Opinião: Kenedy, a promessa das promessas do elenco dos Blues

Jogador teve poucas oportunidades desde que chegou ao Chelsea ( Foto: Getty Images)
Jogador teve poucas oportunidades desde que chegou ao Chelsea (Foto: Getty Images)

O Chelsea FC, como potência do futebol europeu que é, possui, além de um grande poder aquisitivo, um grupo de olheiros que fazem com que a presença do time atravesse o velho continente. Devido a isso, a captação de jovens talentos de países pequenos, futebolisticamente falando, e até de países como o Brasil, faz com que o clube possua as jovens promessas desde antes do pico na carreira.

Os Blues importaram do Brasil ainda jovens, em um primeiro momento, os meios-de-campo Oscar e Lucas Piazon, contudo apenas o primeiro se firmou no time principal.  Em um segundo momento chegaram Wallace, lateral direito, Nathan e Kenedy, ambos atacantes. Desses três, apenas os dois primeiros foram emprestados, enquanto Kenedy foi incorporado no elenco principal, criando certa expectativa em cima do jogador oriundo do Fluminense.

Robert Kenedy Nunes do Nascimento tem 19 anos e fez sua estreia no elenco profissional do tricolor carioca em 28 de julho de 2013. O jovem foi contratado pelo Chelsea em 22 de agosto de 2015, tendo jogado desde então oito jogos pelo clube londrino, anotando um gol. O brasileiro pode atuar em quase toda faixa de ataque de um time, com um destaque para a ponta esquerda.

A incorporação imediata de Kenedy ao time principal do Chelsea pode ser o primeiro indício de que o jogador possui um diferencial em relação às demais jovens promessas dos Blues. A comissão técnica provavelmente possuía a intenção de dar boas oportunidades ao garoto, fazendo com que ele ganhasse alguns minutos em campo e pudesse jogar com os grande nomes do time, como Hazard, Fábregas, Diego Costa, dentre outros.

Entretanto, a má fase do time como um todo, faz com que ele seja preterido nas preleções, o que é justo, já que o brasileiro ainda é uma promessa e pode ter toda uma carreira prejudicada se for exposto, logo de cara, a esse tipo de situação.

A despeito disso, no pouco tempo que teve para mostrar seu futebol, Kenedy demonstrou habilidade com a bola. O ponta esquerda tem tudo para se destacar e se firmar no time principal, desde que receba o mínimo de condições necessárias para tal. O sucesso do jogador pode significar a “adição” de uma peça de qualidade no elenco, o que facilita na rotatividade do elenco que os campeonatos europeus exigem dos clubes.

Fica a torcida para que o jovem jogador possa ser de grande contribuição ao Chelsea, fazendo com que o clube retorne aos seus dias de glória. Se ele irá se firmar ou não, só o tempo dirá, mas mantêm-se a expectativa de que o jogador demonstre todo o seu potencial e chegue ao patamar de outros destaques do time.

As palavras contidas nessa reportagem condizem à opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil

Category: Opinião

Tags:

Article by: Renan Oliveira