Pela Champions League, Casillas fecha o gol e Porto bate Chelsea em Portugal

O Chelsea conheceu nova derrota nesta temporada (Foto: Chelsea FC)
O Chelsea conheceu nova derrota nesta temporada (Foto: Chelsea FC)

Nesta terça-feira (29), o Chelsea visitou o Porto no Estádio do Dragão, e foi derrotado por 2 a 1, pela Champions League. O gol dos ingleses foi marcado por Willian, em uma linda cobrança de falta. André André e Maicon marcaram para o Porto. O goleiro Iker Casillas, desafeto de José Mourinho, também teve sua participação destacada, com ótimas defesas durante a partida.

Com a derrota de hoje, o Chelsea fica com 3 pontos em seu grupo na UEFA Champions League, e no próximo compromisso pelo torneio europeu, enfrentará o Dinamo de Kiev. No próximo fim de semana, os Blues recebem o Southampton.

Em primeiro tempo equilibrado, Porto e Chelsea ficam no 1 a 1

O Chelsea começou a partida no Estádio do Dragão com a proposta de neutralizar o Porto, com uma marcação adiantada e saída em velocidade nos contra-ataques, com Willian, Pedro e Ramires, principalmente. No entanto, a primeira jogada de perigo do jogo foi dos mandantes, com Yacine Brahimi, que chutou de longe para boa defesa de Asmir Begovic.

Logo após o primeiro susto, o Chelsea reagiu e por pouco não abriu o placar. Aos 6 minutos, Diego Costa fez boa jogada pela ponta e cruzou para Cesc Fàbregas, o espanhol dominou e finalizou forte, exigindo defesa difícil de Casillas. Sete minutos depois, Pedro saiu na cara do gol e Iker fez outra excelente defesa.

Após duas chances criadas, o Chelsea passou a criar menos, mas ainda assim conseguia neutralizar as principais armas do Porto, que preenchia o campo de ataque blue, mas não convertia isto em perigo. Quando chegavam ao ataque, os ingleses levavam mais perigo.

Aos 30 minutos, depois de tanto martelar, o Porto chegou a área do Chelsea e passou perto do gol de Begovic. Após bate rebate, a bola sobrou para Maxi Pereira, que acertou um chutaço próximo ao ângulo do goleiro bósnio.

Dez minutos depois, Brahimi passou liso por Branislav Ivanovic e finalizou forte para excelente defesa de Begovic. No rebote, a bola sobrou para André André abrir o placar no Estádio do Dragão. Era um gol que comprovava o crescimento portista na partida.

No último lance do primeiro tempo, Ramires fez fila na defesa do Porto e sofreu falta. Na cobrança, Willian colocou a bola no ângulo de Iker Casillas e deixou tudo igual.

Maicon marca de cabeça e Porto vence Chelsea

O Chelsea começou o segundo tempo determinado a marcar um gol logo de cara. Com dois minutos, Willian fez boa jogada pela ponta e cruzou para Diego Costa, que, no momento da finalização, foi travado. No entanto, quem marcou foi o Porto: em escanteio, Maicon antecipou-se a Ramires e cabeceou para dentro do gol do Chelsea.

Logo após sofrer o gol, o Chelsea se lançou ao ataque para conseguir a igualdade no placar. E, com Diego Costa, os comandados de José Mourinho por pouco não conseguiram: o brasileiro naturalizado espanhol, de fora da área, finalizou com maestria, mas a bola caprichosamente parou no travessão de Casillas.

Buscando o empate, Mourinho tirou John Obi Mikel e colocou Eden Hazard em campo. Em sua primeira jogada, o camisa 10 do Chelsea passou por um defensor do Porto e, já sem ângulo, finalizou para fora. No entanto, os ingleses tinham dificuldades pra criar, diferentemente dos portugueses, que aos 71 minutos fizeram uma blitz em cima dos blues e por pouco não marcaram o terceiro gol.

Mesmo com o placar adverso, o Chelsea pouco pressionava o Porto, e era pressionado com frequência. O principal criador de jogadas dos portugueses era Brahimi, que infernizou Ivanovic durante todo o tempo em que esteve em campo. As bolas paradas também foram uma dor de cabeça para o Chelsea.

Nos minutos finais, o Chelsea, na base dos cruzamentos para área, até tentou o empate, mas não conseguiu. Houve também um pedido de pênalti ignorado por Mateu Lahoz antes do apito final.

FICHA TÉCNICA

Porto: Casillas; Maxi, Maicon, Marcano, Martins Indi; Danilo, Rúben Neves (Evandro min. 77), Imbula; Brahimi (Osvaldo min. 86), Aboubakar e André (Layun min. 79). Téc.: Julen Lopetegui

Reservas não-utilizados: Helton, Corona, Tello, Bueno;

Chelsea: Begovic; Ivanovic, Cahill, Zouma, Azpilicueta; Mikel (Hazard min. 62), Fàbregas; Pedro (Kenedy min. 72), Ramires (Matic min. 72), Willian; Diego Costa. Téc.: José Mourinho

Reservas não-utilizados: Blackman, Baba Rahman, Terry e Loftus-Cheek;

Gols: André (min. 37), Willian (min. 47), Maicon (min. 52)

Cartões amarelos: Azpilicueta, Cahill (Chelsea); Imbula, Danilo, Martins Indi, Marcano (Porto)

Árbitro: Antonio Mateu Lahoz

Category: Competições

Tags:

Article by: Victor Castro