Pela Champions, ‘zebra’ complica um dos principais concorrentes do Chelsea no grupo

Antes de o Chelsea entrar em campo, nesta quarta-feira, para encarar a Roma em Stanford Bridge, os outros dois concorrentes do Grupo C mediram forças no Azerbaijão. No Bakı Olimpiya Stadionu, em Baku, o debutante na Champions, Qarabag, segurou o favorito Atlético de Madrid e, mesmo ficando com um jogador a menos aos 30 minutos do segundo tempo, arrancou seu primeiro ponto na história desta etapa da competição com um dramático 0 a 0.

Num jogo bastante equilibrado, ambos os times tiveram chances de balançar as redes. A equipe da capital da Espanha reclamou pela não marcação de um suposto pênalti em Fernando Torres na parte final. Já os anfitriões, posteriormente, chegaram perto de vencer a partida em uma ótima oportunidade de contra-ataque, algo que se repetiu diversas vezes nos 90 minutos.

O Qarabag ficou próximo de ter maior posse de bola no fim do duelo, porém os colchoneros conseguiram tomaram a frente neste quesito nos últimos instantes, terminando em 52% a 48%. Também houve equilíbrio nas tentativas de gol: 10 a 8 para os visitantes, que finalizaram três vezes no alvo, contra uma dos oponentes. O Atlético ainda foi flagrado em impedimento em seis ocasiões, algo que não ocorreu do outro lado. Além do único vermelho do embate, o time que vestiu preto também recebeu todos os cartões amarelos do confronto, totalizando quatro. Já nos escanteios, 5 a 2 em favor dos espanhóis.

A igualdade no Azerbaijão complicou a vida dos comandados de Simeone no que se diz respeito à busca pela classificação para as oitavas de finais. Eles enfrentam o Chelsea só na última rodada, no dia 5 de dezembro, na Inglaterra. Antes, pegam, em casa, o próprio Qarabag e, depois, a Roma.

O segundo duelo do clube que estreia na Champions nesta temporada contra os Blues será em 22 de novembro, no território deles. O Qarabag – que reencontrará o adversário desta quarta já na próxima jornada – encerra a participação na fase de grupos diante da Roma, na Itália.

 

 

As palavras neste texto condizem com a opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Category: Chelsea Football Club

Tags:

Article by: Patrick Monteiro