Tottenham deve mesmo contratar Villas-Boas

Treinador deve acertar com o Tottenham.

 Mesmo depois de André Villas-Boas sair expressivamente criticado do Chelsea,  um dos raivais do time londrino deve contratar o treinador português. Os jornais britânicos afirmaram, nesta quarta, que mesmo os jogadores do Spurs rejeitando a idéia da diretoria, os mandatários devem mesmo fechar com Villas-Boas.

Redknapp era o treinador do time, mas foi demitido há alguns dias atrás. Pro seu lugar foi pensado em Michael Laudrup e Villas-Boas. Como o elenco rejeitava o técnico português, a diretoria até pensou que Laudrup poderia fechar e ser o novo manager do Tottenham, mas parece que as negociações não avançaram.

Villas-Boas tem o pé atrás

O “The Guardian” afirmou, também nesta quarta-feira, que André Villas-Boas não está totalmente seguro com as notícias que vinculam seu nome ao Tottenham. Segundo o treinador, o Spurs tem outros nomes em pauta e então ele prefere se pronunciar assim que tudo se resolver.

Ainda segundo o jornal, Daniel Levy, chefe-executivo do Tottenham, pensa que Villas-Boas poderia “lançar o Tottenham ao futuro, sendo assim o time poderia entrar em uma nova era”. Essa pecha de poder ser um treinador renovador, por ser jovem, foi a mesma que levou Villas-Boas para o Chelsea, onde não deu certo a sua passagem.

PSG entra na briga por Hulk

Um dos problemas do Chelsea atualmente é o interesse pelo brasileiro Hulk ter vazado na imprensa. Agora, o novo milionário do mundo do futebol, Paris-Saint Germain, também quer contar com o futebol do grande atacante.

O Chelsea parece precisar mais do serviço prestado por Hulk. O clube conta como centro-avante apenas com Fernando Torres, depois da saída de Drogba do time. Mas o PSG conta com um apoio financeiro fora de comum. O clube declarou que pode desembolsar cerca de 53 milhões de Euros pelo jogador da seleção brasileira, o que pode deixar a luta pela contratação do jogador melhor ainda.

Jogador está na mira de vários clubes.

Category: Mercado de Transferências

Tags:

Article by: Renato Felipe