Análise: Willian deve permanecer no Chelsea?

Contrato do jogador está próximo de se encerrar e muitos falam em uma renovação do elenco

Em agosto de 2013, Willian vestia pela primeira vez a camisa dos Blues, vindo do clube russo Anzhi Makhachka. O atual camisa 10 do Chelsea fez sua estreia na Liga dos Campeões contra o Basel, porém demorou um pouco a engrenar. Após a partida contra o time suíço, levou um mês para balançar as redes pela primeira vez. O gol aconteceu contra o Norwich em uma vitória por 3-1.

Ao passo que ele foi se adaptando ao futebol da terra da rainha, as boas atuações começaram a vir. Junto com Oscar, Eden Hazard e Cesc Fabregas o brasileiro fez ótimas partidas, ajudando os Blues a conquistar a Premier League da temporada 2014/15. Naquela edição, disputou 36 partidas, anotando dois gols e distribuindo três assistências.

Entendendo a filosofia de jogo e caindo nas graças da torcida, dividiu a atenção em certas partidas com Hazard, a principal estrela do time. Nessas cinco temporadas junto com o belga, conquistaram duas Premier League (14/15 e 16/17), uma FA CUP (2017/18), Copa da Liga (2014/15) e uma Liga Europa (2018/19).

Todavia, Willian viu seu principal companheiro de ataque se transferir para o Real Madrid nessa temporada e a pergunta que ficava era: o brasileiro conseguirá chamar a responsabilidade para si? Além de confirmar a expectativa, ele deve levar a equipe, ao lado de seus companheiros, à próxima Champions League; confira abaixo números do camisa 10 na atual edição do campeonato inglês.

– 9 gols* (2º no elenco)

– 7 assistências (1º)

– 1.3 arremates por jogo (3º)

– 12 grandes oportunidades criadas (1º)

– 1.8 fintas bem sucedidas por jogo (3º)

– 2.2 passes importantes por jogo (1º)

lampard gosta de willian

Willian conta com a confiança do técnico (Foto: Goal)

Falta de opção pelas pontas

Com o acerto de Pedro com a Roma para a próxima temporada, as opções para lado de campo, em teoria, reduziram. O elenco contaria com apenas Willian, Christian Pulisic e Callum Hudson-Odoi. Hakim Ziyech e Timo Werner chegaram e podem atuar por ali, apesar do contexto de adaptação favorecer o antigo camisa 22. Na atual temporada, o atleta soma 11 gols em 45 partidas pelos Blues.

Propostas de outros clubes

Segundo o jornal inglês Daily Mail, em janeiro, o Barcelona ofereceu uma proposta de 20 milhões de libras (cerca de R$ 110 milhões na cotação atual). Na época, a proposta foi recusada. Entretanto, o interesse do Barcelona não é de agora, o clube espanhol já chegou a oferecer cifras mais elevadas posteriormente. Willian é o segundo jogador do Brasil com mais jogos na história da Premier League, com 234 partidas. Ele só fica atrás do volante Lucas Leiva, que soma 247 atuações pelo Liverpool.

Entrave na renovação de contrato

O vínculo com os Blues iria até 30 de junho. Contudo, com a parada do futebol devido a pandemia do novo coronavírus, a FIFA permitiu que jogadores que tivessem em situação semelhante à do brasileiro pudessem renovar seus contratos por um curto período com seus clubes; a fim de encerrar suas competições. O Chelsea ofereceu mais dois anos de contrato, mas ele afirmou só aceitar três. Segundo o site Goal, Frank Lampard teria pedido a diretoria para que o camisa 10 continuasse pelo clube.

*Melhor número de gols em uma edição da Premier League desde que chegou ao Chelsea.

Felipe Silva