Arsenal estaria interessado na contratação de Ola Aina, joia da base do Chelsea

Ola Aina é uma das principais estrelas da base do Chelsea (Foto: Mike Hewitt)
Ola Aina é uma das principais estrelas da base do Chelsea (Foto: Mike Hewitt)

A má utilização dos atletas da base na equipe principal do Chelsea tem feito com que vários jovens cogitem uma saída do clube inglês em busca de deslancharem na carreira. Charly Musonda, que teria recebido inclusive proposta do Arsenal, e até mesmo Ruben Lofuts-Cheek estariam, segundo a imprensa, dispostos a se transferirem para outros clubes de maneira definitiva, como fez Thorgan Hazard.

Agora é a vez do defensor Ola Aina, que pode atuar tanto como zagueiro quanto como lateral, ter sua saída do Chelsea especulada ao final da temporada. O jovem de 19 anos, que está no clube desde os 11, tem contrato terminando ao final da atual campanha e rumores circulam de que o atleta e seus representantes estariam relutantes em renovar o vínculo, dada a pouca perspectiva de sua utilização a curto e médio prazo.

E se no mês passado os interessados vinculados eram Liverpool, Dortmund e Napoli, agora a imprensa inglesa está cravando o grande rival Arsenal como interessado em contratar o jogador, prometendo a ele um espaço no time principal maior do que ele pode receber no Chelsea nas próximas temporadas. Arsene Wenger teria observado o jogador, que também defende a Inglaterra sub-21, e estaria disposto a usar o jovem com regularidade no time principal, fator que poderia atrair Aina para os Gunners.

Aina é considerado uma das principais promessas da base do Chelsea, tanto por suas capacidades físicas e táticas defensivamente, quanto por sua versatilidade, já que pode jogar tanto como lateral-direito quanto como zagueiro, além de já ter atuado como volante em vários momentos na base do clube. O jogador inglês chegou a fazer pré-temporada com o elenco principal e já foi chamado algumas vezes por José Mourinho e Guus Hiddink para participar de treinos com o time de cima.

Category: Mercado de Transferências

Tags:

Article by: Márcio Canedo