Chelsea estreia com goleada na Champions League

O Chelsea estreou nesta terça-feira (12) na Champions League com vitória ao derrotar o Qarabag por 6 a 0 em pleno Stamford Bridge. Com gols de Pedro, Davide Zappacosta, Cesar Azpilicueta, Timoue Bakayoko, Michy Batshuayi e Medvedev, contra, os Blues não tiveram dificuldades para ganhar do atual campeão do Azerbaijão.

A equipe de Antonio Conte já começa a fase de grupos com três pontos e na próxima rodada, dia 27 de Setembro, viaja até Madri enfrentar o Atletico de Madrid. Já o Qarabag, joga em casa contra a Roma também no mesmo dia, fechando a segunda rodada do Grupo C.

Chelsea começa forte e abre boa vantagem

O Chelsea começou o primeiro tempo imprimindo um ótimo ritmo. Marcos Alonso testou o goleiro Sehic logo no início. Após um cobrança de escanteio curto aos seis minutos, Willian tocou para Pedro, livre na entrada da área, bater com estilo no canto superior do goleiro e abrir o placar do Blues na Champions League. O Chelsea tinha muita facilidade em chegar ao campo ofensivo, mas faltava capricho no último passe. Willian tabelou com Batshuayi e chutou rasteiro para defesa de Sehic. No rebote, o belga bateu na rede pelo lado de fora.

O jogo ficou um pouco morno, sem muitas chances de gols para o Chelsea. Após uma tentativa frustada de ataque do Qarabag, Courtois ligou o contra ataque para Zappacosta na direita. O italiano fez ótima jogada individual e arriscou um chute sem ângulo, surpreendendo o goleiro Sehic e marcando o segundo do Chelsea no jogo. A pressão ofensiva do Chelsea voltava depois do gol. Alonso dividiu na área e na sobra, Batshuayi não conseguiu acertar a bola.

Pedro abriu o placar com um belo gol

Zappacosta voltou a assustar a defesa do Qarabag após grande jogada de Kanté, mas dessa vez sem perigo. Aos 37 minutos, o Qarabag conseguiu seu primeiro chute ao gol com o brasileiro Pedro Henrique, mas o chute foi fraco e sem perigo para Courtois. No final do primeiro tempo, o Chelsea ainda tentava marcar o terceiro gol na partida. Por mais uma vez, Marcos Alonso teve a oportunidade de um arremate de dentro da área. Assim como na outra vez, acertou a marcação.

Chelsea joga fácil e aumenta a vantagem

O segundo tempo começou um pouco devagar. O Chelsea ainda tinha o amplo domínio na posse de bola. Quando chegou pela primeira vez, anotou mais um gol. Dessa vez, com Azpilicueta. Após cobrança rápida de falta, Fàbregas recebeu livre e cruzou na cabeça do espanhol fazer o terceiro do Blues no jogo. Aos 64 minutos, uma bola sobrou dentro da área para Zappacosta, que bateu firme, mas não teve o mesmo sucesso de antes.

Aos 67 minutos, Willian quase marcou o dele. O brasileiro recebeu bola pela esquerda de Hazard, cortou a marcação e chutou forte, acertando o travessão do goleiro Sehic, que não tinha o que fazer. O Chelsea chegou ao quarto gol no jogo com Bakayoko. Após cruzamento de Hazard, a zaga falhou e deixou a bola livre para o francês chutar e marcar seu primeiro gol com a camisa do Blues.

Azpilicueta marcou de cabeça o terceiro gol do Chelsea

O tempo passava e o Chelsea marcava mais gols. Dessa vez com Batshuayi. O time subiu a marcação pressionando a saída de bola do Qarabag e em um passe errado, Bakayoko tocou para Batshuayi girar e bater no canto, anotando o quinto gol do Blues na partida. Poucos minutos depois, o atacante belga faria mais um gol. Após bobeada da defesa, Zappacosta roubou a bola e invadiu a área. Na saída do goleiro, tocou para Batshuayi desviar pra rede. O gol foi dado contra para o zagueiro Medvedev.

A partida foi um grande treinamento, principalmente no segundo tempo. Conte conseguiu preservar alguns jogadores e fazer testes até Domingo, quando o Chelsea enfrenta o Arsenal, pela Premier League. Era só esperar o apito final da partida.

Melhores  Momentos:

 

 

Ficha Técnica

Chelsea (3-4-3): Courtois, Azpilicueta (Rudiger 74′), Christensen, Cahill; Zappacosta, Kanté (Bakayoko 63′), Fàbregas, Marcos Alonso; Willian, Pedro (Hazard 58′), Batshuayi

Reservas Não Utilizados: Caballero, David Luiz, Moses, Morata

Qarabag (4-4-2): Sehic, Medvedev, Guseynov, Sadygov (Madatov 70′), Rzezniczak, Garayev (Diniyev 70′), Pedro Henrique (Elyounoussi 77′), Michel, Almeida, Guerrier, Ndlovu

Reservas Não Utilizados: Kanibolotskiy, Amirguliyev, Ismayilov, Yunuszadze.

Gols: Pedro 6′ (CHE), Zappacosta 30′ (CHE), Azpilicueta 55′ (CHE), Bakayoko 71′ (CHE), Batshuayi 74′ (CHE), Medvedev 80′ – Gol contra (CHE)

Cartões Amarelo: Cahill 15′ (CHE),

Árbitro: Tasos Sidiropoulos

Category: Competições

Tags:

Article by: Diego Lepre

Carioca, estudante de Jornalismo e apaixonado pelo Chelsea.