Olympiacos foi derrotado na Grécia por três a dois e na Alemanha por dois a zero.  Esse último resultado garantiu ao time alemão sua vaga nas oitavas de final com dois jogos de antecipação.

Depois, com a vitória por 6 a 0 no Crvena zvezda na quinta rodada da fase de grupos, eles garantiram o primeiro lugar no grupo B. Por fim, o Bayern encerrou uma campanha perfeita com uma vitória em casa por 3-1 contra os Spurs em Munique.

Na liderança da Bundesliga, com o melhor atacante do mundo atualmente, Robert Lewandowski, o time de Hans Flick é o favorito no embate contra o Chelsea, mas tudo é possível no mata-mata . As vulnerabilidades defensivas do Bayern e a tendência a vacilar na segunda metade dos jogos são áreas que Frank Lampard pode explorar.

Lewandowski vive momento brilhante e deve preocupar os Blues (Foto: AP)

O Bayern deve ter três desfalques importantes. Ivan Perisic, Nikolas Sule e Javi Martinez. O zagueiro/volante espanhol tem alguma chance de estar ao menos no banco, enquanto os outros dois certamente seguirão de fora.

O treinador Hans-Dieter Flick provavelmente manterá a base do time que vem jogando os principais jogos.

Assim, o Bayern deve ir a campo com Manuel Neuer no gol, Benjamin Pavard na lateral direita e Alphonso Davies na lateral esquerda. Na zaga, David Alaba seguirá como titular, presumivelmnete ao lado de Lucas Hernández, que deve colocar Jerome Boateng no banco agora que está cem por cento em forma.

A dupla de volantes deve seguir com Joshua Kimmich e Thiago, já que Leon Goretzka está lesionado. Na frente da dupla, o trio de meias deve contar com Kingsley Coman, Serge Gnarby e Thomas Muller, com Robert Lewandowski no comando de ataque.

Muller voltou a jogar muto bem com Hans Flick (Foto: AP)

Dessa forma, jogadores como Philippe Coutinho e Corentin Tolisso devem começar no banco.

Prorrogação: Lutando contra o favoritismo

O Chelsea garantiu uma moral elevada depois da vitória por 2-1 sobre o rival Tottenham em Stamford Bridge no sábado, mas precisa melhorar se quiser bater o Bayern. Mesmo estando invicto há cinco jogos na Liga dos Campeões, os Blues venceram apenas quatro dos últimos 12 jogos na Premier League, o que não é um bom sinal.

Por outro lado, o Bayern não conseguiu vencer apenas um dos seus últimos 11 jogos competitivos, sendo esse insucesso um empate em zero a zero contra o fortíssimo rival RB Leipzig. Eles esperam obter um resultado semelhante ao que tiveram na última visita a Londres, onde venceram o Tottenham por sete a dois, como já foi mencionado. Todavia, esse resultado muito dificilmente se repetirá.

O Bayern é de fato o favorito no confronto, o que não significa que o Chelsea tenha pouquíssimas chances.

“Eu entendo que as pessoas vejam o Bayern como favorito porque o time é fortíssimo, mas estamos aqui para mudar essa realidade,” disse Lampard.

Já o volante Kovacic pensa que os times estão mais ou menos nivelados.

“Nós temos um grande time e eles também, mas não há uma diferença grande entre nós e eles,” desabafou o sérvio.

O treinador do Bayern não poupou elogios ao Chelsea e sabe que terá um grande desafio pela frente.

“O Chelsea é um time maravilhoso, com jogadores jovens e experientes. Eles jogam livremente e isso tem vantagens, principalmente no ataque. Defensivamente há problemas, mas eles sabem realmente pressionar. Meu time sabe o que esperar e queremos ser corajosos, confiantes e atacar”, revelou Hans Flick.

Bruno Pizarro

Jornalista Esportivo que acredita no desempenho acima do resultado. Entusiasta da Premier League e apaixonado pelo Chelsea Football Club desde a infância. Siga-me no Instagram: brunosafortes