Willian marca, dá duas assistências e Chelsea domina o Huddersfield na Premier League

Pela Premier League o Huddersfield Town recebeu o Chelsea, que chegava de derrota contra o West Ham. O time azul de Londres foi dominante no primeiro tempo e no segundo, manteve a qualidade. Nesta terça-feira (12/12) a equipe de Antonio Conte conquistou três pontos importantes fora de casa, para seguir próximo dos times na ponta da tabela, além de uma grande atuação, de todos os setores do time no campo. Resultado também necessário, justamente para aumentar a confiança de uma equipe que vinha de uma derrota para um rival.

Com gols de Bakayoko, Willian e Pedro para o Chelsea e do outro lado, Depoitre de cabeça para o Huddersfield nos minutos finais, quando a vitória já estava definida.

Chelsea domina, aproveita as oportunidades e marca dois logo na primeira etapa de jogo

Bakayoko dá toque de categoria por cima do goleiro Lossl após receber passe de Willian (Foto: Reuters)

Os Blues foram até a casa do Huddersfield e quase alteraram o placar aos cinco minutos de jogo, com Willian acionando Pedro, que marcou, mas estava em posição de impedimento. A defesa azul conseguiu segurar bem os (poucos) ataques do adversário, que marcou presença em um chute do camisa dez, Mooy, que parou na defesa.

O gol do Chelsea veio aos 22 minutos, com erro na saída de bola do Huddersfield. O goleiro Lossl recebeu de um companheiro de defesa e na reposição, escorregou e deixou a redonda cair nos pés de Hazard, o camisa dez belga mandou de calcanhar para Willian, e o brasileiro viu Bakayoko se infiltrar pela área do adversário e deu a assistência, o volante carregou e bateu com categoria, a bola ainda desviou no defensor, mas já tinha a direção do gol.

Aos 39 minutos, Willian cobrou falta para dentro da área e Bakayoko apareceu para cabecear, mas a bola se encaminhou para a linha de fundo.

A partida se aproximava dos 40 minutos e os donos da casa não conseguiam ameaçar a meta de Courtois, mas pouco depois, o capitão nesta partida, Azpilicueta, inverteu para Marcos Alonso, que mandou uma bola por cima para dentro da área, Willian participou de mais uma jogada de gol e cabeceou para colocar a vantagem no placar da partida (2-0).

Etapa complementar com mais gols e solidez defensiva do atual campeão inglês

Pedro comemora gol com Willian  (Foto: AFP/Getty mages)

O Chelsea rondava a área do adversário e teve boa oportunidade com bola enfiada para Hazard, que gingou e tentou tirar o marcador, mas o defensor segurou o belga. Mas Willian não parava e apareceu como um centroavante e fez o pivô com uma bola aérea, o brasileiro amorteceu para Pedro na suas características para ampliar e concretizar a goleada aos quatro minutos do segundo tempo com um chute colocado, forte e no ângulo, da maneira que o espanhol já marcou muitas vezes com a camisa do time inglês.

O domínio na sequência da partida se tornou ainda mais evidente e só correu algum risco aos 61 minutos de jogo, quando Tom Ince invadiu a área do Chelsea pelo lado esquerdo do campo e bateu por em cima do goleiro, Courtois bateu e Christensen bem posicionado, não deixou o rebote acontecer e tirou de cabeça. Logo depois, um chute forte de fora da área de Zanka, que foi para fora.

Em jogada bem trabalhada pelo Chelsea pelo lado direito do campo, Victor Moses que fez boa partida, correu pela esquerda, levou até a linha de fundo e tocou para o meio, para Hazard, que deixou de calcanhar para Willian, que deixou também de calcanhar para Pedro, que mandou por cima do gol com um chute forte. Depois, aos 67 minutos, pelo lado esquerdo, Bakayoko rouba bola e avança na lateral do campo, enfiou a bola para Hazard que deixou novamente de calcanhar e Pedro apareceu, bateu colocado, mas para fora.

Antonio Conte ainda mudou seu time com alterações de Hazard para a entrada de Batshuayi, Kanté para Drinkwater e Christensen para dar a oportunidade a outro (mais) jovem jogador, Ethan Ampadu. O Huddersfield ainda tentou uma pressão nos minutos finais, com chutes de longe e até uma bola desviada por Ampadu, que exigiu grande defesa de Courtois. E finalmente conseguiram o gol de honra, aos 91 minutos de jogo, toques de bola no lado esquerdo do campo, bola levantada e Laurent Depoitre desviou de cabeça. Vitória do Chelsea por um placar de (3-1).

 

FICHA TÉCNICA

Huddersfield Town: Lossl; Smith, Zanka, Schindler e Lowe (Hadergjonaj 66′); Mooy, Hogg (Dean Whitehead 45′), Kachunga e Ince; Williams e Mounié (Depoitre 73′).

Técnico: David Wagner.

Chelsea: Thibaut Courtois; César Azpilicueta, Andreas Christensen (Ethan Ampadu 78′) e Antonio Rudiger; Victor Moses, N’Golo Kanté (Danny Drinkwater 70′), Tiemoue Bakayoko e Marcos Alonso; Pedro, Willian e Eden Hazard (Michy Batshuayi 68′).

Técnico: Antonio Conte.

Estádio: John Smitht’s Stadium.

Thiago D'Almeida