Médico da FIFA garante apoio a Eva Carneiro em processo contra o Chelsea

Carneiro foi criticada por Mourinho e afastada pelo clube após o episódio (Foto: BBC)
Carneiro foi criticada por Mourinho e afastada pelo clube após o episódio (Foto: BBC)

Segundo a BBC, o chefe do comitê médico da FIFA, Michel D’Hooghe, disse que irá apoiar a médica Eva Carneiro em seu processo legal contra o Chelsea.

Carneiro está processando seu ex-clube por demissão construtiva, enquanto o técnico dos Blues, José Mourinho, que foi o protagonista da polêmica com a médica, é alvo de uma ação legal individual.

Leia mais: Eva Carneiro processa o Chelsea

Em uma partida contra o Swansea, Mourinho afirmou que Carneiro foi ‘inocente’ ao tratar de Eden Hazard ainda em campo e o clube a afastou da primeira equipe após o episódio. D’Hooghe disse:

“É claro que eu apoio Eva Carneiro.

Ela fez seu trabalho, ela cumpriu seu dever – quando alguém está medicamente em apuros ela tem que intervir. É claro que ela tem meu apoio e de todo o comitê médico.

Eu tive contato por e-mail com ela e ela está muito feliz com o apoio global dos médicos no mundo do futebol.”

O incidente polêmico ocorreu no dia 8 de agosto, na primeira partida dos dois clubes pela atual edição da Premier League, que acabou empatada em 2 a 2. Eva Carneiro e o fisioterapeuta John Fearn foram chamados à campo pelo árbitro Michael Oliver durante o jogo para tratar o belga Eden Hazard.

Naquele momento da partida, os Blues já contavam com um homem à menos em campo, já que o goleiro Thibaut Courtois havia sido expulso em um lance que gerou um pênalti – convertido pelo Swansea. Assim, Hazard teve de ser retirado de campo para ser atendido, mesmo com uma lesão aparentemente simples, deixando o Chelsea com 9  homens temporariamente.

Mourinho foi amplamente criticado por seus comentários mas foi inocentado da acusação de ter utilizado linguagem discriminatória pela Football Association. D’Hooghe afirmou que Carneiro pode enfrentar dificuldades para voltar a trabalhar no meio futebolístico, mas que a ajudaria caso ela precisasse.

“Eu posso imaginar que a curto prazo ela possa ter alguns problemas com isso.

Mas com sua personalidade e sua competência ela deve certamente ter um grande futuro e se eu puder ajudá-la, eu o farei.”

Category: Chelsea Football Club

Tags:

Article by: João Palma