Mikel admite que evoluiu desde que chegou à Stamford Bridge

O volante nigeriano John Obi Mikel, admitiu que desde que chegou ao Chelsea, em 2006, progrediu, ganhando traquejo e mudando seu estilo de jogo, inicialmente truculento para o hoje, segundo ele, mais técnico e eficaz.

Nos dois primeiros anos, fui expulso quatro vezes, e eu sabia que algo tinha que mudar, pois eu não podia continuar prejudicando o time”, ressaltou. “Eu analisei e procurei aprimorar uma forma de roubar as bolas lealmente, sem fazer exageradas faltas, e acho que melhorei muito nesse aspecto”, acrescentou Mikel.

O nigeriano ainda elogiou a formação tática imposta por Roberto Di Matteo, o 4-2-3-1, aonde dois volantes fazem a proteção da zaga, sendo que um deles tem certa liberdade para sair para o jogo, e que tal mudança foi benéfica para o crescimento da equipe.

Hoje, jogamos com dois homens à frente da defesa, e isto tem sido positivo para nós”, admitiu. “Antes de vim para o Chelsea, eu estava acostumado a jogar no 4-4-2, atuando com outro companheiro na contenção, e também recuei, já que anteriormente jogava mais à frente, na armação, então como primeiro volante preciso ser disciplinado”, prosseguiu.

Segundo Mikel, treinadores anteriores sempre o impediu que avançasse, mas que Di Matteo tem instruído-o a também auxiliar na criação. Curiosamente, contra o Liverpool, na final da FA Cup vencida pelos Blues, Mikel roubou uma bola e a repassou a Lampard, que deu continuidade à jogada assistindo Drogba, que marcou o segundo gol. Portanto, Mikel se diz à vontade pela liberdade e incentivo que o treinador Blue lhe dá.

Quando eu tentava avançar e produzir alguma boa jogada, algum treinador que passou por aqui dizia para mim não fazer mais isso. Mas, porém, Robbie tem me incentivado, e eu tento também jogar com a bola, tentando criar e fazer o time jogar, não apenas sendo disciplinado e defensivo”, concluiu.

Category: Chelsea Football Club

Tags:

Article by: Romário Henderson