Chelsea sofre virada no início do jogo e vê distância diminuir

Após mais uma rodada de Data Fifa, o Chelsea voltou a campo neste sábado pelo Premier League em busca de seu sexto título nacional. Em Stamford Bridge, a equipe de Antonio Conte recebeu o Crystal Palace e perdeu por 2 a 1, com gol de Fàbregas para os Blues. Wilfried Zaha e Christian Benteke marcaram para o Palace. Pela segunda temporada seguida, o Chelsea sai de Stamford Bridge derrotado pelos Eagles.

Com o resultado, o Chelsea continua com 69 pontos e vê a vantagem para o vice-líder Tottenham cair para sete pontos. Na próxima rodada, os Blues enfrentam o Manchester City, em Stamford Bridge, na quarta-feira (05).

Chelsea sai na frente, mas sofre virada relâmpago

Em partida que o Chelsea não contou com Victor Moses por lesão, acabou ocasionando que Fàbregas foi titular em seu lugar. Logo na primeira chance de gol, os Blues não desperdiçaram e em ótima jogada de Hazard pela esquerda, o belga tocou rasteiro na entrada da pequena área para o camisa 4 anotar o primeiro gol do jogo. Aos 9 minutos, a partida já estava empatada novamente. Wilfried Zaha recebeu a bola na entrada da área, trouxe pro lado e, contra três zagueiros, conseguiu um chute rasteiro que tirou as chances de Courtois.

Crystal Palace viraria o jogo um minuto depois, motivado por sua torcida que ia ao delírio com o gol marcado. Em contra ataque, Zaha e Benteke tabelaram e o atacante belga saiu na cara do goleiro do Chelsea. Com frieza, driblou Courtois e de cavadinha marcou o segundo gol do Palace. Aos 22 minutos, os donos da casa voltaram a ser perigosos no ataque. Em cruzamento de Hazard, Disgo Costa tentou, mas parou em ótima defesa de Hennessey.

Crystal Palace virou o jogo em apenas dois minutos

Após um início de jogo bem quente, as ações se esfriaram com os minutos seguintes. Chelsea tinha a posse de bola em seu campo ofensivo, mas não conseguia mais levar perigo ao gol do Palace. Aos 38 minutos, Hazard tabelou com Fàbregas e invadiu a área. Com chute forte, forçou ótima defesa de Hennessey. Na sequência, Matic teve chute rasteiro defendido.

Os últimos minutos da primeira etapa eram de intensa pressão do Chelsea no jogo, mas o gol não saiu.

Chelsea tenta, mas não consegue furar retranca

O segundo tempo começou da mesma forma que a primeira etapa havia terminado. O Chelsea possuía mais posse de bola e tentava criar chances, enquanto o Palace se protegia e buscava nos contra ataques sua chance. Aos 52 minutos, Pedro saiu do campo de defesa e ligou Diego Costa, que limpou o primeiro defensor, mas chutou prensado. Na sequência, dividida na área entre Fàbregas e Dann, a bola sobrou e Diego Costa tentou anotar o gol de carrinho, mas parou em Hennessey.

Após cruzamento de Pedro, Diego Costa dominou no peito e na hora do chute do empate, a bola explodiu em Dann. A pressão do Chelsea continuava enorme e tinha como Pedro uma das principais válvulas de escape na segunda etapa. Em uma saída perigosa de contra ataque, Zaha invadiu a área e só não aumentou a vantagem porque Courtois defendeu com o pé esquerdo.

Com as alterações, o Crystal Palace conseguiu evitar um pouco mais a pressão do Chelsea. Por sua vez, Conte tentava abrir sua equipe e colocou uma formação com dois atacantes. Aos 75 minutos, Diego Costa perdeu mais uma grande chance de anotar o segundo gol no jogo após cabeçada no contrapé do goleiro Hennessey. O bate-rebate da bola dentro da área do Palace era constante, mas a defesa se saía melhor.

O Chelsea continuava atrás do gol de empate e teve chances com Fàbregas e muita jogada levantada pra área, sempre faltando pouco para estufar as redes. Já nos acréscimos, o Chelsea era desespero total para pelo menos empatar o jogo. O Palace procurava prender a bola no campo ofensivo e amarrar o jogo, além de se defender com todas as forças.

Mesmo com 10 minutos de acréscimos, o Chelsea não conseguiu furar a retranca do Crystal Palace e vê a vantagem pro Tottenham cair pra sete pontos, com mais nove partidas a serem disputadas.

Ficha Técnica

Chelsea (3-4-3): Courtois, Azpilicueta, David Luiz, Cahill; Pedro, Kante, Matic (Willian 59′), Alonso (Batshuayi 74′); Fàbregas (Loftus-Cheek 96′), Hazard, Diego Costa

Reservas Não Utilizados: Begovic, Zouma, Terry, Challobah

Crystal Palace (4-2-3-1): Hennessey, Ward, Tomkins (Dann 45′) (Delaney 59′), Sakho, Schlupp; Milivojevic, Cabaye; Puncheon, Zaha, Townsend (Kelly 59′); Benteke

Reservas Não Utilizados: Speroni, Ledley, Kaikai, Sako

Gols: Fàbregas 5′ (CHE), Zaha 9′ (CRY), Benteke 10′ (CRY),

Cartão Amarelo: Diego Costa 50′ (CHE), Benteke 68′ (CRY), Milivojevic 73′ (CRY), Cahill 78′ (CHE), David Luiz 83′ (CHE)

Diego Lepre

Carioca, estudante de Jornalismo e apaixonado pelo Chelsea.