2011/2012 para o Chelsea Football Club

Os Blues se tornaram o quinto clube inglês a ganhar o maior torneio do continente europeu. Liverpool, Manchester United, Nottingham Forest e Aston Villa (cujos fãs terão que bolar outra música além da que citavam o Chelsea sem títulos da UCL). Sobre o embate entre Chelsea e Bayern de Munique, é estimado que 45.000 torcedores foram até a Baviera para acompanhar o jogo, com ou sem bilhete. Na Inglaterra, o canal ITV teve 8,2 milhões de telespectadores, só em Londres. Um aumento de 33,5% em comparação a um jogo “normal”.

Os números acima representam mais do que a final entre Barcelona e Manchester United, que obteve uma média de 7,9 milhões de telespectadores. A UEFA afirmou que no mundo todo, 300 milhões de pessoas acompanharam o jogo em 200 países.

Imagino quão orgulho estaria John Battersby assistindo o Chelsea na final em Munique. John auxiliou a criação da competição européia, e veio a falecer recentemente, em 2010. Outro fato sobre o ex-dirigente foi que na temporada 55/56, o Chelsea iria participar da competição inaugural da Champions League, entretanto, o clube de Stamford Bridge foi proibido por causa dos seus torcedores xenofóbicos. Portanto, para aliviar a dor de Battersby, que não teve o prazer de acompanhar o seu clube de coração, vencendo uma “UCL”, aqui vão alguns dados.

1 – Vários jogadores do Chelsea ganharam 10 títulos “importantes” em oito anos, fato que é superior a qualquer outro jogador que vestiu a camisa de algum clube de Londres.

2 – Vencer a UEFA Champions League tirou nosso rival, Tottenham, da próxima competição continental. Além de dar a oportunidade para o Chelsea, de defender o título em Londres na próxima final, que será realizada no Wembley.

Sobre a FA Cup, o 5-1 na semifinal contra o Tottenham, igualou o nosso recorde de gols nessa fase da Copa da Inglaterra. (5-1 contra o Watford, em 1970. Jogo ocorrido no White Hart Lane).

Ao bater o Liverpool no dia cinco de Maio, o Chelsea empatou com o Liverpool no total de FA Cup’s conquistadas. Sete no total. O pontapé inicial aconteceu às 17h15min, o mais recente da história da competição.

Os índices de audiência da ITV na Inglaterra, superaram o da final anterior, entre Manchester City e Stoke City, em três milhões de torcedores, totalizando onze milhões de pessoas assistindo o Chelsea.

Sobre o “double” desse ano, o Chelsea já está acostumado:

1997/98 – Recopa Européia e Copa da Liga

2004/05 – Premier League e da Copa da Liga.

2006/07 – FA Cup e a Copa da Liga.

2009/10 – Premier League e a FA Cup

2011/12 – Uefa Champions League e da FA Cup

Resumo da Temporada 2011/2012:

O Chelsea jogou 61 jogos, ganhou 32, empatou 16 e perdeu 13. Fez 113 gols e sofreu 66. Conseguiu 19 “clean sheets”.

Para a próxima temporada:

  • Fase de grupos da UEFA Champions League, começa do dia 18 de setembro de 2012.
  • A Supercopa Européia – contra o Atlético de Madrid, será realizada no estádio Louis II, em Mônaco, no dia 31 de agosto de 2012.
  • Mundial de Clubes no Japão, no dia 6 até o dia 16 de dezembro de 2012.
  • FA Community Shield, contra o Manchester City, no estádio Villa Park. No dia 12 de agosto de 2012.
Marcos da temporada:

O primeiro clube londrino a vencer a Champions League.

Ganhar a FA Cup em quatro de seis temporadas disputadas.

Didier Drogba marcou nove gols em nove finais, em toda a sua carreira pelo Chelsea.

Petr Cech fez 58 defesas nessa Champions League. Recorde.
O mesmo Cech tem uma média de um gol a cada 128 minutos, o melhor da Premier League desde 1992.

Seis jogadores marcaram dez gols ou mais nessa temporada: Mata, Lampard, Drogba, Torres, Ramires e Sturridge.

Terry levantou quatro vezes a FA Cup, Cole ganhou o torneio sete vezes.

 

Fatos dos Jogadores:

50 aparições em jogos da FA Cup: Terry e Lampard.

50 aparições em jogos da UEFA Champions League: Ashley Cole.

Lampard foi o capitão do Chelsea em 50 ocasiões, Terry alcançou a marca de 400 jogos com a braçadeira.

Bosingwa completou 100 jogos pelo Chelsea.

Ashley Cole completou 250 partidas pelo Chelsea.

Kalou completou 100 jogos com suplente e entrando na partida.

Drogba fez 150 gols pelo Chelsea e 100 pela Premier League.

Lampard completou 100 jogos pela Champions League.

Malouda completou 200 jogos pelo Chelsea.

O gol 2000 do Chelsea saiu em casa, em uma partida contra o Bolton, pela Premier League.

Nosso gol 6000 em toda história, saiu contra o Arsenal, no Stamford Bridge.

 

Premiações:

Jogador do Ano: Juan Mata

Jogador dos Jogadores do Ano: Ramires

Jogador Jovem do Ano: Lucas Piazon

Gol da Temporada: Ramires, contra o Barcelona

Prêmio de Reconhecimento Especial: Bobby Tambling

 

Dados e Estatísticas:

Gols: 112

Lampard 16, Drogba 13, Sturridge 13, Mata 12, Ramires 12, Torres 11, Terry 7, Meireles 6, Ivanovic 5, Kalou 5. David Luiz 3, Malouda 3, Cahill 2, Anelka 1, Bosingwa 1 e dois gols contra.

Assistências – 132.

Mata 26, Torres 18, Cole 11, Lampard 11, Sturridge 10, Malouda 9, Ramires 9, Meireles 7, Drogba 6, Bosingwa 4, Ivanovic 4, Kalou 4, Anelka 3, Terry 3, David Luiz 2, Bertrand 1, Cahill 1, Essien 1, Lukaku 1, Romeu 1.

Minutos em Campo – Total: 5962.

Cech 5334, Cole 4481, Mata 4276, Terry 4111, Ramires 4081, Ivanovic 4026, Lampard 3745, David Luiz 3616, Bosingwa 3456, Meireles  3327, Torres 3241, Sturridge 3217, Mikel 2681, Drogba 2515, Malouda 2388, Romeu 1672, Cahill 1596, Kalou 1526, Bertrand 1299, Essien 1163, Anelka 826, Ferreira 650, Alex 595, Lukaku 461, Turnbull 428, Hilário 199, McEachran 180, Hutchinson 83 e Benayoun 7.

Substituições -170.

Mata 25, Sturridge 18, Ramires 15, Meireles 14, Kalou 10, Malouda 10, Drogba 9, Torres 9, Lampard 7, Bosingwa 6, Ivanovic 6, Mikel 6, Romeu 5, Essien 4, David Luiz 4, Anelka 3, Cole 3, Lukaku 3, McEachran 3, Bertrand 2, Ferreira 2, Terry 2, Alex 1, Cahill 1, Cech 1 e Hutchinson 1.

Gols na Premier League.

Lampard 11, Sturridge 11, Mata 6, Terry 6, Torres 6, Drogba 5, Ramires 5, Ivanovic 3, Luiz 2, Malouda 2, Meireles 2, Anelka 1, Bosingwa 1, Cahill 1, Kalou 1 e dois gols contra.

Gols da FA Cup – 20.

Mata 4, Ramires 4, Drogba 2, Lampard 2, Meireles 2, Torres 2, Cahill 1, Kalou 1, Malouda 1 e Sturridge 1.

Hat-tricks – 2.

Lampard, contra o Bolton Wanderers e Torres, contra o Queens Park Rangers.

Cartões amarelos – 124.

Meireles 14, Cole 11, David Luiz 10, Ivanovic 9, Mikel 9, Terry 9, Lampard 8, Ramires 8, Torres 7, Malouda 6, Bosingwa 5, Cahill 4, Drogba 4, Romeu 4, Essien 3, Mata 3, Sturridge 3, Alex 2, Bertrand 1, Cech 1,  Ferreira 1, Kalou 1 e Lukaku 1.

Jogo com mais cartões amarelos: QPR e Chelsea, 7 amarelos.

Jogadores expulsos – 7.

Alex (contra o Fulham), Torres (contra o Swansea), Bosingwa (contra o QPR), Cole (contra o Swansea), Drogba (contra o QPR), Turnbull (contra o Everton) e Terry (contra o Barcelona)

Sobre os jogadores emprestados:

Partidas realizadas por jogadores emprestados.

Benayoun (Arsenal) 25, Bruma (Hamburgo) 23, Courtois (Atlético de Madrid) 52, Davila (Vitesse) 3, De Bruyne 13, Delac (Dínamo Budejovice) 5, Ben Gordon (Kilmarnock 20, Conor Clifford (Yeovil) 8, Kakuta (Dijon) 13, Kalas (Vitesse) 37, Lalkovic (Doncaster e Den Haag) 8, McEachran 5, Taylor (Rotherdam) 20, Van Aanholt (Wigan e Vitesse) 15, Sam Walker (Northampton e Yeovil) 45.

Gols de jogadores emprestados.

Benayoun 6, Kakuta 5, Bruma 2, De Bruyne 2, Conor Clifford 1, Kalas 1.

“Clean Sheets” de jogadores emprestados.

Courtois 23, Taylor 7, Walker 4, Delac 2, e Walker 2.

 

Category: Conteúdos Especiais

Tags:

Article by: João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.