Como joga o Aston Villa, próximo adversário do Chelsea

Depois de 90 dias, Chelsea volta a atuar neste domingo pela Premier League

Neste domingo (21), ao meio dia, com transmissão da ESPN Brasil, os Blues voltam a disputar uma partida de Premier League após mais de três meses, enfrentando o Aston Villa pela 29ª rodada. O duelo é mais um reencontro entre o Chelsea e um de seus ídolos: John Terry, assistente técnico dos rivais.

Terry e Lampard na segunda divisão inglesa

Amigos em campo no passado, hoje, Lampard e Terry são rivais fora das quatro linhas (Reprodução: Reuters)

Os londrinos buscam encostar no Leicester e se distanciar de United, Sheffield e Wolves. Com a vitória, a equipe de Lampard ficaria três pontos atrás dos Foxes e abriria cinco de vantagem sobre os Red Devils, primeiro time fora da zona de classificação à Champions League.

O Villa luta contra o rebaixamento. Com 26 pontos, a equipe de Dean Smith está na zona da degola e a vitória pode tirar o time de Birmingham do Z3.

Como eles jogam?

O técnico costuma variar o esquema tático de acordo com o adversário. O mais habitual é ver o time em um 4-3-3 ou 3-4-3. O treinador não conta com o goleiro Heaton e o atacante Wesley, ambos afastados por lesões.

Contam com zagueiros altos e alguns jogadores que sabem bater na bola. Por isso, o time explora jogadas de bola parada. Dos 34 gols, 10 vieram através de cobranças de faltas ou escanteio.

Principal Ameaça

Capitão e camisa 10, Jack Grealish vem fazendo uma excelente temporada na Premier League. Ao longo de 27 jogos, anotou sete gols e contribuiu com seis assistências. Constantemente, a imprensa inglesa o coloca como alvo do Manchester United.

Por ser o jogador mais criativo, os jogadores buscam constantemente encontrar o camisa 10, que atua como meia-atacante, mas fica a maioria do tempo no lado esquerdo. É um jogador calmo e com noção de espaço acima da média. Por isso, acaba participando da maioria das jogadas ofensivas, principalmente com passes de pouca e média distância.

Essa influência é traduzida em números. Grealish é o quinto jogador que mais criou oportunidades de gol no campeonato, com 69. Como é muito acionado e segura a bola mais do que o necessário em algumas ocasiões, acaba sendo castigado pelos rivais. Ele é o jogador que mais sofreu faltas na liga (127). É extremamente técnico e pode decidir uma partida com um drible ou passe mortal.

Números Jack Grealish

O camisa 10 é a principal ameaça do Villa (Reprodução: Squawka Football)

Porém, não é o único jogador criativo do time. John McGinn esteve afastado por lesão durante a metade da temporada, mas voltou a atuar na última quarta-feira.

O escocês complementa o jogo de Grealish, pois o meia-central tem o costume de se infiltrar na zaga adversária para finalizar as jogadas. Também pode causar problemas com chutes de longa distância.

Ponto Fraco

A lesão do goleiro titular expôs ainda mais o grande problema da equipe: a defesa. O Aston Villa é o clube que sofreu mais gols na Premier League (56). Só conseguiu completar três partidas sem ser vazado no campeonato.

O adversário do clube londrino costuma sofrer muitos gols porque é o clube que mais deixa o adversário chutar em sua meta. Em média, a equipe concede 17 chutes por jogo, número mais alto da liga.

Como o Chelsea é o quarto melhor ataque e a segunda equipe que mais finaliza, os The Villans devem ter problemas.

Provável escalação

Em coletiva antes do jogo, Lampard confirmou que Loftus-Cheek está totalmente saudável. O atleta deve começar entre os reservas e entrar no segundo tempo, dando sequência ao plano conservador adotado pelo clube na recuperação dele.

Na mesma conversa com os repórteres, o comandante confirmou a disponibilidade de Willian para o duelo. O contrato dele vence nove dias depois da partida deste domingo.

Ainda, de acordo com rumores, Pedro já havia comunicado Lampard que não entraria em campo pois está na mesma situação do brasileiro e teria acertado verbalmente um acordo com a Roma. No entanto, Lamps afirmou que ainda conta com o espanhol.

Pedro lamentando chance perdida

Pedro perdeu espaço na equipe na atual temporada e deve deixar o clube (Reprodução: Getty Images)

Ele também deixou claro que Tomori está lidando com uma lesão e precisará de pelo menos uma semana para se recuperar. Hudson-Odoi não apresentou condições suficientes para jogar, portanto, não deverá estar disponível.

Provável escalação do Chelsea

Este deve ser o time que enfrenta o Aston Villa

Rafael Marson

Jornalista em formação pela Faculdade Cásper Líbero. Sem o futebol, não há motivos para viver. Fã incondicional de Drogba e Hazard. #GoBlues