Chelsea conquista Women’s FA Community Shield

Blues derrotaram Manchester City Women por 2x0

O Chelsea Women é campeão da Women’s FA Community Shield 2020/2021. A equipe de Emma Hayes venceu o Manchester City Women por 2×0, no Estádio de Wembley, na manhã desse sábado (29). Dessa forma, as azuis de Londres somam três títulos domésticos na sequência (Campeonato Inglês 19/20, Copa da Liga 19/20 e a Supercopa 20/21).

O Chelsea começou melhor, criando mais chances. Mas deixou o City crescer. Contudo, ninguém conseguiu marcar e a partida foi para o intervalo em igualdade. Na etapa final o mesmo cenário dos 45 minutos iniciais: ambas as equipes criando, porém errando suas finalizações. O ponto chave veio aos 62’ Jill Scott cometeu falta dura em Ji.

Chelsea Women é campeã

Foi o primeiro título da Supercopa (Foto: Chelsea FC/Twitter)

A inglesa recebeu o segundo amarelo e foi expulsa. Quatro minutos mais tarde finalmente saiu o primeiro gol da temporada. E veio dos pés da zagueira Millie Bright, das Blues. De pronto ela arriscou um chutaço de fora da área, sem chances para a goleira rival.

Dessa forma, com vantagem no placar e numérica, o Chelsea passou a dominar a partida. Em suma, o City foi dominado e pouco criou. Por conseguinte, a superioridade londrina foi coroada com o segundo gol. Já nos acréscimos, Erin Cuthbert aos 92 deu números finais e confirmou o título.

Ficha Técnica

Chelsea Women: Berger, Mjelde, Bright, Eriksson, Andersson  (Fleming 94’), Ingle, Reiten (Charles 88’), Leupolz, Ji, Kerr (England 72’), Kirby (Cuthbert 71’)

Reservas não utilizadas: Telford, Thorisdottir, Blundell, Carter e Spence.

Treinadora: Emma Hayesman

Manchester City Women: Roebuck, Stokes, Bonner, Houghton, Scott, Kelly, Stanway (White 88’), Morgan, Hemp (Beckie 26′), Weir (Mewis 68’), Walsh.

Reservas não utilizadas: Bardsley, Benameur-Taieb, Campbell, Coombs, Park.

Treinador: Gareth Taylor

Cartão amarelo: Scott 32′

Cartão vermelho: Scott  62’

Gols: Bright 66’ e Cuthbert 92’

Erin marca segundo

Escocesa entrou e deu números finais (Foto: Chelsea FC)

Entrevistas pós-jogo: autoras dos gols celebram trunfo em Wemlbey

Autora do primeiro gol, Bright não escondeu a alegria em marcar na conquista. “Marquei contra o City fora de casa e foi [um gol] decente. Mas marcar em Wembley é inacreditável. Que começo, porque nós estamos indo em busca de muitos troféus nesse ano”, disse a BBC.

Iniciar a temporada com um título eleva o ânimo do grupo. “Nós sempre estamos confiantes. Ambos os times têm novas jogadoras, mas nosso foco sempre foi em nós mesmas. Foi [um jogo] tenso. Nunca tive dúvida de que marcaríamos um gol, mas estávamos um pouco enferrujadas na frente do gol”, afirma a zagueira.

Já a escocesa Cuthbert entrou na partida e deu números finais. Para ela o gol representa a confiança de Hayers e do staff no seu talento. “Tive uma pré-temporada difícil. Não tinha certeza de que estaria no jogo. Os médicos conseguiram me deixar apta e isso gol foi para eles. Foi uma pena que os fãs não puderam estar aqui para celebrar”, desabafa.

Por fim, a camisa 22 não vê a hora de jogar a Womens’ Super League novamente. De pronto, a primeira rodada será no próximo final de semana: “Nós queremos manter nosso título. Contratamos bem e são alguns detalhes [para ajustar]”.

Maria Akemi

Pernambaiana, torcedora do Chelsea desde muito tempo.