Hodgson está desapontado com a aposentadoria de Terry da seleção

O técnico da seleção inglesa está decepcionado com decisão de Terry. (Foto: guardian.co.uk)

O técnico da Inglaterra Roy Hodgson admitiu sua decepção após a decisão do ex-capitão inglês John Terry de acabar com sua carreira internacional, tomada no último domingo.

O capitão do Chelsea apareceu em uma audição da FA sobre alegações de racismo com o zagueiro do QPR Anton Ferdinand durante um jogo da liga, em outubro do ano passado, e passou mais de cinco horas em Wembley hoje preparando sua defesa diante de um júri independente de quatro pessoas.

Terry sempre negou a acusação, com a ação da FA vindo mais de dois meses depois que ele foi considerado inocente pelo ocorrido no Tribunal de Magistrados de Westminster.

O jogador de 31 anos, que atuou pelo English Team 78 vezes depois de sua estréia em 2003, manteve-se comprometido com sua seleção, apesar do processo judicial e foi um dos principais jogadores da equipe de Hodgson na Euro 2012.

Hodgson disse: “Eu gostaria de agradecer a John Terry por seu compromisso com a equipe da Inglaterra desde que me tornei gerente.

É claro que estou desapontado por perder um jogador com tanta experiência internacional e habilidade excepcional como John. Tenho desfrutado de um bom relacionamento com John durante meu tempo como treinador da Inglaterra e eu relutantemente aceito sua decisão.

Em um comunicado, a FA disse: “A FA gostaria de agradecer a John Terry para todos os seus esforços com a equipe nacional na última década. Durante suas 78 aparições John sempre esteve compromissado com a equipe.

Category: Chelsea Football Club

Tags:

Article by: Luís Barbosa