Em coletiva antes de jogo contra o Crystal Palace, Hiddink fala sobre a dificuldade de se jogar na Premier League: “Todas as grandes equipes estão perdendo pontos”

(Foto: Chelsea FC)

Guus Hiddink falou sobre os jogadores em entrevista coletiva realizada ontem (30) (Foto: Chelsea FC)

Vindo de uma sequência de três jogos sem perder, com uma vitória e dois empates, o Chelsea se prepara agora para um clássico regional, onde irá confrontar o Crystal Palace. Em entrevista para a imprensa nesta quarta-feira (30), Guus Hiddink atualizou a situação dos jogadores depois de cumprir seus primeiros 180 minutos como treinador dos Blues.

Leia mais: Maior goleiro da história do Chelsea, Petr Cech quebra novo recorde na Premier League

No começo da coletiva, Hiddink falou sobre alguns jogadores que vêm sofrendo com problemas nessa temporada. Os brasileiros Oscar e Willian, o espanhol Cesc Fàbregas, o colombiano Falcao García e o inglês Gary Cahill estiveram entre os nomes comentados pelo técnico interino.

“Tivemos dois jogos difíceis onde a intensidade física foi alta, mas, em princípio, não tivemos grandes danos. Oscar sentiu um pouco (a entrada de Wayne Rooney) e Willian e Eden Hazard foram para a academia. Foram intensos (os dois jogos), mas hoje eles estavam se recuperando no campo, o que significa que estão bem.

Cesc (Fàbregas) esteve (treinando) nesta manhã. Nós jogamos contra os garotos da base e ele jogou a partida inteira. (Quanto a) Falcao, duvido que ele estará apto para domingo. Ele tem a mesma lesão da semana passada quando nós o testamos. Loic Rémy também é duvida (para o próximo jogo).

Gary Cahill não treinou esta manhã, o que significa que ele tem um pequeno problema, mas temos vários dias para que ele possa se preparar para o domingo, por isso não estou negativo sobre (as possibilidades de jogo de) Cahill. Ele tem uma lesão no tornozelo, onde está com problemas no ligamento”.

Hiddink foi rápido para anular rumores de transferências que ligam Fàbregas e Rémy com uma saída de Stamford Bridge. O holandês insistiu de que precisará de todos os jogadores no plantel para subir na tabela e comentou sobre o bom trabalho de Alan Pardew nos Eagles, a pequena série invicta do time no campeonato e a dificuldade de se jogar na Premier League.

“O Crystal Palace está indo bem. Alan Pardew tem feito um bom trabalho desde que chegou a equipe. Se você olhar para as estatísticas, verá que eles (Crystal Palace) marcaram 23 gols em 19 jogos e sofreram apenas 16, o que significa que são bem organizados.

Começamos a ganhar alguns pontos. Foi o terceiro jogo consecutivo que não perdemos, mas isso não é o suficiente. Temos de ir agora para um período de vencimento de jogos, já que isso é importante.

Você pôde ver como é. Todas as grandes equipes estão perdendo pontos também. Hoje em dia é muito difícil e se você analisar o nosso próximo adversário, verá que estão perto das posições que dão vagas à Liga dos Campeões. Portanto, não é tão fácil ter agora uma longa sequência de vitórias, mas temos de tentar”.

Hiddink também falou sobre treinadores britânicos na entrevista (Foto: Chelsea FC)

Hiddink também falou sobre treinadores britânicos na entrevista (Foto: Chelsea FC)

Hiddink explicou também que o caso de empréstimo de Patrick Bamford é uma questão para os dois clubes discutirem e que as negociações estão em curso com o Montreal Impact sobre uma possível ida de Didier Drogba para o estafe técnico do Chelsea. Guus ainda falou sobre a capacidade dos técnicos britânicos e usou como exemplo seu auxiliar, Steve Holland, que para ele faz ótimo trabalho no clube.

“Tendo trabalhado na última semana com a minha equipe, estou muito feliz com o que Steve Holland e os outros funcionários trazem. Estou impressionado com a forma como ele gerencia. Na minha opinião, mesmo  que eles (treinadores britânicos) não tenham grandes nomes, devem ter a oportunidade de fazer trabalhos maiores do que normalmente fazem”.

O Chelsea voltará a jogar Pela Premier League já neste final de semana. No domingo, às 11h30, os comandados de Guus Hiddink vão travar duro duelo contra o Crystal Palace, no Selhurst Park. Enquanto os Eagles ocupam a quinta colocação, o Chelsea está apenas na 14ª posição, há três pontos da zona de rebaixamento.

Murilo César