Terry acredita em ascensão dos Blues na temporada: “O Chelsea precisa estar numa posição melhor”

Terry teve atuação bem consistente em vitória por 3 a 1 contra o Sunderland (Foto: Chelsea FC)
Terry teve atuação bem consistente em vitória por 3 a 1 contra o Sunderland (Foto: Chelsea FC)

No último sábado (19) John Terry esteve mais uma vez em campo para capitanear o selecionado do Chelsea. Ao lado do francês Kurt Zouma, o ex-capitão da Inglaterra teve desempenho muito sólido.

Com o placar favorável para os mandantes e uma atuação consistente desde os primeiros minutos, Terry disse ter gostado da forma com que o time jogou a partida, apesar de cair de produção na etapa final e conceder espaços perigosos para o Sunderland que chegou bem com Jermain Defoe e Fabio Borini.

“Penso que o primeiro tempo foi um excelente desempenho dos jogadores em uma grande ocasião. Precisávamos ganhar e nós fizemos isso. Na segunda metade nós caímos um pouco, mas estou feliz com os três pontos.

Havia muita pressão antes do jogo, mas trouxemos isso a nós mesmos. Eu disse antes do jogo que somos grandes o suficiente para nos levantarmos neste jogo e todos foram excelentes. Alguns lances no primeiro tempo foram muito bons, com um ou dois toques, o que nos deu uma boa vantagem no placar”.

Após o apito final do árbitro, Terry foi um dos jogadores que mais aplaudiu a torcida. Apesar de presenciar uma mistura de sentimentos com aplausos, vaias e cantos em homenagem ao ex-treinador José Mourinho durante o decorrer do jogo, para ele segue sendo fundamental contar com o apoio dos torcedores.

“Absolutamente. O Chelsea é um clube grande e nós não estamos habituados a estar aqui (na parte de baixo da tabela). Nos últimos 10 anos tivemos momentos bons, mas os torcedores sempre nos apoiaram durante períodos difíceis. Vamos sair dessa, mais cedo ou mais tarde, se continuarmos tendo performances como essa. Os torcedores ficarão felizes e irão para casa com sorrisos em seus rostos, mas neste momento eles estão desapontados assim como nós e não queremos estar onde estamos”.

Para Terry, o momento ruim do time não é culpa de um ou dois jogadores, mas é de todos no clube.

“Todos nós estamos nesta posição, não é um ou outro. Estamos nesta posição porque alguns têm cumprido seu papel e o resto não tem, infelizmente. Tudo agora fica no passado e nós temos que seguir em frente e começar a ganhar os jogos. O Chelsea precisa estar numa posição melhor”.

O capitão, líder e lenda já está familiarizado com Guus Hiddink, novo comandante dos azuis de Londres. Terry trabalhou com o treinador após a saída de Luiz Felipe Scolari do Chelsea, em 2009, e se lembra que o técnico holandês foi decisivo.

“Hiddink foi muito importante quando chegou. Ele é muito exigente e seu treinamento é muito intenso. Ele é um grande treinador e eu estou ansioso para trabalharmos juntos. Steve Holland e Eddie Newton têm feito um grande trabalho em um curto espaço de tempo, apesar de ainda pensarmos em José Mourinho, já que estamos decepcionados pela sua saída”, finalizou.

Category: Chelsea Football Club

Tags:

Article by: Murilo César