Guus Hiddink concede primeira entrevista coletiva: “Não deveria estar aqui”

hiddink--moving-forward.img
Hiddink falou com a imprensa pela primeira vez (Foto: Chelsea FC)

Nesta quarta-feira (23), o novo comandante do Chelsea, Guus Hiddink, falou pela primeira vez em entrevista coletiva realizada em Cobham. Apontado como técnico interino até o final da atual temporada, Hiddink, que prepara o Chelsea para a rodada que acontece no Boxing Day (26), contra o Watford, em Stamford Bridge, se diz feliz por estar de volta ao clube.

“Eu não deveria estar aqui no meio da temporada porque isso significa que as coisas não estão indo tão bem, tal como previsto no início da temporada, mas estou feliz por estar de volta. Foi há alguns anos que eu estive aqui em uma situação semelhante e eu tentei ajudar quando me pediram. Eu tenho muito amor pelo clube e trabalhar com esses jogadores é sempre um prazer”.

Para Hiddink, o Chelsea precisa acordar na temporada. Depois de sucesso nas conquistas da Barclays Premier League e Capital One Cup na última época, os Blues estão a apenas um ponto da zona de rebaixamento.

“Se você olhar para a temporada passada, houve enorme sucesso na conquista do título, então você vai para a próxima definindo suas metas e objetivos. O objetivo é ganhar a Premier League novamente, o que não é fácil e a outra meta é ir longe na Champions League e na FA Cup.

Às vezes, depois de um campeonato você pode relaxar um pouco como uma equipe e, em seguida, você recebe uma chamada para acordar em setembro, mas a situação é que caímos muito e ficamos um ponto de distância da zona de rebaixamento na semana passada, algo assustador para todos dentro do clube. Isso não quer dizer que porque eu estou aqui, amanhã o problema está resolvido”.

O técnico holandês iniciou seus treinamentos ontem (22) e teve a oportunidade de conversar com os jogadores sobre o recente passado e também sobre o futuro.

“Ontem falei com o plantel e, claro, falamos sobre o passado e é por isso que eu estou aqui, mas por outro lado eu lhes disse que as coisas acontecem no futebol e eu quero que todos olhem no espelho, não apenas por dois segundos, mas por um longo tempo e pensem sobre o que pode ser feito para nos levar de volta ao caminho das vitórias”.

Hiddink não quer que o passado seja esquecido, mas que sirva de ponto de partida para um recomeço na temporada do Chelsea.

“É claro que não podemos ignorar o que aconteceu no passado recente, mas eu disse  que como profissionais, eles (jogadores) devem olhar no espelho e ver se podem ser ultra críticos e darem o seu melhor para a equipe. Deve haver um grande desejo de jogar. Se você não tem esse desejo, por favor, bata na minha porta e vamos conversar, mas vamos falar brevemente”.

Finalizando a entrevista, Hiddink falou sobre Eden Hazard. O camisa 10 treinou depois de lesão sofrida em jogo contra o Leicester e Guus disse que Hazard pode voltar a ser decisivo para o Chelsea.

“Ele teve uma temporada fantástica e é normal ter um pouco de retrocesso. Ele pode ser um jogador chave, já que é o capitão na Bélgica, mas também aqui ele pode ser um jogador chave quando estiver de volta à forma. Ele não teve sorte de ter se machucado recentemente, mas precisa querer estar de volta”, encerrou.

Category: Chelsea Football Club

Tags:

Article by: Murilo César