Chelsea é derrotado pelo Liverpool em Stamford Bridge

Mané marca duas vezes e Chelsea é superado em estreia em casa

Em jogo válido pela segunda rodada da Premier League, o Chelsea recebeu o Liverpool em Stamford Bridge. A equipe londrina foi superada pelo Liverpool por 2 a 0, e ambos os gols saíram no início da etapa complementar. Sadio Mané marcou aos 5 e aos 9 minutos da etapa complementar. Por outro lado, o Chelsea perdeu Andreas Christensen, por expulsão, na reta final do primeiro tempo.

Com o resultado, o Chelsea estaciona nos três pontos acumulados no Campeonato Inglês. Em contrapartida, o Liverpool acumula seis pontos nas duas primeiras rodadas.

O próximo jogo do Chelsea será contra o Barnsley, em duelo válido pela Copa da Liga Inglesa. O jogo será realizado na quarta-feira (23), às 15h45, em Stamford Bridge. O time vencedor do duelo entre Chelsea e Barnlsey enfrentará Leyton Orient ou Tottenham na próxima fase da competição.

Por outro lado, no calendário do Campeonato Inglês, o time de Stamford Bridge enfrentará o West Bromwich. A partida está marcada para 26 de setembro, às 13h30, no The Hawthorns. Por fim, o WBA contratou Conor Gallagher, por empréstimo, e anunciou Branislav Ivanovic para a disputa da temporada 2020/21.

Liverpool mais perigoso no primeiro tempo

A primeira finalização foi justamente do Liverpool, realizada no minuto 12. Wijnaldum recebeu passe na proximidade da área e tentou a finalização. A bola do holandês passou do lado direito da trave de Kepa e foi direto pela linha de fundo.

Posteriormente, no minuto 13, Salah se antecipou na saída de Kepa. O arqueiro espanhol perdeu o tempo da bola e o egípcio fez o cruzamento perigoso, na região lateral da área, que foi afastado pela zaga do Chelsea. Escanteio cobrado pelo Liverpool, mas não ocorreu lance de perigo após a jogada aérea.

Chelsea e Liverpool duelaram neste domingo na segunda rodada da Premier League

Mason Mount tenta se desvencilhar da marcação (Foto: Chelsea FC)

O Chelsea apostava na velocidade em troca de passes no campo do adversário. No minuto 16, o clube londrino conseguiu virar rapidamente a região de atuação do jogo, acionou Kanté na entrada da área, mas o francês não finalizou. Três minutos depois, enfiada de bola em profundidade para Timo Werner. O camisa 11 tentou a finta na linha defensiva do Liverpool, mas o drible foi rechaçado. O lance ocorreu na proximidade da área visitante, mas o alemão não arriscou o chute.

No minuto 23, uma tentativa de bola esticada para Mason Mount, mas o desfecho do lance fica com o goleiro Alisson.

O primeiro chute do Chelsea foi de Timo Werner. No minuto 32, Kanté resvala de cabeça e a bola sobre para o atleta alemão. O camisa 11 conduziu a bola, se aproximou da área e finalizou ao lado esquerdo da meta do Liverpool. Ou seja, primeiro momento de atenção do Chelsea no embate. Um minuto depois, o Liverpool respondeu com Salah. O egípcio tentou finalização cruzada na região lateral da área do Chelsea, mas Firmino não alcançou a bola do ex-atleta do Chelsea.

VAR sugere alteração e Christensen é expulso

Posteriormente, o Chelsea equilibrou a posse de bola na reta final da primeira etapa. Aos 44 minutos do segundo tempo, Christensen faz falta em Sadio Mané. Primeiramente, Paul Tierney, árbitro do embate, deu cartão amarelo ao zagueiro. Entretanto, Tierney foi chamado pelo VAR, que apontou falta intencional por chance clara e manifesta de gol. Consequentemente, o amarelo foi retirado e Christensen foi expulso do embate. Na cobrança de falta, Alexander-Arnold cobrou para fora.

Assim sendo, fim de primeiro tempo: 0 a 0 para Chelsea e Liverpool.

Segundo tempo acaba sendo protocolar

No intervalo, duas mudanças nas equipes. Primeiramente, Tomori entrou na etapa complementar para o Chelsea. Por outro lado, Thiago voltou para o segundo tempo do Liverpool. A primeira chance do segundo tempo culminou no primeiro gol da partida. Triangulação de Firmino, Salah e novamente Firmino. Cruzamento feito pelo brasileiro e Mané cabeceou para o findo do gol. Minuto 5 da etapa complementar, 1 a 0 para o Liverpool, em Stamford Bridge.

Aos 9 minutos, falha de Kepa na frente de Mané. O goleiro espanhol recebeu a bola na proximidade da meta mandante. O arqueiro tentou o passe para Jorginho, mas foi o passe foi interceptado por Mané que finalizou para o fundo do gol. Em outras palavras, nove minutos do segundo tempo e 2 a 0 para o Liverpool. Dois gols de Mané.

Chelsea e Liverpool.

Mané fez dois gols na etapa complementar (Foto: Chelsea FC)

Após o segundo gol, o Chelsea virou antagonista do embate contra o Liverpool. A equipe visitante manteve a posse de bola e procurava espaços com tranquilidade no embate.

Aos 20 minutos, Wijnaldum recebeu passe açucarado dentro da área e finalizou, mas Kepa fez a defesa com a perna. A melhor chance do Chelsea, no segundo tempo, aconteceu aos 22 minutos. Mason Mount finalizou e tentou surpreender Alisson na meta visitante. Entretanto, a bola foi por cima do gol do Liverpool.

Cinco minutos depois, pênalti para o Chelsea. Timo Werner entrou na área rival e foi derrubado por Thiago. Na marca da cal, Jorginho cobrou e Alisson defendeu a tentativa do ítalo-brasileiro. O Liverpool teve mais uma chance de ampliar o placar com Alexander-Arnold. Em cobrança de falta, no minuto 34, o lateral do Liverpool finalizou por cima da meta londrina.

Reta final de Liverpool pressionando e com mais posse de bola

Logo após, Thiago recebeu bola reboteada na entrada da área rival. O estreante finalizou, mas a bola foi direto pela linha de fundo. Em resposta, jogada de transição rápida do Chelsea, Abraham finalizou e Alisson fez a defesa no minuto 39. Outra boa jogada do Chelsea e, consequentemente, nova aparição segura do brasileiro.

Na reta final do embate, o Liverpool continuou com posse de bola superior ao Chelsea. Entretanto, o ritmo de jogo – como um todo – caiu nos últimos minutos do segundo tempo. Nos acréscimos, Mané chutou “do meio da rua”, e Kepa fez defesa importante na finalização rival. Em conclusão, o apito final para Liverpool 2 a 0 contra o Chelsea.

Ficha técnica

Chelsea: Kepa Arrizabalaga; James, Christensen, Zouma e Alonso; Jorginho (cap.) (Abraham 78), Kanté e Kovacic (Barkley 78); Mount, Havertz (Tomori – intervalo) e Werner.
Reservas não utilizados: Caballero, Azpilicueta, Hudson-Odoi e Giroud.
Técnico: Frank Lampard

Liverpool: Alisson, Alexander-Arnold, Fabinho, Van Dijk e Robertson; Wijnaldum, Henderson (Thiago – intervalo) (cap.) e Keita (Milner 63); Mané, Salah e Firmino (Minamino 85).
Reservas não utilizados: Adrian, Jones, Tsimikas e Origi.
Técnico: Jurgen Klopp

Gols: Mané (LIV 5’2T e 9’2T)
Cartões amarelos:
Cartões vermelhos: Christensen 45

Data: 20 de setembro de 2020
Horário: 12h30 (Horário de Brasília)
Competição: 2ª rodada da Premier League 2020/21
Local: Stamford Bridge – Londres, Inglaterra

Árbitro: Paul Tierney.
Assistentes: Daniel Cook e Constantine Hatzidakis.
Quarto árbitro: Stuart Attwell.
VAR: Michael Oliver.
Assistente VAR: Sian Massey-Ellis.

João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.