Schürrle comenta momento do Chelsea: “Estou certo de que eles vão sair dessa”

Schürrle comentou o mal momento do Chelsea (Foto: Getty Images)
Schürrle comentou o mal momento do Chelsea (Foto: Getty Images)

Hoje no Wolfsburg, o alemão André Schürrle, ex-Chelsea, comentou o momento dos Blues, dizendo-se desapontado com a “miséria” vivida pelo clube até o momento na temporada 2015-2016.

Em entrevista coletiva concedida antes da partida dos Lobos contra o Manchester United, o jogador foi questionado sobre o momento de seu ex-clube e se o tem acompanhado, mesmo após tê-lo deixado na metade da última temporada, por aproximadamente £22 milhões.

“É claro que presto atenção à Premier League – é uma das melhores ligas da Europa. Eu assisto os jogos, vejo como os times jogam e acompanho isso. O Chelsea é meu ex-clube e eu vejo a situação e leio algumas coisas sobre isso.

É muito desapontante ver isso, mas isso é assim – isso é o futebol, você tem que estar no seu melhor todo jogo e mesmo para um grande clube isso pode acontecer. Eu me sinto um pouco triste com o que está acontecendo aqui. Eles são um ótimo time, com um grande treinador e estou certo de que eles vão sair dessa, o que posso dizer, miséria”, disse o jogador.

Após deixar o Chelsea em busca de mais oportunidades regulares em campo e passar por algumas dificuldades em seu período de adaptação ao seu novo clube, Schürrle vem se estabelecendo com um titular habitual na equipe alemã, treinada por Dieter Hecking. O jogador esteve em Stamford Bridge por uma temporada e meia, tendo disputado 65 partidas oficiais, marcando 14 tentos e criando três assistências.

Em 2015-2016, o versátil atacante já jogou 20 partidas, marcando dois gols e provendo cinco assistências.

Category: Chelsea Football Club

Tags:

Article by: Wladimir de Castro Rodrigues Dias

Advogado graduado pela PUC Minas, mestrando em Ciências da Comunicação (Universidade do Minho), 24 anos. A preferência é o futebol bretão, mas me interesso pelo esférico rolado em qualquer terra. Desde a infância, tenho no atacante Marques e no argentino Pablo Aimar referências; o melhor jogador que vi jogar foi o lúdico Ronaldinho Gaúcho, na temporada 2004/05. Também no O Futebólogo, no Doentes por Futebol e na Corner.